Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O cardeal Scipione Borghese foi cardeal-sobrinho do Papa Paulo V e seu Cardeal Secretário de Estado, cargo que na época se designava "Cardeal Sobrinho".
Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado atual.

Cardeal Secretário de Estado é o titular da Secretaria de Estado de Sua Santidade o Papa. Tem por atribuição dirigi-la, a qual é o mais antigo e importante dicastério da Cúria Romana. O cardeal secretário de Estado é encarregado da atividade política e diplomática da Santa Sé, e é conhecido como o "primeiro-ministro" da Santa Sé.

Desde 15 de outubro de 2013, serve como Secretário de Estado da Santa Sé o Cardeal Pietro Parolin.

Secretários de Estado entre 1551 e 1644Editar

Cardeais Secretários de Estado desde 1644Editar

  1. Giovanni Giacomo Panciroli (1644–1651)
  2. Fabio Chigi (1651–1655); eleito Papa Alexandre VII (1655–1667)
  3. Giulio Rospigliosi (1655–1667); eleito Papa Clemente IX (1667–1669)
  4. Decio Azzolini, o Jovem (1667–1669)
  5. Federico Borromeo, júnior (1670–1673)
  6. Francesco Nerli (1673–1676)
  7. Alderano Cibo (1676–1689)
  8. Giambattista Rubini (1689–1691)
  9. Fabrizio Spada (1691–1700)
  10. Fabrizio Paolucci (1700–1721) (1.° período)
  11. Giorgio Spinola (1721–1724)
  12. Fabrizio Paolucci (1724–1726) (2.° período)
  13. Niccolò Maria Lercari (1726–1730)
  14. Antonio Banchieri (1730–1733)
  15. Giuseppe Firrao sr (1733–1740)
  16. Silvio Valenti Gonzaga (1740–1756)
  17. Alberico Archinto (1756–1758)
  18. Ludovico Maria Torriggiani (1758–1769)
  19. Lazzaro Opizio Pallavicini (1769–1785)
  20. Inácio Caetano Boncompagni-Ludovisi (1785–1789)
  21. Francesco Saverio de Zelada (1789–1796)
  22. Ignazio Busca (1796–1797)
  23. Giuseppe Doria Pamphili (1797–1799)
  24. Ercole Consalvi, "pro-segretario" (1800); "segretario" (1800–1806)
  25. Filippo Casoni (1806–1808)
  26. Giulio Gabrielli, o Novo (1808–1814) - Giuseppe Doria Pamphilj, "pro-segretario" (1808); Bartolomeo Pacca, "pro-segretario" (1808–1814)
  27. Ercole Consalvi (1814–1823)
  28. Giulio Maria della Somaglia (1823–1828)
  29. Tommaso Bernetti, "pro-segretario" (1828–1829) (1.° período)
  30. Giuseppe Albani (1829–1830)
  31. Tommaso Bernetti, "pro-segretario" (1831); cardeal "segretario" (1831–1836) (2.° período)
  32. Luigi Emmanuele Nicolo Lambruschini (1836–1846)
  33. Tommaso Pasquale Gizzi (1846–1847)
  34. Gabriele Ferretti (1847–1848)
  35. Giuseppe Bofondi (1848–1848)
  36. Giacomo Antonelli (1848–1848)(1.° período)
  37. Anton Orioli (1848–1848), cardeal secretário interino
  38. Giovanni Soglia Ceroni (1848–1848)
  39. Giacomo Antonelli (1848–1876) (2.° período)
  40. Giovanni Simeoni (1876–1878)
  41. Alessandro Franchi (1878–1878)
  42. Lorenzo Nina 1878–1880)
  43. Luigi Jacobini (1880–1887)
  44. Mariano Rampolla (1887–1903)
  45. Rafael Merry del Val (1903–1914)
  46. Domenico Ferrata (Sept–Oct 1914)
  47. Pietro Gasparri (1914–1930)
  48. Eugenio Pacelli (1930–1939), eleito Papa Pio XII
  49. Luigi Maglione (1939–1944)
  50. Domenico Tardini (1958–1961)
  51. Amleto Giovanni Cicognani (1961–1969)
  52. Jean-Marie Villot (1969–1979)
  53. Agostino Casaroli (1979–1990)
  54. Angelo Sodano (1991–2006)
  55. Tarcisio Bertone (2006–2013)
  56. Pietro Parolin (2013–atual)

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.