Abrir menu principal

Administração Transitória Afegã


Administração Transitória Afegã

Governo provisório

Flag of Afghanistan (2001–2002).svg
2002 – 2004 Flag of Afghanistan.svg

Bandeira de Autoridade Transitória Afegã

Bandeira

Continente Ásia
Região Ásia Central
País Afeganistão
Capital Cabul
Governo Governo provisório
Presidente Hamid Karzai
Período histórico Guerra ao Terror
 • 13 de Julho de 2002 Loya Jirga
 • 7 de Dezembro de 2004 Dissolução

Administração Transitória Afegã, também conhecida como Autoridade Transitória Afegã, foi o nome de uma administração temporária do Afeganistão posta em prática pela Loya Jirga de junho de 2002. Sucedeu a Administração Interina Afegã, que foi instalada após a Conferência de Bona.

AntecedentesEditar

Após a invasão do Afeganistão, uma conferência sob os auspícios das Nações Unidas de alguns líderes afegãos em Bonn levou à nomeação da Administração Interina Afegã sob a presidência de Hamid Karzai. No entanto, este governo provisório, que não era amplamente representativo, estava previsto para durar apenas seis meses, antes de ser substituído por um governo de transição. A mudança para essa segunda etapa exigiria a convocação de uma "grande assembleia" tradicional afegã, chamada de Loya Jirga. Esta "Loya Jirga de emergência" elegeu um novo Chefe de Estado e designou a Administração Transitória, que, por sua vez, governaria o país por um período máximo de dois anos, até que um "governo plenamente representativo" pudesse ser eleito através de eleições livres e justas.[1][2]

Referências

Precedido por
Administração Interina Afegã
Administração Transitória Afegã
2002 – 2004
Sucedido por
República Islâmica do Afeganistão