Adelaide Neri

política brasileira
Adelaide Neri
Deputada federal pelo Acre
Período 1991-1995
Dados pessoais
Nascimento 16 de Dezembro de 1940
Tarauacá, AC
Morte 24 de maio de 2018 (77 anos)
Alma mater Universidade Federal do Acre
Cônjuge Raimundo Nonato de Paiva Neri
Partido MDB, PMDB
Profissão professora

Antonia Adelaide da Rocha Neri (Tarauacá, 16 de dezembro de 1940 - 24 de Maio de 2018)[1] foi uma professora e política brasileira que foi deputada federal pelo Acre.[2]

Dados biográficosEditar

Filha de Vicente Crescencio da Rocha e Rosa Machado da Rocha. Professora formada em 1984 pela Universidade Federal do Acre[2] ingressou no MDB em 1965 e trabalhou no magistério até assumir a direção do Departamento de Ensino Supletivo da Secretaria de Educação e Cultura do Acre em 1983 no governo Nabor Júnior sendo mantida no cargo por Iolanda Fleming e Flaviano Melo até renunciar em 1990 a tempo de se eleger deputada federal[3] pelo PMDB e nessa condição votou a favor do impeachment de Fernando Collor em 1992. Candidata a reeleição em 1994 ficou na terceira suplência chegando a ser convocada para o exercício do mandato[4] durante a passagem de Chicão Brígido pela Secretaria Especial de Representação Política e Cidadania de Rio Branco na administração do prefeito Mauri Sérgio.

Referências

  1. https://agazetadoacre.com/mae-de-prefeita-e-ex-deputada-adelaide-neri-morre-aos-77-anos/
  2. a b «Câmara dos Deputados do Brasil: deputada Adelaide Neri». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  3. «Banco de dados do Tribunal Regional Eleitoral do Acre». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  4. Sua convocação foi possível após a efetivação dos suplentes Osmir Lima e Regina Lino nas vagas de Francisco Diógenes e Mauri Sérgio e a convocação de Chicão Brígido que renunciara ao mandato de vice-prefeito de Rio Branco antes de assumir impedindo assim a efetivação de Adelaide Neri.