Amália de Hesse-Homburgo

Cristiane Amália de Hesse-Homburgo (em alemão: Christiane Amalie; Bad Homburg vor der Höhe, 29 de junho de 1774Dessau, 3 de fevereiro de 1846)[1][2][3] foi condessa de Hesse-Homburgo por nascimento e princesa hereditária de Anhalt-Dessau pelo seu casamento com Frederico, Príncipe Hereditário de Anhalt-Dessau.

Amália
Condessa de Hesse-Homburgo
Retrato por Johann Heinrich Beck.
Princesa Hereditária de Anhalt-Dessau
Reinado 12 de junho de 179227 de maio de 1814
 
Cônjuge Frederico, Príncipe Hereditário de Anhalt-Dessau
Descendência Augusta, Princesa de Schwarzburg-Rudolstadt
Leopoldo IV de Anhalt-Dessau
Jorge Bernardo de Anhalt-Dessau
Paulo Cristiano de Anhalt-Dessau
Luísa Frederica, Condessa de Hesse-Homburgo
Frederico Augusto de Anhalt-Dessau
Guilherme Valdemar de Anhalt-Dessau
Casa Hesse-Homburgo
Ascânia (por casamento)
Nascimento 29 de junho de 1774
  Bad Homburg vor der Höhe, Condado de Hesse-Homburgo, Sacro Império Romano-Germânico (atual Hesse, Alemanha)
Morte 3 de fevereiro de 1846 (71 anos)
  Dessau, Principado de Anhalt-Dessávia, Confederação do Reno (atual Saxônia-Anhalt, Alemanha)
Pai Frederico V de Hesse-Homburgo
Mãe Carolina de Hesse-Darmstadt

FamíliaEditar

Amália foi a terceira filha e quinta criança nascida do conde Frederico V de Hesse-Homburgo e Carolina de Hesse-Darmstadt. Os seus avós paternos eram Frederico IV de Hesse-Homburgo e Ulrica Luísa de Solms-Braunfels. Os seus avós maternos eram Luís IX, Conde de Hesse-Darmstadt e Carolina do Palatinado-Zweibrücken.

Ela teve doze irmãos, entre eles: Frederico VI de Hesse-Homburgo, marido de Isabel do Reino Unido; Carolina, esposa de Luís Frederico II de Schwarzburg-Rudolstadt; Augusta, esposa de Frederico Luís, Grão-Duque Hereditário de Mecklemburgo-Schwerin; Maria Ana, esposa de Guilherme da Prússia, etc.

BiografiaEditar

No dia 12 de junho de 1792, aos dezessete anos, a jovem condessa casou-se com o príncipe Frederico, de vinte e três anos, na cidade de Homburgo. Ele era filho de Leopoldo III de Anhalt-Dessau e de Luísa de Brandemburgo-Schwedt.

 
Retrato de Amália com três de seus filhos pintados por Johann Friedrich August Tischbein, localizado no Palácio Georgium, em Dessau.

O casal teve sete filhos, cinco meninos e duas meninas. Seu marido faleceu em 27 de maio de 1814, aos 44 anos.

O poeta Friedrich Hölderlin dedicou-lhe um poema intitulado Aus stillem Hauße senden - An eine Fürstin von Dessau (Enviar de uma casa tranquila - a uma princesa de Dessau).

A princesa Amália faleceu em Dessau, no dia 3 de fevereiro de 1846, aos 71 anos de idade.

DescendênciaEditar

Títulos e estilosEditar

  • 29 de junho de 1774 – 12 de junho de 1792: Sua Alteza Condessa Amália de Hesse-Homburgo
  • 12 de junho de 1792 – 27 de maio de 1814: Sua Alteza A Princesa Hereditária de Anhalt-Dessau, Condessa de Hesse-Homburgo
  • 27 de maio de 1814 – 3 de fevereiro de 1846:Sua Alteza Sereníssima A Princesa Viúva Hereditária de Anhalt-Dessau, Condessa de Hesse-Homburgo

AncestraisEditar


 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Amália de Hesse-Homburgo

Referências

  1. «Angel Fire». angelfire.com 
  2. «Prabook». prabook.com 
  3. «The Peerage». thepeerage.com