Backlash (2016)

Backlash (2016) foi o 12º evento Backlash de luta livre profissional e transmissão ao vivo produzido pela WWE. Foi realizado exclusivamente para lutadores da divisão da marca SmackDown da promoção. O evento ocorreu em 11 de setembro de 2016, no Richmond Coliseum em Richmond, Virgínia. Foi o primeiro Backlash realizado desde o evento de 2009, tornando-se posteriormente o primeiro a ser transmitido no serviço de streaming online da WWE, o WWE Network, lançado em 2014, e foi o único Backlash a ser realizado em setembro. Após a reintrodução da extensão da marca em julho de 2016, o Backlash foi o primeiro PPV exclusivo da marca da segunda divisão da marca e foi o primeiro PPV exclusivo da marca realizado desde No Way Out em 2007. Ao contrário das edições anteriores do Backlash, o evento de 2016 foi não realizada após a WrestleMania; em vez disso, foi realizado após o SummerSlam daquele ano.

Backlash
Pôster Backlash 2016.jpg
Pôster promocional do evento, apresentando Dean Ambrose.
Detalhes
Promoção WWE
Programa(s) SmackDown
Data 11 de setembro de 2016
Público 7.000[1]
Local Richmond Coliseum
Cidade Estados Unidos Richmond, Virgínia
Cronologia de eventos do WWE Network
← Anterior
SummerSlam
Próximo →
Cruiserweight Classic
Cronologia do Backlash
← Anterior
2009
Próximo →
2017

Sete lutas foram agendadas no card do evento, e uma adicional no Kickoff. No evento principal, AJ Styles derrotou Dean Ambrose para ganhar o Campeonato Mundial da WWE, tornando-o o primeiro lutador desde Kurt Angle a conquistar títulos mundiais na WWE, Total Nonstop Action Wrestling (agora Impact Wrestling) e New Japan Pro-Wrestling. O evento também determinou os campeões inaugurais das divisões feminina e de duplas do SmackDown, que foram vencidas por Becky Lynch e a equipe de Heath Slater e Rhyno, respectivamente.

Ao contrário da grande maioria dos eventos pay-per-view da WWE, o Backlash de 2016 não teve um lançamento em DVD ou Blu Ray.[2]

ProduçãoEditar

ConceitoEditar

O Backlash é um evento pay-per-view que foi estabelecido pela WWE em 1999 (então conhecida como World Wrestling Federation) como o evento anual pós-WrestleMania até 2009. O evento de 2009 foi o evento final do Backlash realizado até 2016. Em julho de 2016, a WWE reintroduziu a extensão de marcas, onde novamente dividiu o seu plantel entre as marcas Raw e SmackDown, representadas pelos programas com o mesmo nome. Por sua vez, cada marca tinha seus próprios eventos pay-per-view exclusivos, o que exigia mais programas. O Backlash foi posteriormente trazido de volta como um pay-per-view exclusivo do SmackDown, embora tenha seguido o SummerSlam daquele ano, encerrando a tradição anterior do show de ser um evento pós-WrestleMania. Foi o décimo segundo evento na cronologia do Backlash e o primeiro show exclusivo da segunda divisão de marcas.[3][4][5]

RivalidadesEditar

 Ver artigo principal: Luta profissional

O Backlash apresentou oito lutas, incluindo uma no pré-show, que resultaram de enredos roteirizados, onde os lutadores retratavam vilões, heróis ou personagens menos distinguíveis em eventos roteirizados que criaram tensão e culminaram em uma luta ou série de lutas, com resultados pré-determinados pelos escritores da WWE,[6][7] enquanto as histórias foram desenvolvidas nos principais programas de televisão da WWE, Monday Night Raw e SmackDown Live.[8]

No SummerSlam, Dean Ambrose reteve o WWE World Championship contra Dolph Ziggler, enquanto AJ Styles derrotou John Cena.[9] No SmackDown seguinte, Styles provocou Ziggler sobre sua derrota, provocando-o a atacar Styles. Mais tarde, Styles foi declarado o desafiante número um ao WWE World Championship no Backlash, o que levou Ziggler a exigir uma chance pelo título. Styles derrotaria Ziggler no evento principal do episódio de 23 de agosto do SmackDown Live, para evitar que a luta pelo título se transformasse em uma luta triple threat envolvendo Ziggler.[10] No episódio de 30 de agosto, uma luta não válida pelo título entre Ambrose e Baron Corbin terminou em desqualificação quando Styles, que estava nos comentários como convidado para a luta, interferiu para atacar Ambrose. Uma briga entre os três que se seguiu culminou com Styles escarranchado na corda superior.[11] Uma semana depois, Ambrose zombou do fim de Styles no show da semana anterior, causando um confronto entre ele e Styles, levando Styles a acertar Ambrose com um golpe baixo.[12]

No WWE Draft de 2016 da WWE, a Campeã Feminina da WWE Charlotte foi convocada para o Raw, deixando o SmackDown sem um título feminino. No episódio de 23 de agosto do SmackDown Live, o WWE SmackDown Women's Championship foi revelado, e um Six-Pack Challenge de eliminação entre Alexa Bliss, Becky Lynch, Carmella, Naomi, Natalya e Nikki Bella foi agendado para Backlash para coroar a campeã inaugural. Bella havia retornado de uma lesão duas noites antes no SummerSlam, quando se juntou a Natalya e Alexa Bliss para substituir a suspensa Eva Marie em uma luta de trios contra Becky Lynch, Carmella e Naomi.[13][9] Nikki foi definida para enfrentar Carmella após a revelação do título, que ela havia derrotado no SummerSlam. Em vez disso, no entanto, Carmella se tornou uma heel atacando Nikki durante uma entrevista e novamente durante o Talking Smack, o pós-show do SmackDown.[10] No episódio seguinte do SmackDown Live, Carmella mais uma vez atacou Nikki, que fez comentários sobre uma luta de duplas ocorrendo entre suas outras oponentes no Backlash.[11] No episódio de 6 de setembro, as seis mulheres tiveram um fórum conduzido pelo Gerente Geral Daniel Bryan, que terminou em uma briga, fazendo com que uma luta de trios fosse anunciada, com a equipe de Nikki Bella, Becky Lynch, e Naomi enfrentando Natalya, Alexa Bliss e Carmella. A luta terminou com Carmella obrigando Nikki a se submeter ao Code of Silence.[12]

Também no WWE Draft de 2016, os Campeões de Duplas da WWE The New Day foram convocados para o Raw, que também deixou a marca SmackDown sem um título de duplas. No episódio de 23 de agosto do SmackDown Live, o WWE SmackDown Tag Team Championship foi revelado, e um torneio para coroar os campeões inaugurais foi então organizado, com a final do torneio marcada para o Backlash. Originalmente programado para ser um torneio de seis equipes entre American Alpha, The Ascension, Breezango, The Hype Bros, The Usos e The Vaudevillains, Heath Slater, que ainda estava tentando ganhar um contrato do SmackDown após ter sido deixado de fora do draft da WWE, foi concedida entrada no torneio com a condição de que ele deveria encontrar um parceiro e ganhar o torneio para ganhar um contrato. Rhyno, que havia derrotado Slater para ganhar um contrato semanas antes, concordou em ser seu parceiro. Nas quartas de final, The Usos e American Alpha avançaram com vitórias sobre The Ascension e Breezango, respectivamente.[10] Na semana seguinte, The Hype Bros, assim como Slater e Rhyno, avançariam mais tarde com vitórias sobre The Vaudevillains e The Headbangers (que foram adicionados ao torneio), respectivamente.[11] No episódio de 6 de setembro, American Alpha e a equipe de Slater e Rhyno avançaram com vitórias sobre The Usos e The Hype Bros, respectivamente.[12] No entanto, The Usos iriam atacar American Alpha após sua luta, fazendo com que Chad Gable sofrersse uma lesão na perna. Devido a isso, American Alpha foi excluído da final do torneio, e uma luta entre The Usos e The Hype Bros foi marcada para o Backlash, com os vencedores substituindo American Alpha na final contra Slater e Rhyno.[14]

No episódio de 23 de agosto do SmackDown Live, Bray Wyatt confrontou Randy Orton. Na semana seguinte, Wyatt desafiou Orton para uma luta no Backlash, que Orton aceitou.[11] No episódio de 6 de setembro, Wyatt afirmou que Orton ficou fraco após sua luta no SummerSlam, e seria o único a iniciar a mudança em Orton. Orton mais tarde responderia a Wyatt, zombando de suas mensagens, fazendo com que uma luta entre os dois fosse agendada para o Backlash.[12]

Na edição de 23 de agosto do Talking Smack, o Campeão Intercontinental The Miz fez um discurso sobre o Gerente Geral Daniel Bryan, em resposta aos comentários de Bryan sobre ele lutando "como um covarde" e "alguém que tem medo de ser atingido".[15] No episódio da semana seguinte do SmackDown Llive, Dolph Ziggler confrontou The Miz, concordando com Bryan para incitar The Miz em uma luta pelo Intercontinental Championship. Depois de também insultar The Miz por ser "um covarde", Bryan escalou The Miz para defender seu Intercontinental Championship contra Ziggler no Backlash.[11] No episódio de 6 de setembro do SmackDown, The Miz deu um tapa em Ziggler, que estava fornecendo comentários para a luta de The Miz contra Apollo Crews, antes de fugir.[12]

EventoEditar

Equipe de transmissão
Função: Nome:
Comentaristas em inglês Mauro Ranallo
John "Bradshaw" Layfield
David Otunga
Comentaristas em espanhol Carlos Cabrera
Marcelo Rodríguez
Comentaristas em alemão Sebastian Hackl
Carsten Schaefer
Anunciador de ringue Greg Hamilton
Árbitros Charles Robinson
Dan Engler
Jason Ayers
Mike Chioda
Entrevistadoras Renee Young
Charly Caruso
Painel do pré-show Renee Young
Booker T
Jerry Lawler
Lita

Pré-showEditar

Durante o pré-show do Backlash, Baron Corbin enfrentou Apollo Crews. O fim veio quando Corbin executou o "End of Days" em Crews para vencer a luta.[16]

Lutas preliminaresEditar

O card principal do pay-per-view abriu com o Six-Pack Challenge pelo SmackDown Women's Championship envolvendo Becky Lynch, Alexa Bliss, Carmella, Naomi, Natalya e Nikki Bella. Bliss foi eliminada por Naomi após uma combinação de Diving Neckbreaker/Powerbomb com Natalya. Natalya então eliminou Naomi, forçando-a a se submeter ao "Sharpshooter". Nikki eliminou Natalya após um "Fireman's Carry Cutter", mas foi imediatamente eliminada por Carmella com um roll-up. Lynch forçou Carmella a se submeter ao "Dis-arm-her" para vencer a luta e o título.[16]

Em seguida, The Usos (Jey e Jimmy Uso) enfrentaram The Hype Bros (Mojo Rawley e Zack Ryder) para se classificarem para as finais do torneio pelo SmackDown Tag Team Championship. No final, Jimmy forçou Ryder a se submeter ao "Tequila Sunrise" para vencer a luta e se qualificar para a final do torneio contra Heath Slater e Rhyno.[16]

Depois disso, The Miz defendeu o Intercontinental Championship contra Dolph Ziggler. Durante a luta, Miz aplicou o "Figure Four Leglock", mas Ziggler alcançou as cordas. Ziggler aplicou um Superkick em Miz, que colocou o pé na corda para quebrar o pinfall. Enquanto Miz distraia o árbitro, Maryse pulverizou um objeto desconhecido em Ziggler, permitindo que Miz executasse um "Skull Crushing Finale" em Ziggler para reter o título.[16]

Randy Orton estava escalado para enfrentar Bray Wyatt, mas Wyatt o atacou no início do evento. Orton foi então considerado incapaz de competir, e Wyatt foi declarado o vencedor por desistência. Em vez disso, Wyatt enfrentou Kane em uma luta No Holds Barred, para substituir Orton. Durante a luta, Wyatt executou um Running Senton através de uma mesa de transmissão em Kane. Kane executou um Chokeslam em Wyatt para uma contagem de dois. No final, Orton interferiu e atacou Wyatt com um "RKO", levando Kane a executar um segundo Chokeslam em Wyatt para vencer a luta.[16]

Mais tarde, Heath Slater e Rhyno enfrentaram The Usos pelo SmackDown Tag Team Championship. Rhyno executou um Gore em Jimmy enquanto o árbitro estava distraído, com Slater conseguindo o pinfall, para vencer os títulos e consequetemente um contrato com o SmackDown.[16]

Evento principalEditar

Ficheiro:AJ-Styles-Will-Defend-the-WWE-Championship-Against-Dean-Ambrose-at-WWE-TLC.jpg
AJ Styles derrotou Dean Ambrose para vencer o WWE World Championship, tornando-se o primeiro lutador desde Kurt Angle a vencer os títulos mundias da WWE, TNA e NJPW

No evento principal, Dean Ambrose defendeu o WWE World Championship contra AJ Styles. Durante a luta, Styles aplicou um "Calf Crusher" em Ambrose, mas Ambrose tocou nas cordas. Styles reaplicou o "Calf Crusher", mas Ambrose escapou. Styles executou um "Springboard 450 Splash" em Ambrose para uma contagem de dois. Ambrose jogou Styles por cima da barricada e mergulhou sobre ele de uma mesa de transmissão. No final, Ambrose tentou aplicar um "Dirty Deeds", mas Styles empurrou Ambrose em Mike Chioda, o árbitro. Styles atacou Ambrose com um golpe baixo e executou um "Styles Clash", para vencer a luta e o título.[16][17]

Depois do eventoEditar

No episódio de 13 de setembro do SmackDown Live, enquanto AJ Styles discursava sobre sua vitória pelo título no evento, John Cena voltou a desafiar Styles para uma luta pelo WWE World Championship, na tentativa de se tornar um 16 vezes campeão mundial. Dean Ambrose então apareceu, exigindo que sua cláusula de revanche fosse concedida primeiro. O comissário do SmackDown, Shane McMahon, anunciou então que Styles defenderia seu título contra Cena e Ambrose em uma luta triple threat no No Mercy.

Tendo se tornado Campeão de Duplas do SmackDown no Backlash, Heath Slater recebeu seu contrato com o SmackDown que foi assinado no episódio de 13 de setembro do SmackDown Live. Isso o tornou exclusivo da marca SmackDown, e foi onde Slater e Rhyno teriam sucesso em sua primeira defesa de títulos contra o The Ascension. Os Usos derrotariam o American Alpha mais tarde para ganhar uma revanche contra Slater e Rhyno pelos títulos no No Mercy.

Após sua defesa bem-sucedida do Intercontinental Championship contra Dolph Ziggler, The Miz continuou a repreender o Gerente Geral Daniel Bryan, e prometeu não defender seu Intercontinental Championship em qualquer show até que ele recebesse uma renegociação de contrato. Bryan mais tarde concordaria com uma renegociação de contrato, enquanto Ziggler perderia semanas consecutivas contra The Miz pelo título. Mais tarde, Ziggler colocaria sua carreira em risco por outra chance pelo título, no No Mercy.

Alexa Bliss foi mais tarde coroada como desafiante número um ao SmackDown Women's Championship após vencer outras quatro concorrentes no episódio seguinte do SmackDown Live. A luta pelo título foi agendada para o No Mercy.

O Wrestling Observer Newsletter relataria que Randy Orton não foi liberado para lutar no Backlash devido a uma concussão sofrida em sua luta contra Brock Lesnar que ocorreu no mês anterior no SummerSlam.[18] Em 24 de setembro de 2016, em um house show em Chicago, Illinois, Lesnar derrotou Orton em uma revanche sem desqualificação.[19] Orton voltaria mais tarde ao SmackDown para desafiar Wyatt para uma revanche no No Mercy, que Wyatt aceitou.

ResultadosEditar

Resultados Estipulações Tempo[20]
Pré-
show
Baron Corbin derrotou Apollo Crews Luta individual 9:55
1 Becky Lynch derrotou Alexa Bliss, Carmella, Naomi, Natalya e Nikki Bella Luta Six-Pack Challenge de eliminação pelo inaugural WWE SmackDown Women's Championship[21] 14:40
2 The Usos (Jey Uso e Jimmy Uso) derrotaram The Hype Bros (Zack Ryder e Mojo Rawley) Luta de duplas para determinar os finalistas no torneio [22] 10:11
3 The Miz (c) (com Maryse) derrotou Dolph Ziggler Luta individual pelo WWE Intercontinental Championship[23] 18:22
4 Bray Wyatt derrotou Randy Orton por desistência Luta individual[24] 0:10
5 Kane derrotou Bray Wyatt Luta No Holds Barred[25] 10:55
6 Rhyno e Heath Slater derrotaram The Usos (Jey Uso e Jimmy Uso) Luta de duplas pelo inaugural WWE SmackDown Tag Team Championship[22] 10:02
7 AJ Styles derrotou Dean Ambrose (c) Luta individual pelo WWE World Championship[26] 25:01
(c) – Refere-se aos campeões antes da luta.

Torneio pelo Campeonato de Duplas do SmackDownEditar

Quartas de final
SmackDown (23/08, 30/08)[27][28]
Semifinais
SmackDown (06/09)[29]
Final
Backlash[20]
         
 The Usos
(Jey Uso e Jimmy Uso)
Pin
 
 The Ascension
(Konnor e Viktor)
3:49  
 American Alpha[nota 1] Pin
 
   The Usos 0:28  
 American Alpha
(Chad Gable e Jason Jordan)
Pin
 
 Breezango
(Tyler Breeze e Fandango)
10:13  
 The Usos 10:02
 
   Rhyno e Heath Slater Pin
 The Hype Bros
(Zack Ryder e Mojo Rawley)
Pin
 
 The Vaudevillains
(Aiden English e Simon Gotch)
2:50  
 Rhyno e Heath Slater Pin
 
   The Hype Bros 7:03  
 Rhyno e Heath Slater Pin
 The Headbangers
Mosh e Thrasher)
2:54  

  1. Chad Gable sofreu uma lesão (na história) depois de ser atacado pelos Usos após a luta. Como resultado, os American Alpha foram retirados da final, e um combate entre os Usos e The Hype Bros foi marcado para o Backlash, com os vencedores substituindo-os na final. Os Usos venceram e avançaram na competição.

Six-Pack Challenge pelo SmackDown Women's ChampionshipEditar

Ordem de

eliminação

Lutadora Eliminada por Método de

eliminação

Tempo
1 Alexa Bliss Naomi Pinfall 9:38
2 Naomi Natalya Submissão 10:52
3 Natalya Nikki Bella Pinfall 12:00
4 Nikki Bella Carmella Pinfall 12:08
5 Carmella Becky Lynch Submissão 14:40
Vencedora Becky Lynch

Ver tambémEditar

Referências

  1. «WWE Backlash '16» (em inglês). Internet Wrestling Database. Consultado em 15 de setembro de 2016 
  2. «Status of 'Brand Split' WWE PPV DVDs Revealed, New Brock Lesnar Blu-Ray No Longer Available? | Wrestling DVD Network». www.wrestlingdvdnetwork.com (em inglês). 15 de agosto de 2016. Consultado em 28 de outubro de 2022 
  3. Caldwell, James (27 de julho de 2016). «WWE Backlash returning as Smackdown brand PPV». Pro Wrestling Torch. Consultado em 21 de agosto de 2016 
  4. «WWE Backlash 2016 tickets available now». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2016 
  5. Meltzer, Dave (24 de junho de 2016). «Daily Update: WWE split brand PPVs, ROH PPV, Aries, Joe and Nakamura debut». Consultado em 17 de julho de 2016 
  6. Grabianowski, Ed. «How Pro Wrestling Works». HowStuffWorks. Discovery Communications. Consultado em 5 de março de 2012. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2013 
  7. «Live & Televised Entertainment». WWE. Consultado em 21 de março de 2012. Cópia arquivada em 26 de fevereiro de 2009 
  8. Steinberg, Brian (25 de maio de 2016). «WWE's 'Smackdown' Will Move To Live Broadcast On USA (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 25 de maio de 2016 
  9. a b Caldwell, James. «8/21 WWE Summerslam Results – CALDWELL'S Complete Live Report». Pro Wrestling Torch. Consultado em 21 de agosto de 2016 
  10. a b c Parks, Greg. «8/23 WWE Smackdown LIVE – Parks's Complete, Real-Time Report». Pro Wrestling Torch. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  11. a b c d e Caldwell, James. «8/30 WWE Smackdown Live Results – CALDWELL'S Complete Live TV Report & Talking Smack-cap». Pro Wrestling Torch. Consultado em 30 de agosto de 2016 
  12. a b c d e Parks, Greg. «9/6 WWE Smackdown LIVE – Parks's Complete, Real-Time Report». Pro Wrestling Torch. Consultado em 6 de setembro de 2016 
  13. «WWE suspends Eva Marie». WWE. Consultado em 8 de setembro de 2016 
  14. «Smackdown Tag Title Finals canceled – new match set for Backlash». Pro Wrestling Torch. Consultado em 6 de setembro de 2016 
  15. Rueter, Sean (24 de agosto de 2016). «The Miz destroys the 'coward' Daniel Bryan in an epic promo». Cageside Seats. Consultado em 8 de setembro de 2016 
  16. a b c d e f g Caldwell, James (11 de setembro de 2016). «9/11 WWE Backlash Results – CALDWELL'S Complete PPV Report». Pro Wrestling Torch. Consultado em 11 de setembro de 2016 
  17. Raymond, Adam (12 de setembro de 2016). «A.J. STYLES MAKES HISTORY AS THE NEW WWE CHAMP». Consultado em 29 de setembro de 2016 
  18. Nason, Josh (11 de setembro de 2016). «Randy Orton Out of WWE Backlash Match Against Bray Wyatt». Wrestling Observer. Consultado em 16 de setembro de 2016 
  19. «Brock Lesnar defeats Randy Orton in SummerSlam rematch in Chicago». WWE. Consultado em 26 de setembro de 2016 
  20. a b Caldwell, James (11 de setembro de 2016). «9/11 WWE Backlash Results – CALDWELL'S Ongoing PPV Report» (em inglês). PW Torch. Consultado em 11 de setembro de 2016 
  21. Clapp, John (23 de agosto de 2016). «SmackDown Women's Championship Six-Pack Challenge» (em inglês). WWE. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  22. a b Clapp, John (23 de agosto de 2016). «The Usos/Hype Bros. vs. Heath Slater & Rhyno — SmackDown Tag Team Championship Tournament Final» (em inglês). WWE. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  23. Clapp, John (30 de agosto de 2016). «Intercontinental Champion The Miz vs. Dolph Ziggler» (em inglês). WWE. Consultado em 30 de agosto de 2016 
  24. Clapp, John (30 de agosto de 2016). «Randy Orton vs. Bray Wyatt» (em inglês). WWE. Consultado em 30 de agosto de 2016 
  25. Pappolla, Ryan (11 de setembro de 2016). «Kane def. Bray Wyatt in a No Holds Barred Match» (em inglês). WWE. Consultado em 11 de setembro de 2016 
  26. Clapp, John (23 de agosto de 2016). «WWE World Champion Dean Ambrose vs. AJ Styles» (em inglês). WWE. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  27. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome SD23/8
  28. Caldwell, James (30 de agosto de 2016). «8/30 WWE Smackdown Live Results – CALDWELL'S Ongoing Live TV Report» (em inglês). PW Torch. Consultado em 30 de agosto de 2016 
  29. Parks, Greg (6 de setembro de 2016). «9/6 WWE Smackdown LIVE – Parks's Complete, Real-Time Report» (em inglês). PW Torch. Consultado em 7 de setembro de 2016 

Ligações externasEditar