Antônio de Bourbon

Rei consorte de Navarra
(Redirecionado de António de Bourbon)
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filho de Henrique IV da França, veja Antônio de Bourbon, Conde de Moret.
Antônio de Bourbon
Nascimento 22 de abril de 1518
La Fère
Morte 17 de novembro de 1562 (44 anos)
Les Andelys
Sepultamento collégiale Saint-Georges de Vendôme
Cidadania França
Progenitores Mãe:Francisca de Alençon
Pai:Carlos de Bourbon, duque de Vendôme
Cônjuge Joana III de Navarra
Filho(s) Henrique IV de França, Catarina de Bourbon, Carlo III di Borbone
Irmão(s) João, Conde de Soissons e Enghien, Luís I de Bourbon-Condé, Carlos, Cardeal de Bourbon, Francisco, Conde de Enghien, Margarida de Vendôme, Maria de Bourbon
Ocupação político
Arms of Charles de Bourbon.svg

Antônio (português brasileiro) ou António (português europeu) de Bourbon (em francês: Antoine de Bourbon; La Fère, Picardia, 22 de abril de 1518Les Andelys, Eure, 17 de novembro de 1562) foi rei consorte de Navarra, duque de Vendôme e pai do rei Henrique IV de França.

BiografiaEditar

Filho de Carlos de Bourbon, duque de Vendôme (1489-1537) e de Francisca de Alençon (1490-1550). Foi o irmão mais velho de Luís I de Bourbon, Príncipe de Condé e do Cardeal Carlos de Bourbon, chamado Carlos X pela Liga Católica.[1]

Era o primeiro Príncipe de Sangue e, a 20 de outubro de 1548, em Moulins, casou-se com Joana de Albret, rainha de Navarra, filha de Henrique II de Navarra e de Margarida de Angoulême.[1]

Foram pais de Henrique IV, o primeiro Bourbon a subir ao Trono de França.[1]

O seu irmão mais novo, Luís de Bourbon, primeiro Príncipe de Condé torna-se o chefe do partido protestante, enquanto que a rainha Catarina de Médicis, regente em nome do seu filho Carlos IX, o nomeia tenente-general do reino (1561) e governador do Delfinado[2].

Circunstâncias da sua morteEditar

Em 1562, durante a primeira guerra de religião, ele participa do lado católico no cerco de Ruão (1562), cidade detida pelos protestantes. A 16 de outubro, ele aproveita uma visita de inspeção para urinar contra as muralhas da cidade. Um tiro de arcabuz atinge-o. A ferida não parecia grave, e apenas o cirurgião do rei, Ambroise Paré, diagnosticou-lhe um fim sinistro[3]. António de Bourbon moreu pouco depois, a 17 de novembro de 1562 em Andelys na sequência desse ferimento. Este facto, inspirou a Voltaire o epitáfio: "Ami François, le prince ici gissant vécut sans gloire, et mourut en pissant"[4].

TítulosEditar

Casamento e descendênciaEditar

Do seu casamento com Joana de Albret, rainha de Navarra, nasceram cinco filhos dos quais apenas dois atingiram a idade adulta:

  1. Henrique (Henri) (15511553), duque de Beaumont, que morre asfixiado porque a sua governante mantinha-o muito enrolado numa manta aquecida[5].
  2. Henrique (Henri) (15531610), futuro rei de Navarra (Henrique III) e, depois, rei de França (Henrique IV);
  3. Luís Carlos (Louis Charles) (15551557), conde de Marle, foi vítima de uma brincadeira entre a ama e um pagem que atiravam o bebé de um para o outro até que ele cai por uma janela de um primeiro andar, vindo a falecer[6].
  4. Madalena (Madeleine) (15561556)
  5. Catarina (Catherine) (15591604), duquesa de Albret, Condessa de Armagnac e de Rodez, que casou com Henrique II, duque de Lorena e de Bar.

Da sua amante Luísa de La Béraudière du Rouhet, António teve um filho ilegítimo:


Antônio de Bourbon
Nascimento: 22 de abril 1518 Morte: 17 de novembro 1562
Nobreza da França
Precedido por
Carlos de Bourbon
 
Duque de Vendôme

de 25 de Março de 1537
a 17 de Novembro de 1562
Sucedido por
Henrique de Bourbon
Títulos reais
Precedido por
Margarida de Angoulême
 
Rei de Navarra
(por casamento)

de 25 de Maio de 1555
a 17 de Novembro de 1562
Sucedido por
Margarida de Valois

Referências

  1. a b c «Anthony Of Bourbon | king of Navarre». Encyclopædia Britannica (em inglês). Consultado em 31 de agosto de 2019 
  2. Chanoine Jules Chevalier, Essai historique sur la ville et l'église de Die, tomo III, 1909, pág. 167
  3. (em francês) Thomas Mosdi e Pauline Veschambes - Rouen - De Louis XI à la Révolution, Rouen, edições Petit à Petit, setembro de 2017
  4. em português: Amigo Francisco, o príncipe que aqui jaz vencido sem glória morreu mijando
  5. http://www2.culture.gouv.fr/public/mistral/joconde_fr?ACTION=RETROUVER&FIELD_1=DOMN&VALUE_1=&FIELD_2=Ctyob&VALUE_2=&FIELD_3=AUTR&VALUE_3=&FIELD_4=Clieu&VALUE_4=&FIELD_5=REPR&VALUE_5=&FIELD_6=Cdate&VALUE_6=&FIELD_7=Cdecv&VALUE_7=&FIELD_8=LOCA&VALUE_8=&FIELD_9=Mat%E9riaux%2Ftechniques&VALUE_9=&FIELD_10=Titre&VALUE_10=louis-charles&NUMBER=1&GRP=0&REQ=((louis-charles)%20%3ATITR%20)
  6. (em francês) Alexandre Petitot e Louis-Jean-Nicolas Monmerqué - Collection des mémoires relatifs à l'histoire de France, série 1t. 1-52, 1819-26; 1824 https://books.google.fr/books?id=7d6DpiNoZP0C&pg=PA231}}.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antônio de Bourbon