Apeadeiro de Oronhe

apeadeiro em Águeda, Portugal

O Apeadeiro de Oronhe é uma gare do Ramal de Aveiro, que serve o lugar de Oronhe, no Distrito de Aveiro, em Portugal.

Oronhe
Identificação: 42176 ORO (Oronhe)[1]
Denominação: Apeadeiro de Oronhe
Administração: Infraestruturas de Portugal (norte)[2]
Classificação: A (apeadeiro)[1]
Linha(s): Ramal de Aveiro (PK 17+174)
Altitude: 20 m (a.n.m)
Coordenadas: 40°34′19.47″N × 8°28′36.33″W

(=+40.57208;−8.47676)

Mapa

(mais mapas: 40° 34′ 19,47″ N, 8° 28′ 36,33″ O; IGeoE)
Município: border link=ÁguedaÁgueda
Serviços:
Estação anterior Comboios de Portugal Comboios de Portugal Estação seguinte
Casal Álvaro
Aveiro
  R   Águeda
terminal
Macinhata
Sernada V.

Endereço: Rua do Salseiro, s/n
Oronhe
PT-3750-404 Espinhel AGD
Inauguração: [quando?]
Website:
O apeadeiro de Oronhe, em 2010.

Descrição

editar

É o interface mais meridional da Linha do Vouga.[carece de fontes?]

Serviços

editar

Em dados de 2022, esta interface é servida por comboios de passageiros da C.P. de tipo regional, com onze circulações diárias em cada sentido, entre Aveiro e Sernada do Vouga (três destas encurtadas a Águeda ou a Macinhata do Vouga); como habitual nos apeadeiros desta linha, trata-se de uma paragem condicional, devendo os passageiros avisar antecipadamente o revisor para desembarques e assinalar da plataforma ao maquinista para embarques.[3]

História

editar

Esta interface insere-se no troço entre as estações de Albergaria-a-Velha e Aveiro da rede ferroviária do Vouga, que foi inaugurado em 8 de Setembro de 1911[4], tendo sido construído pela Compagnie Française pour la Construction et Exploitation des Chemins de Fer à l'Étranger.[5] (Em 1 de Janeiro de 1947, a gestão da rede do Vouga passaria a ser assegurada pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.)[6]

Oronhe não consta ainda dos horários da Linha do Vouga em 1939,[7] tendo sido criado posteriormente.[quando?] Em 1985 era ainda um ponto de paragem na linha, com infraestrutura mínima, sem plataformas nem abrigo para os passageiros[8] — que foram mais tarde[quando?] edificados.

Ver também

editar

Referências

  1. a b (I.E.T. 50/56) 56.º Aditamento à Instrução de Exploração Técnica N.º 50 : Rede Ferroviária Nacional. IMTT, 2011.10.20
  2. Diretório da Rede 2025. I.P.: 2023.11.29
  3. Horário Comboios : Aveiro ⇄ Sernada ⇄ Espinho (em vigor desde 2018.09.09)
  4. «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. pp. 528–530. Consultado em 7 de Maio de 2015 
  5. TORRES, Carlos (16 de Março de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 71 (1686). pp. 133–140. Consultado em 7 de Maio de 2015 
  6. AGUILAR, Busquets de (1 de Junho de 1949). «A Evolução História dos Transportes Terrestres em Portugal» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 62 (1475). pp. 383–393. Consultado em 7 de Maio de 2015 
  7. Caminhos de Ferro do Vale do Vouga : Combóio n.º 107Gazeta dos Caminhos de Ferro 1240 (=51:16) (1939.08.16): p.398 (em vigor desde 1 de agosto de 1939)
  8. (anónimo): Mapa 20 : Diagrama das Linhas Férreas Portuguesas com as estações (Edição de 1985), CP: Departamento de Transportes: Serviço de Estudos: Sala de Desenho / Fergráfica — Artes Gráficas L.da: Lisboa, 1985

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.