Agostino Cacciavillan

Agostino Cacciavillan (Novale di Valdagno, 14 de agosto de 1926Vaticano, 5 de março de 2022) foi um cardeal italiano, que atuou no serviço diplomático da Santa Sé, presidente-emérito da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica.

Agostino Cacciavillan
Cardeal da Santa Igreja Romana
Presidente emérito da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica
AgostinoCacciavillan.jpg
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Serviço pastoral Administração do Patrimônio da Sé Apostólica
Nomeação 5 de novembro de 1998
Predecessor Lorenzo Cardeal Antonetti
Sucessor Attilio Cardeal Nicora
Mandato 19982002
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 26 de junho de 1949
Nomeação episcopal 17 de janeiro de 1976
Ordenação episcopal 21 de fevereiro de 1976
Basílica de São Pedro
por Jean-Marie Cardeal Villot
Nomeado arcebispo 17 de janeiro de 1976
Cardinalato
Criação 21 de fevereiro de 2001
por Papa João Paulo II
Ordem cardeal-diácono (2001-2011)
cardeal-presbítero (2011-2022)
Título Santos Anjos da Guarda na Città Giardino
Brasão
Coat of arms of Agostino Cacciavillan.svg
Lema IN VIRTUTE DEI
Dados pessoais
Nascimento Novale di Valdagno
14 de agosto de 1926
Morte Vaticano
5 de março de 2022 (95 anos)
Nacionalidade italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

BiografiaEditar

Estudou no Seminário de Vicenza, na Pontifícia Universidade Gregoriana, onde obteve licenciatura em ciências sociais; na Universidade de Roma "La Sapienza", onde obteve o doutorado em jurisprudência, na Pontifícia Universidade Lateranense, onde obteve o doutorado em direito canônico e na Pontifícia Academia Eclesiástica (diplomacia), todas em Roma.[1]

Foi ordenado persbítero em 26 de junho de 1949.[1][2] Foi vigário cooperador da Paróquia Santa Maria in Colle, em Bassano del Grappa. Trabalhou alguns meses na Secretaria de Estado da Santa Sé, antes de se tornar secretário da nunciatura nas Filipinas, cargo que exerceu entre 1960 e 1964; depois foi secretário da nunciatura na Espanha (1964-1968), de onde seguiu para a nunciatura em Lisboa, 1968. De 1969 a 1974, trabalhou na Secretaria de Estado, onde também foi chefe do Gabinete de Informação e Documentação. Em 26 de agosto de 1973, foi nomeado Prelado de honra de Sua Santidade.[1]

Nomeado pró-núncio apostólico no Quênia e delegado apostólico nas Seychelles em 17 de janeiro de 1976, foi consagrado arcebispo-titular de Amiterno em 28 de fevereiro, na Basílica de São Pedro, por Jean Villot, Cardeal Secretário de Estado, assistido por Duraisamy Simon Lourdusamy, arcebispo-emérito de Bangalore, secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos, e por Carlo Fanton, bispo-titular de Bennefa, bispo-auxiliar de Vicenza.[1][2] No Quênia também foi observador permanente perante os órgãos da Organização das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Habitat.[1] Foi transferido para a Nunciatura apostólica na Índia em 9 de maio de 1981 e, em 30 de abril de 1985, o primeiro pró-núncio no Nepal.[1][2] Depois foi transferido para a Nunciatura apostólica nos Estados Unidos, em 13 de junho de 1990, sendo também observador permanente perante a Organização dos Estados Americanos, onde permaneceu até 5 de novembro de 1998, quando foi nomeado Presidente da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica.[1][2]

Em 21 de janeiro de 2001, foi anunciada a sua criação como cardeal pelo Papa João Paulo II, no Consistório de 21 de fevereiro, em que recebeu o barrete vermelho e o título de Cardeal-diácono de Ss. Angeli Custodi a Città Giardino.[1][2]

Renunciou à presidência em 1 de outubro de 2002.[1][2] Em um consistório ordinário público, no dia 1 de março de 2008, foi confirmado pelo Papa Bento XVI como cardeal protodiácono do Colégio de Cardeais. Em outro consistório, este no dia 21 de fevereiro de 2011, o Papa Bento XVI o elevou de cardeal-diácono a ordem de cardeal-presbítero pro hac vice, dessa forma, deixando de ser o protodiácono.[1][2]

Agostino morreu no dia 5 de março de 2022, aos 95 anos de idade, na Cidade do Vaticano.[3]

ConclavesEditar

PublicaçõesEditar

  • Il dominio delle cose esteriori e la proprietà privata nel pensiero di S. Tommaso d'Aquino, Istituto padano di arti grafiche, Rovigo 1951.
  • Appunti sul rapporto tra economia e diritti, 1954.
  • Alle origini della delegazione apostolica nelle Filippine. La delegazione di mons. Placide-Louis Chapelle (1899-1901), Città del Vaticano 1962.
  • Italian missionaries in the Philippines, Manila 1964.
  • Amore e verità. La missione di un nunzio, Libreria Editrice Vaticana, Città del Vaticano 2001.
  • Due omelie salesiane, Libreria Editrice Vaticana, Città del Vaticano 2002.
  • Patrone d'Europa, Libreria Editrice Vaticana, Città del Vaticano 2002.
  • Indian church sharing. Dialogue and mission, Mar Thoma Togam, Roma 2003.
  • La nona Settimana Montiniana di Concesio (Brescia), Brescia 2008.
  • Prefazione in Paulo VI, Voi siete figli dei santi. Paolo VI ai carmelitani, Graphe.it edizioni, Perugia 2008 – ISBN 978-88-89840-38-2
  • L'Emmanuele, Dio con noi, Libreria Editrice Vaticana, Città del Vaticano – ISBN 978-88-209-8956-9

Referências

  1. a b c d e f g h i j The Cardinals of the Holy Roman Church
  2. a b c d e f g Catholic Hierarchy
  3. «È morto il cardinale Agostino Cacciavillan: aveva 95 anni - Vatican News». Vatican News (em italiano). 5 de março de 2022. Consultado em 5 de março de 2022 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Agostino Cacciavillan


Precedido por
Stanislao Amilcare Battistelli
 
Arcebispo-titular de Amiterno

19762001
Sucedido por
Timothy Paul Andrew Broglio
Precedido por
Pierluigi Sartorelli
 
Pró-Núncio apostólico no Quênia

19761981
Sucedido por
Giuseppe Ferraioli
Precedido por:
Luciano Storero
 
Pró-Núncio apostólico na Índia

19811990
Sucedido por:
Giorgio Zur
Precedido por:
Estabelecimento da Nunciatura
Pró-Núncio apostólico no Nepal
19851990
Precedido por:
Pio Laghi
 
Pró-Núncio apostólico nos Estados Unidos

Sucedido por:
Gabriel Montalvo Higuera
Observador da Organização dos Estados Americanos
19901998
Precedido por
Lorenzo Antonetti
 
Presidente da
Administração do Patrimônio da Sé Apostólica

19982002
Sucedido por
Attilio Nicora
Precedido por
Sebastiano Baggio
 
Cardeal-presbítero de
Santos Anjos da Guarda na Città Giardino

20012022
Pro hac vice desde 2011
Sucedido por
sede vacante
Precedido por
Darío Castrillón Hoyos
 
Protodiácono do Colégio dos Cardeais

2009 - 2011
Sucedido por
Jean-Louis Pierre Tauran