Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A auto-organização é a propriedade de alguns sistemas físicos com muitos constituintes, de exibirem comportamentos que não são facilmente previsíveis tendo conhecimento apenas das interações entre os constituintes desse sistema. Podemos dizer então que a auto-organização é a capacidade apresentada por alguns sistemas de criar padrões de comportamentos não previsiveis, descentralizados. Em alguns casos de crescente adaptalidade.

Os sistemas auto-organizativos são caracterizados por apresentar descentralidade na organização dos padrões de comportamento que são formados pelas interações locais de seus constituintes.

Ser Auto-organizado - PsicologiaEditar

O homem é um ser auto-organizado, visto que cria ordem e sentido ao conjunto das suas experiências. Através desta auto-organização, um indivíduo organiza-se no seu envolvimento com o mundo. A forma como cada um processa, interpreta, atribui significados e organiza, íntima e subjectivamente - auto-organização.


As capacidades humanas dependem das condições do meio e os estímulos apreendidos conduzem a processos de adaptação que se refletem no desenvolvimento do cérebro - (processo auto-organizado).

O homem é um ser auto-organizado quando cria ordem e sentido nas suas experiências através de como processa, interpreta, atribui significados e organiza as suas ideias.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  • Colóquio de Cérisy, França, junho de 1981 - A AUTO-ORGANIZAÇÃO, DA FÍSICA À POLÍTICA (por Dumouchel e Jean-Pierre Dupuy) - anais com 562 págs. [1]
  Este artigo sobre evolução é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.