Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Angelim (desambiguação).
Angelim
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Angelim
Bandeira
Brasão de armas de Angelim
Brasão de armas
Hino
Gentílico angelinense
Localização
Localização de Angelim em Pernambuco
Localização de Angelim em Pernambuco
Angelim está localizado em: Brasil
Angelim
Localização de Angelim no Brasil
Mapa de Angelim
Coordenadas 8° 53' 25" S 36° 17' 09" O
País Brasil
Unidade federativa Pernambuco
Municípios limítrofes norte: Jupi; sul: Palmeirina; leste: Canhotinho; oeste: São João (Pernambuco)
Distância até a capital 199 km
História
Fundação 1931
Aniversário 6 de junho
Administração
Prefeito(a) Márcio Douglas Cavalcanti Duarte (PSB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 118,032 km²
População total (estatísticas IBGE/2014[2]) 10 795 hab.
Densidade 91,5 hab./km²
Clima Tropical (As')
Altitude 631 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,572 baixo
PIB (IBGE/2012[4]) R$ 57 279 mil
PIB per capita (IBGE/2012[4]) R$ 5 522,45

Angelim é um município brasileiro do estado de Pernambuco. Administrativamente é constituído pelo distrito sede e pelos povoados de Quatro Bocas e São José.

EtimologiaEditar

O nome Angelim provém da existência de um angelim-amargoso frondoso sob o qual era realizada a feira semanal, onde hoje está localizada a rua São José.

HistóriaEditar

O núcleo de povoamento de Angelim surgiu em 1887, com a inauguração da Estação Ferroviária Segismundo Gonçalves, pertencente à Great Western. Pela ausência de veículos motorizados, no entorno da estação predominava o comércio agrícola. Após a instalação da via férrea, instalaram-se agricultores e comerciantes atraídos pela facilidade do transporte, até então feito por animais. O distrito foi criado pela Lei Municipal nº 42, de 22 de dezembro de 1908, com a denominação de Segismundo Gonçalves e subordinado a Garanhuns. Em 1º de Julho de 1909 através de uma lei estadual, foi elevado à categoria de vila, mudando a denominação para Palmeira. Na divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura o distrito com denominação de Palmeira e pertencendo ao município de Canhotinho. A emancipação política veio em 11 de Setembro de 1928, pela lei nº 1931, desmembrado dos municípios de Garanhuns e Canhotinho e com sede na povoação de Palmeira. O município foi instalado em 16 de Junho de 1931 e pelo decreto estadual nº 74 de 6 de Junho de 1931, a sede foi transferida da povoação de Palmeira (atualmente o município de Palmeirina) para Angelim. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 3 distritos: Angelim, Palmeira e Jupi. Em divisões territoriais datadas de 31 de Dezembro de 1936 e 31 de Dezembro de 1937, o município figura com 4 distritos: Angelim, Jupi, Palmeira e Ouricuri. Pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31 de março de 1938, o distrito de Ourucuri passou a denominar-se Pindorama. Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31 de Dezembro de 1943, o distrito de Pindorama passou a denominar-se Jucati e o distrito de Palmeira a denominar-se Palmeirina. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 4 distritos: Angelim, Jucati, Jupi e Pameirina. Pela lei estadual nº 419, de 31 de Dezembro de 1943, desmembra-se do município de Angelim o distrito de Palmeirina, que foi elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 1º de Janeiro de 1955, o município é constituído de 3 distritos: Angelim, Jucati e Jupi. Pela lei estadual nº 3331, de 31 de Dezembro de 1958, desmembram-se do município de Angelim os distritos de Jupi e Jucati que seja formado o novo município de Jupi. Em divisão territorial datada de de 1º de Julho de 1960, o município passa a ser constituído apenas do distrito sede, assim permanecendo até os dias atuais.[5]

GeografiaEditar

Localiza-se a 08º53'25" de latitude sul e 36º17'09" de longitude oeste, a uma altitude de 631 metros. Sua população em 2009 era de 10.385 habitantes.

Possui uma área de 118 km².

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[6] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

O relevo é típico da unidade geoambiental das Superfícies Retrabalhadas. A vegetação nativa é a floresta subperenifólia, com partes de floresta hipoxerófila.

O município está inserido nos domínios da bacia hidrográfica do rio Mundaú, tendo como seus principais cursos hidrográficos os os rios Canhoto e Inhaúma e os riachos Tamborim e do Esporão.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  5. cidades.ibge.gov.br https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pe/angelim/historico. Consultado em 24 de dezembro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  6. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro». Consultado em 28 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 15 de julho de 2010 .

Ligações externasEditar