Azim do Brunei

Azim do Brunei (nascido Yang Teramat Mulia Paduka Seri Duli Pengiran Muda Haji 'Abdul 'Azim;[carece de fontes?] 29 de julho de 198224 de outubro de 2020)[1][2] foi o segundo filho do sultão Hassanal Bolkiah e a quarta pessoa na linha de sucessão ao trono do Brunei.[carece de fontes?]

Azim
Príncipe do Brunei
Nascimento 29 de julho de 1982
  Bandar Seri Begauã[carece de fontes?]
Morte 24 de outubro de 2020 (38 anos)
Casa Bolkiah[carece de fontes?]
Pai Hassanal Bolkiah[carece de fontes?]
Mãe Pengiran Isteri Mariam[carece de fontes?]

Em abril de 2019, quando o país anunciou sua intenção de punir a homossexualidade com pena de morte, o blogueiro Perez Hilton alegou que o príncipe Azim também era gay.[3] De acordo com a CNN, a imposição de leis mais rígidas para a homossexualidade poderia ser uma tentativa do sultão de "limpar a imagem de sua família", sendo que Azim seria "[...] bem conhecido por realizar festas extravagantes com convidadas que incluem Pamela Anderson, Janet Jackson e Mariah Carey."[4]

Morreu em 24 de outubro de 2020, aos 38 anos.[5]

Referências

  1. Ricky Aggarwal (13 de junho de 2019). «THE WORLD'S MOST ELIGIBLE MUSLIM ROYALS 2014: CHARMING PRINCES». Aquila Style. Consultado em 10 de julho de 2019 
  2. ndrew Alderson (20 de junho de 2019). «Prince Azim of Brunei throws party of the year». Telegraph. Consultado em 10 de julho de 2019 
  3. Akshay Pai (5 de abril de 2019). «Perez Hilton alleged Sultan of Brunei's son Abdul Azim is gay in bombshell video claim». Meaww. Consultado em 10 de julho de 2019 
  4. Rebecca Wright (9 de abril de 2019). «Is the sultan of Brunei imposing Sharia law to clean up his family's image?». CNN. Consultado em 10 de julho de 2019 
  5. «Anak Sultan Brunei, Pengiran Muda Abdul Azim, mangkat». Berita Harian (em malaio). 24 de outubro de 2020. Consultado em 24 de outubro de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.