Aliança dos Pequenos Estados Insulares

A Aliança dos Pequenos Estados Insulares (em inglês: Alliance of Small Island States - AOSIS) é uma coligação de países insulares e de pequena costa fundada em 1990. O principal objetivo da aliança é o de consolidar as vozes dos pequenos Estados insulares em desenvolvimento para enfrentar as alterações climáticas globais. A Aliança tem estado muito ativa desde o início da apresentação da primeira proposta de texto do Protocolo de Quioto em negociações desde 1994.

Aliança dos Pequenos Estados Insulares
Alliance of Small Island States (em inglês)
AOSIS members.png

Mapa-múndi indicandos os membros em verde escuro e os observadores em verde claro em março de 2008.
Tipo Organização internacional
Fundação 1990
Membros 39 membros plenos e 4 observadores
Sítio oficial www.sidsnet.org/aosis/

MembrosEditar

São 43 membros efetivos e observadores de todo o mundo, sendo 37 deles, membros das Nações Unidas. Assim, representa 28% dos países em desenvolvimento, 20% do total de membros da ONU e 5% da população mundial. Os membros plenos são a Antígua e Barbuda, Bahamas, Barbados, Belize, Cabo Verde, Comores, Ilhas Cook, Cuba, Chipre, Dominica, Fiji, Estados Federados da Micronésia, Granada, Guiné-Bissau, Guiana, Haiti, Jamaica, Kiribati, Maldivas, Malta, Ilhas Marshall, Maurícia, Nauru, Niue, Palau, Papua-Nova Guiné, Samoa, Singapura, Seicheles, São Tomé e Príncipe, Ilhas Salomão, São Cristóvão e Neves, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Suriname, Tonga, Trindade e Tobago, Tuvalu e Vanuatu.

Samoa Oriental, Guam, Antilhas Neerlandesas e Ilhas Virgens Americanas são os observadores.

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre relações internacionais, diplomacia ou sobre um diplomata é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.