Abrir menu principal

Aguiarnópolis é um município brasileiro do estado do Tocantins. Localiza-se a uma latitude 06º33'45" sul e a uma longitude 47º27'59" oeste, estando a uma altitude de 150 metros. Sua população estimada, para o ano de 2004 era de 3 449 habitantes. A cidade é conhecida por ser o ponto de travessia da Rodovia Belém-Brasília (BR-226), da Rodovia Transamazônica (BR-230) e da Ferrovia Norte-Sul sobre o Rio Tocantins, juntamente com o município vizinho de Estreito (MA) que forma uma conurbação com o município de Aguiarnópolis. A área total do município é de 239,81 km².

Município de Aguiarnópolis
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 26 de maio
Fundação 26 de maio de 1994
Gentílico aguiarnopolino
Prefeito(a) Ivan Paz da Silva (PRB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Aguiarnópolis
Localização de Aguiarnópolis no Tocantins
Aguiarnópolis está localizado em: Brasil
Aguiarnópolis
Localização de Aguiarnópolis no Brasil
06° 33' 46" S 47° 27' 57" O06° 33' 46" S 47° 27' 57" O
Unidade federativa Tocantins
Mesorregião Ocidental do Tocantins IBGE/2008 [1]
Microrregião Bico do Papagaio IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Estreito/Palmeira do Tocantins/Tocantinópolis
Distância até a capital 480 km km
Características geográficas
Área 235,391 km² [2]
População 5 158 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 21,91 hab./km²
Altitude 150 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,629 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 51 483,943 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 496,10 IBGE/2008[5]
Uma bucólica rua de Aguiarnópolis-TO, ao fundo a ponte Juscelino Kubitschek sobre o rio Tocantins.

Em Aguiarnopólis e Palmeiras, no Tocantins, foi construído o vertedouro com 14 comportas da Usina Hidrelétrica de Estreito.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ver tambémEditar