Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outras acepções, veja Alcaim.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Alcaim
28º Califa Abássida
Reinado 10311075
Antecessor(a) Alcair
Sucessor(a) Al-Muqtadi
Dinastia Abássida
Morte 1075
Filho(s) Maomé Dacirate
Pai Alcadir

Alcaim (em árabe: القائم, lit. 'Al-Qa'im') foi o califa abássida entre 1031 e 1075. Ele era filho do califa anterior Alcadir.

Índice

HistóriaEditar

Durante a primeira metade do longo reinado de Alcaim, não se passou um dia na capital sem que houvesse algum tipo de tumulto. Frequentemente a cidade passava períodos sem governo, pois o governante buída era obrigado a fugir para salvar a vida. E, neste ínterim, os seljúcidas apareceram.

Togrul conquistou a Síria, a Armênia e lançou seus olhos em Bagdá, justamente num momento em que a capital agonizava em rompantes de violência e fanatismo entre xiitas (os buídas) e sunitas (os turcos e a população). Com a desculpa de que estava a caminho de Meca para realizar a haje, Togrul entrou no Iraque com uma grande força militar. Assegurando o califa de suas intenções pacíficas e assumindo a sua subserviência à sua autoridade, ele implorou permissão para visitar a capital. Os turcos e os buídas eram contra, mas Togrul foi reconhecido como sultão pelo califa nas orações públicas. Dias depois, o próprio Togrul - tendo jurado ser fiel não apenas ao califa, mas também ao líder buída, Malique Raim, entrou triunfalmente em Bagdá e foi bem recebido tanto pelos governantes quanto pelo povo.

Em 1058, em Barém, uma disputa sobre a leitura da khutba em nome de Alcaim entre os membros da tribo Abdal Cais e os milenaristas ismaelitas chamados carmatas causou uma revolta liderada por Abul Balul alauam que derrubou o governo carmata e resultou no colapso completo do reino em al-Hasa em 1067[1].

InfluênciaEditar

Durante o reinado de Alcaim e no de seu pai, a literatura, especialmente a literatura persa, floresceu sob o patrocínio dos buídas. o filósofo persa (de Sogdiana) al-Farabi morreu em 950; Almutanebi, reconhecido no oriente como sendo o maior dos poetas árabes, em 965; e, o maior de todos, o iraniano Abul Ali Huceine ibne Abdalá ibne Sina (Avicena), em 1037.

Ver tambémEditar

Alcaim (califa abássida)
Nascimento: ? Morte: 1075
Precedido por:
Alcadir
Califas abássidas
1031–1075
Sucedido por:
Al-Muqtadi

Referências

  1. Curtis E. Larsen. Life and Land Use on the Bahrain Islands: The Geoarchaeology of an Ancient Society University Of Chicago Press, 1984 p65

BibliografiaEditar