Abrir menu principal
Abeillard Barreto
Nascimento 20 de junho de 1908
Rio Grande
Morte 3 de novembro de 1983 (75 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação conferencista, escritor, bancário
Prêmios Ordem do Mérito Naval

Abeillard Vaz Dias Barreto (Rio Grande, 20 de junho de 1908Rio de Janeiro, 3 de novembro de 1983) foi um bancário e escritor brasileiro.[1]

VidaEditar

Filho de Antonio Joaquim Barreto e Honorina Vaz Dias Barreto. Casou com Maria Pia da Silva, filha de Pio Ângelo da Silva Filho e Celina Daniela da Silva.

Funcionário do Banco do Brasil, de 1926 a 1958, quando aposentou-se, fixando residência mais tarde no Rio de Janeiro.

Foi membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, e membro da Academia de História da Marinha de Portugal. Em 1972 participou da elaboração da História do Exército Brasileiro, obra em 3 volumes.

No município de Rio Grande a Biblioteca Rio-Grandense homenageou Barreto criando a Sala “Abeillard Barreto”, local em que se encontram obras raras do historiador, que ele pediu que fossem doadas à Biblioteca, além de ter uma das salas do Centro Municipal de Cultura com seu nome.[2][3]

ObrasEditar

  • Conferências publicadas no 2º volume dos “Anais do Simpósio Comemorativo do Bicentenário da restauração do Rio Grande 1776-1976”, 1979:
    • As primeiras investigações científicas no Rio Grande do Sul
    • Fontes para o estudo da história da ocupação espanhola do Rio Grande do Sul  1763-1777
    • A ocupação espanhola do Rio Grande de São Pedro
    • A expulsão dos espanhóis do Rio Grande de São Pedro
  • No 2º volume, Tomo II, “História Naval Brasileira”
    • A expedição de Silva Paes e o Rio Grande de São Pedro
    • Tentativas espanholas de domínio do sul do Brasil  1741-1774
    • A opção portuguesa: restauração do Rio Grande e entrega da Colônia do Sacramento 1774 – 1777
  • A expedição de Silva Paes e o Rio Grande de São
  • A Colônia do Sacramento – aspectos da fundação e defesa
  • Os primórdios da imprensa no Rio Grande do Sul
  • Aspectos políticos da Fundação do Rio Grande
  • Os Sete Povos das Missões e o Padre José Cardiel – ensaio histórico – 1946
  • Viajantes estrangeiros no Rio Grande do Sul até 1900 – 1962
  • Bibliografia sul-riograndense – a contribuição portuguesa e estrangeira para o conhecimento e a integração do Rio Grande do Sul, 2 volumes, 1973 e 1976

Referências