Ali Mahdi Muhammad

político somali
(Redirecionado de Ali Mahdi)

Ali Mahdi Mohamed (somali: Cali Mahdi Maxamed, em árabe: علي مهدي محمد) (Jowhar, 1 de janeiro de 1939Nairóbi, 10 de março de 2021) foi um político somali que ocupou o cargo de presidente do seu país de 1991 a 2000. Ele subiu ao poder, quando o então presidente Mohamed Siad Barre foi forçado a sair do cargo. Mohamed, no entanto, não foi capaz naquele momento de exercer o controle sobre o país. Após isso, o país caiu na anarquia, apenas com os senhores da guerra locais e grupos separatistas armados com o poder real.[1]

Ali Mahdi Muhammad
Али Махди Мохамед в 2020 году
Nascimento 1 de janeiro de 1939
Jowhar, Somália
Morte 10 de março de 2021 (82 anos)
Nairóbi, Quênia
Cidadania Somália
Alma mater
Ocupação político, executivo
Religião Islão
Causa da morte COVID-19

Morreu em 10 de março de 2021, aos 82 anos de idade, em um hospital de Nairóbi[2] após contrair COVID-19.[3]

Referências

  1. «Somalia: Some key actors in the transitional process». IRIN. 6 de maio de 2005 
  2. Okuoro, Sara (11 de março de 2021). «Former Somalia President Ali Mahdi Muhammad dies in Nairobi». The Standard (em inglês). Consultado em 11 de março de 2021 
  3. «Former Somali president Ali Mahdi dies in Nairobi». Citizentv.co.ke (em inglês). Consultado em 11 de março de 2021 

Cargos políticos
Precedido por
Muhammad Siad Barre
Presidente da Somália
1991 – 2000
Sucedido por
Abdiqasim Salad Hassan
  Este artigo sobre um presidente é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.