Abrir menu principal
Macaé Basquete
Associação Macaé de Basquete.png
Nome Associação Macaé de Basquete
Alcunhas Macaé
Torcedor Macaense
Fundação 2001 (como TC Macaé)
Ginásios Ginásio do Tênis Clube de Macaé (Juquinha)
Capacidade 2.000 pessoas
Localização Macaé, RJ, Brasil
Presidente Maria Florêncio
Website www.macaebasquete.com.br
editar

A Associação Macaé de Basquete, ou simplesmente Macaé Basquete, é um time brasileiro de basquete com sede em Macaé, Brasil.

HistóriaEditar

A história do Macaé Basquete começa em 2001,[1] com a participação do Tênis Clube Macaé no campeonato estadual do Rio de Janeiro.[2] Em 2002, a Liga Macaense de Basketball passa a dirigir o projeto macaense. O ano de 2004 foi especial para a equipe do norte fluminense, que conseguiu dois títulos: o Rio Open e os Jogos Abertos do Interior. Em 2005, o clube disputa pela primeira vez o Campeonato Brasileiro, quando este ainda tinha a organização da CBB.[3] Em 2009, a Associação Macaé de Basquete foi criada para dar continuidade à Liga Macaense. Porém, a equipe reiniciou suas atividades apenas em 2012, com as categorias de base. O time adulto do Macaé Basquete retornou em 2013 e preencheu a lacuna deixada pela outra equipe, o Macaé Sports. A população de Macaé acolheu a equipe e lotou o Ginásio Juquinha em todos os jogos da equipe durante a campanha para participar do Novo Basquete Brasil.

Para garantir a vaga no NBB, o Macaé teve que jogar primeiro a Copa Brasil Sudeste de Basquete de 2013,[4] onde os três melhores times do torneio estariam classificados para a Supercopa Brasil de Basquete. Na primeira fase, a equipe conseguiu o primeiro lugar, com oito vitórias e duas derrotas. O time macaense conseguiu chegar às semifinais, mas foi eliminado pelo Fluminense. No final, Macaé, Rio Claro e Fluminense se classificaram para o torneio nacional, a Supercopa Brasil, que reuniu as melhores equipes de torneios regionais.[5] Na Supercopa, o Macaé terminou a primeira fase em primeiro lugar no Grupo A, com duas vitórias e nenhuma derrota. Na semifinal, a equipe enfrentou o Rio Claro novamente, mas desta vez conseguiu a vitória, qualificando-se para a final e, consequentemente, para o Torneio de Acesso/Descida ao NBB. O Macaé foi derrotado na final pelo Fluminense, mas ambas as equipes ganharam o direito de jogar, em um grupo de três equipes, um torneio de acesso ao NBB com o penúltimo do NBB 2012-13, o Tijuca Tênis Clube.[6] Com uma vitória e uma derrota, a equipe terminou o torneio em segundo lugar, atrás do Tijuca, que conseguiu duas vitórias em dois jogos. Assim, o Tijuca conseguiu se manter na elite do basquete brasileiro, enquanto o Macaé conseguiu participar do NBB pela primeira vez, voltando ao cenário nacional depois de oito anos.[7]

Na primeira participação no NBB, a equipe terminou em 13º, a uma posição da zona dos playoffs, obtendo uma campanha de 13 vitórias e 19 derrotas. No NBB 2014-15, o time macaense se classificou para os playoffs ao ficar com a 12º vaga. Nas oitavas, enfrentou o quinto colocado Minas e, mesmo sem ter a vantagem do mando de quadra, bateu os mineiros por 3 a 1. Nas quartas, fez uma série totalmente equilibrada contra o Mogi das Cruzes e após cinco jogos foi superado pela equipe de São Paulo, terminando na oitava colocação, a sua melhor participação em Campeonatos Brasileiros. No NBB 2015-16, o Macaé Basquete conquistou apenas seis vitórias em 28 jogos, ficando em último lugar no certame. Devido à desistência do São José e do Rio Claro, o time carioca não foi rebaixado à Liga Ouro. No NBB 9, mais uma vez alcança os playoffs com a 12ª posição. Nas oitavas, apesar de fazer três jogos bons, o Macaé foi derrotado pelo Bauru, que viria a ser o campeão brasileiro daquela temporada. Embora não tenha sido rebaixado, o time do norte fluminense preferiu, por questões financeiras, diputar a Liga Ouro de 2018 na temporada 2017-18.[8] No torneio, a agremiação macaense ficou em quarto lugar, ao ser derrotada na semifinal pelo Corinthians. Desde então, o Macaé Basquete está afastado das competições adultas, mas segue em atividade e desenvolvendo projetos sociais na cidade, como o Basquete na praça e o Basquete sobre rodas.

TítulosEditar

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
  Torneio Carioca 1 2013[9]

  Outros TorneiosEditar

Torneio Rio Open: 2004.
Jogos Abertos do Interior do RJ: 2004.
Jogos Abertos Brasileiros: 2005.

Campanha de destaqueEditar

Vice-campeão da Super Copa Brasil: 2013.
Vice-campeão do Campeonato Carioca: 3 vezes (2013, 2014 e 2015).
★ Vice-campeão do Torneio Carioca: 2 vezes (2014 e 2015).

Elenco atualEditar

Macaé Basquete (Basquete masculino)
Jogadores Comissão Técnica
Pos. # País Nome Altura Nascimento Último Clube
Técnico
Auxiliar Técnico
  • Bruno Gonzalez
Outros Membros
  • Walter Rui Bandeira Júnior (Supervisor)
  • Anderson Couto dos Santos (Preparador Físico)
  • Hugo Medeiros Souza (Fisioterapeuta)
  • Renan Gitony Pereira Pimentel (Estatístico)
  • Jeferson Araújo da Silva (Mordomo)



Legenda
  • (C) Capitão
  • (S) Suspenso
  • (J) Juvenil
  •   Contundido


Ligações externasEditar

  Este artigo sobre basquetebol é um esboço relacionado ao Projeto Basquetebol. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Notas e referênciasEditar

  1. «Nossa história» 
  2. Federação de Basquetebol do Estado do Rio de Janeiro. «FBERJ - Relatório 2001» (PDF). Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  3. «16º Campeonato Nacional Masculino». www.cbb.com.br. Consultado em 18 de abril de 2017 
  4. [1] Site CBB — acessado em 24 de junho de 2013
  5. [2] Site CBB — acessado em 24 de junho de 2013
  6. «Eu fico! | LNB». lnb.com.br. Consultado em 6 de outubro de 2015 
  7. [3] Site Prefeitura de Macaé — acessado em 24 de junho de 2013
  8. «Na Liga Ouro». lnb.com.br. Consultado em 15 de março de 2019 
  9. Macaé Basquete bate o Tijuca e fica com o título do Torneio Carioca http://globoesporte.globo.com