A Religiosa Portuguesa

filme de 2009 dirigido por Eugène Green
A Religiosa Portuguesa
La Religieuse portugaise
Cartaz do filme
 França
Portugal Portugal
2009 •  cor •  127 min 
Realização Eugène Green
Produção Sandro Aguilar
Luís Urbano
Martine de Clermont-Tonnerre
Argumento Eugène Green
Género drama
Música Júlio de Sousa
João Fezas Vital
Aldina Duarte
Camané
Cinematografia Raphaël O'Byrne
Edição Valérie Loiseleux
Distribuição Océan Films Distribution (França)
O Som e a Fúria (Portugal)
Lançamento Brasil 23 de outubro de 2009
França 11 de novembro de 2009
Portugal 6 de maio de 2010
Idioma francês
português
Site oficial

A Religiosa Portuguesa (em francês: La Religieuse portugaise) é um filme luso-francês do género drama, realizado e escrito por Eugène Green. Estreou-se no Brasil a 23 de outubro,[1] e em França a 11 de novembro de 2009.[2] Em Portugal estreou-se a 6 de maio de 2010.[3]

ArgumentoEditar

Julie, uma atriz franco-lusófona é despachada para Lisboa, para rodar um filme inspirado no texto do romance epistolar As Cartas Portuguesas.[4] Ela interpreta uma religiosa do século XVII que apaixona-se por um oficial francês. Durante a sua peregrinação na cidade, um jovem órfão apresenta a ela, um homem distinto, cheio de culpa pelo compromisso do seu pai com o regime salazarista, e uma freira que passa suas noites orando numa modesta capela, cuja esta acaba chamando sua atenção. Julie conhece a aventura com sua parceira de jogo, e através dos encontros, ela tenta dar um novo rumo à sua vida.

Ficha artísticaEditar

Referências

  1. «A Religiosa Portuguesa». AdoroCinema. Consultado em 28 de novembro de 2015 
  2. «La Religieuse portugaise» (em francês). AlloCiné. Consultado em 28 de novembro de 2015 
  3. «'A Religiosa Portuguesa' no século XXI». Diário de Notícias. 27 de abril de 2010 
  4. Mandelbaum, Jacques (10 de novembro de 2009). «"La Religieuse portugaise" : la grâce facétieuse d'Eugène Green redonne vie à la 'religieuse portugaise'» (em francês). Le Monde 

Ligações externasEditar