Arquidiocese de Berlim

Arquidiocese de Berlim
Archidiœcesis Berolinensis
Localização
País Alemanha
Território Karte Kirchenprovinz Berlin.png
Dioceses sufragâneas Dresden-Meißen, Görlitz
Estatísticas
População 5 934 909
412 700 católicos (2 017)
Área 31 200 km²
Paróquias 103
Sacerdotes 352
Informação
Rito romano
Criação da diocese 13 de agosto de 1930 (90 anos)
Elevação a arquidiocese 27 de junho de 1994 (26 anos)
Catedral Catedral de Santa Edwiges
Governo da arquidiocese
Arcebispo Heiner Koch
Bispo auxiliar Matthias Heinrich
Bispo auxiliar emérito Wolfgang Weider
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Página oficial www.erzbistumberlin.de
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Berlim (Archidiœcesis Berolinensis, Erzbistum Berlin) é uma arquidiocese da Igreja Católica situada em Berlim, na Alemanha. Foi erigida a partir da elevação da Diocese de Berlim, criada em 13 de agosto de 1930. Sua é a Catedral de Santa Edwiges.

Coat of Arms of the Roman Catholic Archdiocese of Berlin.svg

Possui 103 paróquias, contando com 7% da população jurisdicionada batizada e com 352 padres[1].

HistóriaEditar

A evangelização do território da Arquidiocese de Berlim ocorreu a partir da primeira metade do século XII e é devido às viagens missionárias de Dom Oto de Bamberg. Originalmente, essas terras estavam sob a jurisdição das dioceses de Brandenburgo, Havelberg, Kamien e Lebus.

A diocese foi erigida em Berlim, em 13 de agosto de 1930 com a bula papal Pastoralis officii nostri do Papa Pio XI, que suprimiu a administração apostólica de Berlim e deu nova diocese à província eclesiástica da Arquidiocese de Wrocław.[2]

Durante o período nazista o reitor da Catedral Bernhard Lichtenberg foi preso e deportado para o campo de concentração de Dachau para orar pelos judeus perseguidos. Ele morreu em Dachau em 5 de setembro de 1943 e foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 23 de junho de 1996.

Em 28 de junho de 1972 cedeu a parte da diocese, que estava no território da Polónia em favor da ereção da Diocese de Szczecin–Kamień (hoje Arquidiocese), de Koszalin–Kołobrzeg e Zielona Góra–Gorzów.

Em 27 de junho de 1994, sob a bula Certiori christifidelium do Papa João Paulo II foi elevada à categoria de Arquidiocese Metropolitana, que tem como sufragâneas as dioceses de Görlitz e Dresden-Meißen.[3]

A arquidiocese foi visitada pelo Papa Bento XVI em 22 e 23 de setembro de 2011.

PreladosEditar

BisposEditar

# Nome[4] Período[4] Notas[4]
Arcebispos[4]
Heiner Koch 2015 - Atual
Rainer Maria Cardeal Woelki 2011 - 2014 Nomeado Arcebispo de Colônia
Georg Maximilian Cardeal Sterzinsky 1994 - 2011
Bispos[4]
Georg Maximilian Cardeal Sterzinsky 1989 - 1994
Joachim Cardeal Meisner 1980 - 1988 Nomeado Arcebispo de Colônia
Alfred Cardeal Bengsch 1961 - 1979
Julius August Cardeal Döpfner 1957 - 1961 Nomeado Arcebispo de Munique e Freising
Wilhelm Weskamm 1951 - 1956
Konrad von Preysing Cardeal Lichtenegg-Moos 1935 - 1950
Nikolaus Bares 1933 - 1935
Christian Schreiber 1930 - 1933
Bispos auxiliares[4]
Matthias Heinrich 2009 – atual
Wolfgang Weider 1982 – 2009
Johannes Kleineidam 1970-1981
Heinrich Theissing 1963 - 1970 Nomeado Bispo-coadjutor de Schwerin
Alfred Bengsch 1959 - 1961
Paul Tkotsch 1948 - 1963
Administrador Apostólico
Matthias Heinrich 2011

Referências

  1. Dados de 2017
  2. «Bula Pastoralis officii nostri, AAS 23 (1931), p. 34» (PDF) (em latim) 
  3. «Bula Certiori christifidelium» (em latim) 
  4. a b c d e f Catholic Hierarchy

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Berlim