Disambig grey.svg Nota: Para programa de televisão, veja WWE Raw (programa de televisão).

WWE Raw, também conhecido como Monday Night Raw ou simplesmente Raw, é um programa de televisão americano de luta livre profissional produzido pela WWE que atualmente é transmitido ao vivo todas as segundas-feiras às 20:00 ET na USA Network nos Estados Unidos. O show apresenta personagens da marca Raw, para os quais os funcionários da WWE são designados para trabalhar e se apresentar. O show estreou em 11 de janeiro de 1993 e atualmente é considerado um dos dois principais shows, junto com Friday Night SmackDown.[1] Em setembro de 2000, Raw mudou-se da USA Network para TNN, que mudou para Spike TV em agosto de 2003. Em 3 de outubro de 2005, Raw retornou à USA Network, onde permanece até hoje. A WWE Network encerrou as operações nos Estados Unidos em 5 de abril de 2021, com todo o conteúdo sendo movido para a Peacock TV, que atualmente tem a maioria dos episódios do Raw, excluindo o conteúdo que foi censurado ou removido pelo departamento de padrões e práticas da Peacock TV.[2] Os episódios recentes ainda estão disponíveis para visualização sob demanda 30 dias após a data de exibição original.[3]

WWE Raw
Atual logo do programa.
Informação geral
Formato série
Gênero Luta livre profissional
Entretenimento esportivo
Duração 3 horas (com comerciais)
Criador(es) Vince McMahon
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Diretor(es) Kevin Dunn
Produtor(es) Vince McMahon
Bruce Prichard
Kevin Dunn
Apresentador(es) Mike Rome
Narrador(es) Jimmy Smith
Corey Graves
Byron Saxton
Elenco Plantel do Raw
Tema de abertura Greatness por Vo Williams
Exibição
Emissora original USA Network (19932000, 2005 – atual)
Spike TV (20002005)
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 11 de janeiro de 1993 – presente
Temporadas 30
Episódios 1 494 (até 10 de janeiro de 2022)
Cronologia
Prime Time Wrestling
SmackDown
Programas relacionados SmackDown
Main Event
205 Live
NXT
NXT UK

Desde seu primeiro episódio, o Raw foi transmitido ao vivo de 208 arenas diferentes, 171 cidades e vilas e dez nações diferentes: Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Afeganistão em 2005, Iraque em 2006 e 2007, África do Sul,[4] Alemanha,[5] Japão,[6] Itália,[7] e México.[8]

HistóriaEditar

 
O primeiro logotipo Raw usado na Era da Nova Geração entre 11 de janeiro de 1993 a 3 de março de 1997

Começando como Monday Night Raw da WWF, o programa foi ao ar pela primeira vez em 11 de janeiro de 1993 na USA Network como substituto do Prime Time Wrestling, que foi ao ar na rede por oito anos. O Raw original tinha sessenta minutos de duração e inovou no wrestling profissional televisionado. Tradicionalmente, os shows de luta livre eram gravados em palcos sonoros com pequenas audiências ou em grandes shows de arena. A fórmula do Raw era consideravelmente diferente dos shows de fim de semana gravados que foram ao ar na época, como Superstars e Wrestling Challenge. Em vez de lutas gravadas com semanas de antecedência com dublagem de estúdio e discussões gravadas, o Raw foi um show filmado e transmitido para uma platéia ao vivo, com angles que se desenrolavam à medida que aconteciam.

Raw se originou do Grand Ballroom no Manhattan Center, um pequeno teatro da cidade de Nova York, e foi ao ar toda semana. A combinação de um local íntimo e ação ao vivo provou ser uma melhoria bem-sucedida. No entanto, a programação semanal ao vivo provou ser um dreno financeiro para a WWF. Da primavera de 1993 até a primavera de 1997, o Raw gravou várias semanas de episódios depois que um episódio ao vivo foi ao ar. A WWF gravou várias semanas de Raw do Mid-Hudson Civic Center em Poughkeepsie, Nova York, em abril de 1993, e novamente em junho e outubro. O primeiro episódio produzido fora de Nova York foi gravado em Bushkill, Pensilvânia, em novembro de 1993, e o Raw deixou o Manhattan Center permanentemente, já que o show seria levado para a estrada pelos Estados Unidos e em locais menores.

Em 4 de setembro de 1995, o principal concorrente da WWF, a World Championship Wrestling, começou a exibir seu novo show de luta livre, Monday Nitro, ao vivo toda semana na TNT, que marcou o início das Monday Night Wars. Raw e Nitro se enfrentaram pela primeira vez em 11 de setembro de 1995. No início da guerra de audiência em 1995 até meados de 1996, Raw e Nitro trocaram vitórias um sobre o outro em uma rivalidade muito disputada. A partir de meados de 1996, no entanto, devido a história da nWo, Nitro iniciou uma sequência de vitórias que durou 84 semanas consecutivas, terminando em 13 de abril de 1998. Em 3 de fevereiro de 1997, Raw foi para um formato de duas horas, para competir com a hora extra no Nitro (que havia sido expandido para duas horas no verão de 1996), e em 10 de março, foi renomeado para Raw Is War. Foi também durante o tempo em que o Raw seria transmitido ao vivo com mais frequência. Após a WrestleMania XIV em março de 1998, a WWF recuperou a liderança nas Monday Night Wars com sua nova marca "WWF Attitude". O episódio de 13 de abril de 1998 do Raw Is War, que foi encabeçado por uma luta entre Stone Cold Steve Austin e Vince McMahon, marcou a primeira vez que a WCW perdeu a batalha de audiência de segunda-feira à noite nas 84 semanas desde 1996.

Em 4 de janeiro de 1999, Mick Foley, que lutou pela WCW no início dos anos 90 como Cactus Jack, ganhou o Campeonato da WWF como Mankind no Raw Is War. Sob ordens de Eric Bischoff, o locutor do Nitro, Tony Schiavone, deu este resultado gravado anteriormente em um Nitro ao vivo e, em seguida, acrescentou sarcasticamente: "Isso vai colocar alguns traseiros nos assentos", resultando em mais de 600.000 espectadores mudando de canal para Raw Is War para ver o azarão conquistar o Campeonato da WWF. Esta também foi a noite em que Nitro transmitiu uma luta pelo Campeonato Mundial dos Pesos Pesados ​​da WCW em que Kevin Nash deitou para Hollywood Hogan.

Em 28 de junho de 2000, a Viacom ganhou o acordo histórico com a WWF para transferir todos os seus programas do WWF decorrentes da ação judicial contra o WWF da USA Network. O novo contrato de televisão e a subsequente compra da concorrente WCW levaram a muitas mudanças no conteúdo de programação da WWF. Raw Is War estreou na TNN em 25 de setembro de 2000.

Primeiros anos (1993–1995)Editar

Começando como WWF Monday Night Raw, o programa foi exibido pela primeira vez em 11 de janeiro de 1993, na USA Network, com duração de uma hora.[9] O Raw abriu novos caminhos para a luta livre profissional na televisão. Tradicionalmente, os programas eram gravados em locações pequenas e com poucas pessoas assistindo. A fórmula foi drasticamente mudada de seu antecessor. Ao invés de lutas gravadas com comentários sendo adicionados em estúdio, o Raw era gravado ao vivo. O primeiro episódio teve Yokozuna derrotando Koko B. Ware, os Steiner Brothers derrotando os Executioners, o Campeão Intercontinental Shawn Michaels derrotando Max Moon e The Undertaker derrotando Damien Demento. O episódio também apresentou uma entrevista com Razor Ramon.[10]

A primeira edição do Raw aconteceu no Grand Ballroom do Manhattan Center, um pequeno teatro da cidade de Nova Iorque, sendo exibido ao vivo a cada semana. Apesar do sucesso do formato, a programação semanal provou ser uma drenagem financeira para a então WWF. A partir da primavera de 1993 até a primavera de 1997, o Raw teria vários episódios gravados depois de um episódio ao vivo ter sido transmitido. A WWF gravou várias semanas do show no Mid-Hudson Civic Center, em Poughkeepsie, Nova Iorque em abril de 1993, e novamente em junho e outubro. O primeiro episódio produzido fora de Nova Iorque foi gravado em Bushkill, Pensilvânia, em novembro de 1993, enquanto a cada semana o programa aconteceria em arenas pequenas ao redor dos Estados Unidos.

Monday Night Wars (1995–2001)Editar

 Ver artigo principal: Monday Night Wars
 
Gráfico comparativo das audiências entre Raw Is War e Nitro.

Em 4 de setembro de 1995, a principal concorrente da WWF, a World Championship Wrestling (WCW), começou a exibir o Monday Nitro, seu novo show de luta livre, às segundas-feiras, ao vivo toda semana na TNT, marcando o início das Monday Night Wars.[11] Raw e Nitro foram exibidos simultaneamente pela primeira vez em 11 de setembro de 1995. De 1995 até a metade de 1996, os programas trocaram vitórias de audiência sobre uma rivalidade intimamente contestada. A partir de meados de 1996, no entanto, devido ao ângulo de introdução da New World Order (nWo), o Nitro começou uma série de vitórias que durou 84 semanas consecutivas, terminando em 13 de abril de 1998.[11] Em 3 de fevereiro de 1997, o Raw passou para um formato de duas horas,[11] para competir com a hora extra do Nitro, e em 10 de março foi renomeado para Raw Is War. Após o WrestleMania XIV em março de 1998, a WWF recuperou a liderança nas Monday Night Wars com sua nova marca "WWF Attitude". O episódio do Raw Is War de 13 de abril de 1998, que teve como evento principal um combate entre Stone Cold Steve Austin e Vince McMahon, marcou a primeira vez que a WCW ficou atrás na audiência desde 1996.[12]

Em 4 de janeiro de 1999, Mick Foley, que tinha competido pela WCW no início da década de 1990, como Cactus Jack, ganhou o Campeonato da WWF como Mankind no Raw Is War, que tinha sido gravado. Por ordens de Eric Bischoff, presidente da WCW, o locutor do Nitro, Tony Schiavone, divulgou este resultado ao vivo. Consequentemente, mais de 600 mil espectadores mudaram de canal para assistir a vitória de Foley. Após essa data, o Nitro nunca mais conseguiu ficar na frente do Raw nas audiências. Em 25 de setembro de 2000, o Raw Is War passou a ser exibido na TNN (que mais tarde se tornou Spike TV).[13]

O declínio acentuado da WCW nas receitas e nas audiências levou a que a Time Warner vendesse ativos selecionados, como o nome da WCW, fitas e contratos para a WWF em março de 2001 por três milhões de dólares.[14] O último episódio do Nitro, que foi exibido em 26 de março de 2001, começou com Vince McMahon fazendo uma breve declaração sobre sua recente compra da WCW e terminou com uma transmissão em simultâneo entre Raw e Nitro, incluindo uma aparição do filho de Vince, Shane.[15] Este, no entanto, anunciou que tinha comprado a empresa no lugar de seu pai, começando assim a história conhecida como a "Invasão" da WWF. Após a compra da WCW e os ataques de 11 de setembro, o programa foi retitulado como Raw em 1 de outubro de 2001.

Primeira extensão de marcas (2002–2011)Editar

 
Cenário do Raw em 2006.

Em março de 2002, como resultado do aumento do plantel como consequência da aquisição dos lutadores da WCW, a WWF instituiu um processo conhecido como "extensão de marcas", segundo o qual Raw e SmackDown! seriam tratados como duas divisões distintas, cada uma com seus próprios planteis e campeonatos.[16] Pouco tempo depois, a WWF foi legalmente obrigada a mudar o nome da empresa para World Wrestling Entertainment (WWE).

Em 10 de março de 2005, Viacom e WWE decidiram não continuar com o acordo com a Spike TV e o contrato entre as partes expirou em setembro de 2005. Em 4 de abril de 2005, a WWE anunciou um acordo de três anos com a NBCUniversal para trazer o Raw de volta para a USA Network, com dois especiais anuais na NBC e um Raw em espanhol no Telemundo.[17] Na mesma semana, o Ultimate Fighting Championship apresentou na Spike TV o Ultimate Fight Night no antigo horário do Raw para tentar conquistar a audiência do programa.[18]

Terceira hora e segunda extensão de marcas (2012–presente)Editar

No Raw de 29 de agosto de 2011, foi anunciado que os lutadores do Raw e do SmackDown não eram mais exclusivos de sua marca, dissolvendo efetivamente a extensão de marcas.[19] Em 23 de julho de 2012, foi exibido o 1000º episódio do Raw, que também iniciou seu formato permanente de três horas.[20][21] Em 14 de janeiro de 2013, o programa comemorou 20 anos no ar.[22]

Em 25 de maio de 2016, a WWE reintroduziu a extensão de marcas, estreando um novo conjunto de cordas para o ringue e um novo cenário. Além disso, a mesa de transmissão foi movida para a rampa de entrada, como entre 2002-2005. Em 22 de janeiro de 2018, a WWE comemorou o 25º aniversário do Raw com um show transmitido tanto do Barclay's Center, no Brooklyn, como no Manhattan Center.[23]

No episódio de 20 de fevereiro de 2018, Braun Strowman, Elias, Finn Bálor, John Cena, Roman Reigns, Seth Rollins e The Miz participaram de uma luta gauntlet que durou quase duas horas, sendo o combate de maior tempo de duração na história da WWE.[24]

ProduçãoEditar

 
Cenário do Raw usado entre 2012 e 2016.

O cenário original do Raw continha cordas de ringue vermelhas, brancas e azuis e o o avental do ringue era azul. A partir de 10 de março de 1997, as transmissões do Raw foram divididas em duas horas, cada qual com uma nomenclatura, para fins de classificação de televisão, sendo a primeira hora referida como Raw Is War e a segunda como War Zone. Em 1995, a rampa de entrada foi alterada para exibir "Raw" em letras gigantes. Em 1997, a WWF mudou as cordas do ringue para vermelho, bem como passou a utilizar o nome Raw Is War no avental. Eles também atualizaram o cenário para apresentar uma tela grande conhecida como TitanTron.

A partir de 1 de outubro de 2001, em resposta direta aos ataques de 11 de setembro, a primeira hora foi referida como Raw em vez de Raw Is War e a segunda hora mudou de War Zone para a Raw Zone; no entanto, os locutores geralmente se referiam a todo o bloco de duas horas como Raw. O programa passou a usar um novo TitanTron em 2002. Quando as Monday Night Wars terminaram, eles começaram a anunciar seu site nos aventais dos ringues. Eles ocasionalmente usavam cordas pretas. A partir de 16 de novembro de 2009 até 23 de julho de 2012, a música-tema do Raw foi "Burn It to the Ground" de Nickelback.[25] Antes disso, a música-tema era " ...To Be Loved" de Papa Roach, que havia sido usada desde o dia 9 de outubro de 2006 e "Across The Nation" de The Union Underground, que foi usada entre 1 de abril de 2002 e 2 de outubro de 2006. "Thorn In Your Eye" de Anthrax foi o tema de 10 de março de 1997 a 25 de março de 2002.

Em 17 de maio de 2012, WWE e a USA Network anunciaram que o Raw mudaria para um formato permanente de três horas começando com o 1.000º episódio em 23 de julho de 2012.[26] Desde então, todas as três horas da transmissão foram conhecidas unicamente como Raw, embora ainda sejam considerados três programas separados para fins da classificação do Nielsen ratings (como indicado pelo aviso de direitos autorais na tela mostrado perto do final de cada hora). Em 2008, o Raw passou a ser transmitido em HD estreando uma nova etapa. Em 2010, a WWE retirou as cordas vermelhas depois de treze anos, introduzindo um esquema totalmente branco, e em 2012 tornou-se padrão para toda a programação da WWE. Em 2012, o cenário do Raw foi atualizado novamente.[27]

A partir de meados de 2014, este cenário também seria apresentado em pay-per-views. Do final de setembro até o final de outubro de 2012, a corda do meio em toda a programação da WWE foi alterada para rosa devido à aliança da WWE com a organização Susan G. Komen para o Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama.[28] Isso foi repetido em 2013, desde o final de setembro até o início de novembro, e foi repetido em 2014 a partir de 29 de setembro. A WWE é uma das muitas organizações que fornecem contribuições financeiras, além de obter clientes e funcionários para apoiar a causa.[29]

Em 18 de agosto de 2014, o Raw alterou seu formato de exibição para 16:9, apesar de ainda oferecer seus programas em 4:3. Juntamente com isso, o Raw atualizou seu pacote de gráficos, com o novo logotipo da WWE (usado pela primeira vez com o lançamento da WWE Network em fevereiro), agora no canto inferior direito da tela, ao lado da palavra "ao vivo". Além disso, o novo logotipo da WWE é visto nos extensores do ringue. O logotipo da USA Network também foi movido para o canto inferior esquerdo da tela. Além disso, a música tema do Raw ("The Night") foi modificada. Em rexibições e em transmissões atrasadas para a maioria dos mercados internacionais, o Raw é editado sem a palavra "ao vivo" e a hashtag.

Em 23 de março de 2015, a WWE adicionou uma pequena placa LED ao lado esquerdo do ringue. Este painel LED também foi usado no WrestleMania 31. No milésimo episódio do Raw, "The Night", de Kromestatik, estreou como o tema do programa, enquanto "Energy", de Shinedown, serviu de tema secundário até 18 de agosto de 2014, quando foi substituído por "Denial" de We Are Harlot.[30]

Em setembro de 2015, a corda do meio do ringue foi dourada. Durante todo o mês de outubro, a mesa dos comentaristas, a rampa de entrada e o avental do ringue foram co-marcadas receberam o logo da Susan G. Komen.[31] No episódio do Raw de 16 de novembro de 2015, a WWE fez um momento de silêncio para as vítimas do ataque terrorista em Paris, em 13 de novembro de 2015.[32] Outro momento de silêncio ocorreu meses depois em junho para as vítimas do Massacre de Orlando.

Em 25 de julho de 2016, as cordas voltaram a ser vermelhas, a mesa dos comentaristas voltou ao topo da rampa de entrada e um novo cenário HD e gráficos foram estreados. O novo cenário foi quase idêntico ao usado no SummerSlam 2012, sendo recebido negativamente. O conjunto foi reformado apenas quatro semanas depois com um design mais elaborado e distintivo. O novo cenário apresenta a ausência de um TitanTron tradicional que foi personalizado desde 1997. Em seu lugar está um banner LED curvo com várias linhas de luzes retangulares LED atrás dele. O novo conjunto também introduziu painéis de piso LED na rampa de entrada, juntamente com postes de ringue em LED. No dia 29 de janeiro de 2018, novos gráficos e um logotipo atualizado foram introduzidos.[33]

Músicas-temaEditar

Título Artista Período Ref
"Monday Night Raw" Jim Johnston 11 de janeiro 1993 – 3 de março de 1997 [34][35]
"Raw" Jim Johnston 1993–1995 [34][36]
"I Like it Raw" Jim Johnston 1995 [34][37]
"The Beautiful People" Marilyn Manson 10 de março de 1997 – 24 de março de 1997 [34][38]
"Thorn In Your Eye" WWE Superstars & Slam Jam 31 de março de 1997 – 25 de março de 2002 [34][39][40]
"We're All Together Now" WWE Superstars & Slam Jam 31 de março de 1997 – 25 de março de 2002 [34][41]
"Across the Nation" The Union Underground 1 de abril de 2002 – 2 de outubro de 2006 [34][42]
"...To Be Loved" Papa Roach 9 de outubro de 2006 – 9 de novembro de 2009 [34][43][44]
"Burn It to the Ground" Nickelback 16 de novembro de 2009 – 16 de julho de 2012 [34][45][46]
"Tonight Is the Night" Outasight 23 de julho de 2012 [34][47][48]
"The Night" Kromestatik 23 de julho de 2012 – 11 de agosto de 2014 [34][49]
"The Night" (2014 Remix) CFO$ 18 de agosto de 2014 – 18 de julho de 2016 [34][50]
"Enemies" Shinedown 25 de julho de 2016 – 22 de janeiro de 2018 [51]
"Born for Greatness" Papa Roach 29 de janeiro de 2018 23 de aetembro de 2019 [52]
"Charge Up the Power" Goodbye June 29 de janeiro de 2018 – 23 de aetembro de 2019 [53]
"Legendary" Skillet 30 de Setembro de 2019 – 12 de outubro de 2020 [53]
"The Search" NF 19 de outubro de 2020 – presente [54]

Controvérsia com o nomeEditar

O nome "Raw" foi disputado em junho de 2009, quando a Muscle Flex Inc., uma empresa de fitness baseada em Los Angeles, havia adotado ações legais contra a WWE depois que um tribunal determinou que algumas das marcas registradas da WWE relacionadas ao Raw eram semelhantes a marca registrada "In the Raw", causando confusão entre os canadenses.[55] Em 18 de junho de 2008, o Escritório Canadense de Propriedade Intelectual emitiu uma decisão final, concluindo que certos produtos listados no pedido de marca registrada da WWE (nº 1.153.018) eram confusamente semelhantes e, portanto, faltava distinção da marca comercial Muscle Flex. A WWE apelou da decisão para o Tribunal Federal do Canadá, mas não apresentou os documentos exigidos no prazo.[56] Em agosto de 2009, o tribunal decidiu em favor da Muscle Flex, Inc. que foi bem sucedido na defesa de sua marca registrada contra a WWE.[57]

Episódios especiaisEditar

Ao longo de sua história, o Raw exibiu episódios com diferentes temas. Alguns deles são eventos anuais como os Slammy Awards. Outros incluem tributos para vários lutadores que morreram ou se aposentaram, bem como episódios que comemoram vários marcos ou aniversários de exibição.

PersonalidadesEditar

O show apresenta várias personalidades no ar, incluindo os próprios lutadores, anunciadores de ringue, comentaristas e figuras de autoridade. O Raw também teve vários segmentos recorrentes realizados por membros do plantel.

CampeõesEditar

Estatísticas em 13 de agosto de 2022.

Campeonato Atual(ais) campeão(ões) Reinado Data da vitória Mantém o
título há
(em dias)
Local Notas
WWE Championship Roman Reigns 4 3 de abril de 2022 132 Arlington, Texas Derrotou Brock Lesnar na WrestleMania 38 em uma luta Winner Takes All onde o Universal Championship de Reigns também estava em jogo.
Raw Women's Championship Bianca Belair 1 2 de abril de 2022 133 Arlington, Texas Derrotou Becky Lynch na primeira noite da WrestleMania 38.
United States Championship Finn Bálor 1 28 de fevereiro de 2022 166 Columbus, Ohio Derrotou Damian Priest no Raw.
Raw Tag Team Championship RK-Bro
(Randy Orton e Riddle)
2 7 de março de 2022 159 Cleveland, Ohio Derrotou os campeões anteriores Alpha Academy (Chad Gable e Otis) e Seth "Freakin" Rollins e Kevin Owens em uma luta de duplas no Raw .


TransmissãoEditar

O show é transmitido ao vivo na USA Network. Raw também é transmitido as quartas-feiras em espanhol no Universo. Ocasionalmente, o Raw é gravado e exibido mais tarde no mesmo dia quando a WWE está em uma turnê no exterior. O Raw também é exibido ao vivo na Sky Sports e Sky Sports Arena no Reino Unido e na Irlanda.[62] No Canadá, o show atualmente é transmitido ao vivo no Sportsnet 360.[63][64] O programa também é transmitido na Índia às 5h30 às terças-feiras na Sony Ten 1.[65][66][67]

Desde o dia 6 de outubro de 2014, o Raw é exibido em toda a América Latina na Fox Sports.[68] O show também é transmitido ao vivo na Supersport na África do Sul às terças às 02:00. O Raw era exibido na Austrália no Fox8 desde 2003, geralmente 27 horas depois da transmissão ao vivo, mas começou a ser transmitido ao vivo a partir de 4 de fevereiro de 2014.[69] A Syfy nos Estados Unidos começou a exibir uma repetição de 2 horas do Raw em 20 de maio de 2016. Para a audiência do país, o Raw passou por uma extensão de contrato de vários anos na USA Network, que atualmente está em um período de 10 anos; o acordo atual vai até janeiro de 2023. No Brasil,o programa é exibido nas segundas-feiras Ao vivo no canal de assinatura Fox Sports Brasil e tambem sendo transmitido somente no Fox Sports 2.

Transmissão onlineEditar

Em 24 de setembro de 2012, a Hulu Plus assinou um acordo plurianual com a WWE para transmitir todos os programas da empresa e algumas de suas web-séries, incluindo o Raw. Episódios do show estão disponíveis para visualização no dia seguinte e apenas uma versão condensada de 90 minutos está disponível.[70]

A partir de 9 de dezembro de 2016, todos os episódios do Raw estão disponíveis sob demanda na WWE Network. Os episódios recentes estão disponíveis para exibição sob demanda 30 dias após a data original de transmissão.[71][72]

Após o WrestleMania 32 em 2016, a WWE começou a exibir os mais novos episódios do Raw e SmackDown no YouTube para países que não possuem programação da WWE na TV tradicional gratuitamente em menos de 24 horas após a transmissão original (os links são bloqueados em países onde os shows estão tradicionalmente disponíveis). A versão Hulu Plus de 90 minutos é colocada no YouTube para o público internacional.

Transmissões internacionaisEditar

País Emissora Ref.
Oriente Médio
Oriente Médio OSN Sports e MBC Action [73][74][75]
Irã FM1 [76][77]
Israel Sport 1 HD [78][79]
Turquia D-Smart [80]
Europa
Bélgica AB3 [81][82]
República Checa Nova Sport [83]
França AB1 [84][85]
Alemanha, Áustria, Suíça, Luxemburgo e Liechtenstein ProSieben MAXX e ProSieben Fun [86]
Grécia Nova Sports 3 [87]
Itália Sky Sport 2 e Cielo TV [88][89]
Polônia Extreme Sports Channel [90][91]
Portugal SIC Radical e SIC K [92]
Romênia Sport.ro [93]
Sérvia Prva Srpska Televizija [94]
Espanha Neox [95][96]
Bulgária Diema Sport [97]
Bósnia e Herzegovina Televizija OBN [98]
Lituânia BTV [99]
Ásia e Pacífico
Nepal Sony Ten 1 [77][77][100][101]
Indonésia MNC Sports 2 [102]
Índia, Paquistão e Sri Lanka Sony Ten 1 [77][103][104]
Filipinas Fox Sports] [105]
Singapura SuperSport 2 HD [106]
Tailândia TrueVisions
Rússia 2×2 [107]
Austrália Fox8 e 9Go! [108][109]
Japão J Sports 4 [110]
Nova Zelândia Sky 5, Maori Television e Te Reo [111][112]
China e Taiwan Videoland Television Network [113][114]
Hong Kong ViuTVsix
América Latina
América Latina Fox Sports [68][115][116]
Brasil Fox Sports 2 [117]
Chile La Red [118][119]
Bolívia Unitel [120]
Colômbia Canal Uno [118][121]
Equador Teleamazonas [122]
Peru Andina de Televisión [123][124]
Costa Rica Repretel: Canal 11
El Salvador Canal VTV [68][125]
Honduras Canal 5 [68][126]
Panamá RPC Canal 4 [68][127][128]
África
África do Sul SuperSport [129][130]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «NXT moves to USA Network». WWE (em inglês). Consultado em 28 de abril de 2022 
  2. Konuwa, Alfred. «WWE Network Content Continues To Be Censored Ahead Of Move To Peacock». Forbes (em inglês). Consultado em 28 de abril de 2022 
  3. «WWE Network on Peacock: your questions answered - The Verge». web.archive.org. 8 de março de 2021. Consultado em 28 de abril de 2022 
  4. «Wrestlingdata.com - The World's Largest Wrestling Database». www.wrestlingdata.com. Consultado em 28 de abril de 2022 
  5. «Wrestlingdata.com - The World's Largest Wrestling Database». www.wrestlingdata.com. Consultado em 28 de abril de 2022 
  6. «Online World of Wrestling». www.onlineworldofwrestling.com. Consultado em 28 de abril de 2022 
  7. «WWE News, RAW Results, Smackdown Results». Wrestling News and Results, WWE News, TNA News, ROH News (em inglês). Consultado em 28 de abril de 2022 
  8. «WWE Raw SuperShow results: Mexican standoff». WWE (em inglês). Consultado em 28 de abril de 2022 
  9. Shields, Brian; Sullivan, Kevin (2009). WWE: History of WrestleMania. [S.l.: s.n.] p. 52 
  10. «WWF / WWE Raw (1993–present)». The History of the WWE. Consultado em 13 de junho de 2009 
  11. a b c Shields, Brian; Sullivan, Kevin (2009). WWE: History of WrestleMania. [S.l.: s.n.] p. 53 
  12. «Holy Crap! Remember... The WWF Attitude Era!?». Panels on Pages 
  13. «WWF Raw Is War to Premiere on TNN September 25». PR Newswire. 20 de setembro de 2000. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  14. Callis, Don (25 de março de 2001). «Deal leaves wrestlers out in cold». Slam! Sports 
  15. Shields, Brian; Sullivan, Kevin (2009). WWE: History of WrestleMania. [S.l.: s.n.] p. 55 
  16. «WWE to make Raw and SmackDown! distinct TV brands» (Nota de imprensa). WWE. 27 de março de 2002. Consultado em 5 de abril de 2012. Cópia arquivada em 17 de abril de 2010 
  17. «WWE's RAW Returns to USA Network». WWE. 4 de maio de 2005. Consultado em 21 de agosto de 2009. Cópia arquivada em 2 de dezembro de 2008 
  18. Trembow, Ivan (25 de setembro de 2005). «WWE VS UFC Showdown Heats Up». MMA Weekly. Consultado em 21 de agosto de 2009 [ligação inativa] [ligação inativa]
  19. Nemer, Paul (30 de agosto de 2011). «Raw Results – 8/29/11». Wrestleview. Consultado em 5 de novembro de 2016 
  20. Nick Paglino (30 de julho de 2012). «TNA Notes Chavo's WWE Career, WWE Drops "Supershow" Name – Wrestlezone». Wrestlezone 
  21. «Charlie Sheen checks in live on Raw 1000». WWE.com. WWE. 23 de julho de 2012. Consultado em 24 de outubro de 2015 
  22. «Houston show celebrates 20 wild years of 'WWE Raw'». Houston Chronicle. 9 de janeiro de 2013. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  23. «Monday Night Raw Recap: Raw 25 was fun, but a bit of a mess». ESPN. 23 de janeiro de 2013. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  24. Powell, Jason. «WWE Raw Live TV Review: Braun Strowman vs. Roman Reigns vs. John Cena vs. Finn Balor vs. The Miz vs. Elias vs. Seth Rollins in a gauntlet match match, Sasha Banks, Bayley, and Mickie James vs. Alexa Bliss, Mandy Rose, and Sonya Deville, final push for WWE Elimination Chamber». Pro Wrestling Dot Net. Consultado em 19 de fevereiro de 2018 
  25. «Nickelback and WWE team up for new Raw theme». WWE. Consultado em 9 de novembro de 2009 
  26. «Raw expands to three hours starting July 23». WWE. 17 de maio de 2012. Consultado em 17 de maio de 2012 
  27. Clayton, Corey. «'Redefining' television with WWE HD». WWE.com. WWE. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  28. «BUSINESSES THAT ARE HELPING END BREAST CANCER FOREVER. WWE®». /ww5.komen.org. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  29. «WWE goes pink with Susan G. Komen». community.wwe.com. WWE. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  30. «WWE: The Night (Monday Night Raw Official Theme Song) – Single». iTunes. Consultado em 10 de dezembro de 2012 
  31. «WWE GOES PINK WITH SUSAN G. KOMEN». WWE.com. WWE. 1 de outubro de 2015. Consultado em 12 de outubro de 2015. Arquivado do original em 11 de outubro de 2015 
  32. Porter, Lovell (16 de novembro de 2015). «WWE RAW Results LIVE IN PROGRESS, JOIN THE DISCUSSION, USE #WRESTLEZONE». Wrestle Zone. Consultado em 16 de novembro de 2015 
  33. Giri, Raj. «WWE RAW Logo Revamped (Photos), New RAW Theme Song On Its Way? - WrestlingInc.com». WrestlingInc.com (em inglês) 
  34. a b c d e f g h i j k l Rufus, Earl (22 de julho de 2012). «WWF/WWE MONDAY NIGHT RAW IS WAR(ZONE) 1000TH EPISODE CELEBRATION». nerdsontherocks.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  35. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  36. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  37. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  38. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  39. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  40. «Thorn In Your Eye». archive.org. Consultado em 16 de maio de 2015 
  41. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  42. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  43. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  44. «Monday Night RAW / papa Roach To be Loved». dailymotion.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  45. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  46. «Nickelback – Burn It To The Ground (Theme song from WWE-RAW)». dailymotion.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  47. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  48. «wwe raw theme song 2013 Tonight is the Night». dailymotion.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  49. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  50. Dilbert, Ryan (19 de julho de 2012). «WWE Monday Night Raw: Ranking the Show's Theme Songs & Opening Montages». bleacherreport.com. Consultado em 16 de maio de 2015 
  51. Morrow, Brendan (25 de julho de 2016). «WATCH: WWE Debuts New 'Monday Night Raw' Theme Song». Heavy.com. New York City. Consultado em 26 de julho de 2016 
  52. «Check Out WWE Raw's New Theme Song And Updated Graphics». 30 de janeiro de 2018 
  53. a b Silverstein, Adam (23 de setembro de 2019). «WWE reveals new logos, graphics and theme songs for Raw and SmackDown shows». CBSNews.com. Consultado em 7 de março de 2020 
  54. Staff, PWMania com (20 de outubro de 2020). «LIVE WWE RAW RESULTS COVERAGE IN PROGRESS». PWMania. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  55. Curren, Brad (29 de junho de 2009). «WWE May Be Sued Over Raw Trademark In Canada». Inside Pulse. Consultado em 7 de dezembro de 2015 
  56. «Muscle Flex Claims Victory Over the World Wrestling Entertainment (WWE) "RAW" Trademark Dispute in Canada». Marketwire. 16 de junho de 2009. Consultado em 7 de dezembro de 2015 
  57. «Muscle Flex Inc. Completes the Acquisition of the "In the Raw(R)" Trademark After Successfully Defeating the WWE's1,153,018 in Federal Appeals Court Ending a Multi-Year Dispute in Canada». Marketwire. 17 de agosto de 2009. Consultado em 7 de dezembro de 2015 
  58. Powell, Jason (22 de outubro de 2021). «10/22 WWE Friday Night Smackdown results: Powell's review of Becky Lynch and Charlotte Flair swapping title belts, the coronation of Xavier Woods as King of the Ring». Pro Wrestling Dot Net. Consultado em 23 de outubro de 2021 
  59. Powell, Jason (21 de agosto de 2021). «WWE SummerSlam results: Powell's review of Roman Reigns vs. John Cena for the WWE Universal Championship, Bianca Belair vs. Sasha Banks for the Smackdown Women's Championship, Bobby Lashley vs. Goldberg for the WWE Championship, Edge vs. Seth Rollins, Nikki ASH vs. Charlotte Flair vs. Rhea Ripley for the Raw Women's Championship». Pro Wrestling Dot Net. Consultado em 21 de agosto de 2021 
  60. Powell, Jason (25 de maio de 2020). «5/25 WWE Raw Results: Powell's live review of WWE Champion Drew McIntyre on MVP's VIP Lounge, Nia Jax vs. Charlotte Flair vs. Natalya for a Raw Women's Championship match at WWE Backlash, Andrade vs. Apollo Crews for the U.S. Title». Pro Wrestling Dot Net. Consultado em 25 de maio de 2020 
  61. Powell, Jason (3 de março de 2020). «3/2 WWE Raw Results: Powell's review of Aleister Black vs. AJ Styles, Seth Rollins and Murphy vs. The Street Profits for the Raw Tag Titles, Beth Phoenix provides an Edge update, Shayna Baszler vs. Kairi Sane, Rey Mysterio and Humberto Carrillo vs. Andrade and Angel Garza». Pro Wrestling Dot Net. Consultado em 2 de março de 2020 
  62. «Raw and SmackDown replays given new TV times on Sky Sports channels». Sky Sports. 14 de novembro de 2017. Consultado em 14 de novembro de 2017 
  63. «WWE Raw on FOX8». Fox8. Consultado em 21 de agosto de 2009 [ligação inativa]
  64. «WWE Canada Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 8 de junho de 2009 
  65. «01/05 Powell's WWE Raw Live Review: Dean Ambrose vs. Bray Wyatt in an ambulance match, The Authority back in power, Royal Rumble build continues, first Raw of 2015». prowrestling.net 
  66. Renjith Ravindran. «WWE Monday Night Raw Preview: 5 January, 2015». sportskeeda.com 
  67. «Sony Pictures Sports Network rebrands TEN Sports channels». The Economic Times. 18 de julho de 2017 
  68. a b c d e «WWE and Fox Sports Latin America Announce Partnership». WWE. Consultado em 14 de outubro de 2014. Arquivado do original em 18 de outubro de 2014 
  69. «WWE Raw goes Live on FOX8». tvtonight.com.au. 23 de janeiro de 2014. Consultado em 31 de janeiro de 2014 
  70. Graser, Marc (24 de setembro de 2012). «Hulu Plus pacts with WWE». Variety. Penske Business Media. Consultado em 15 de agosto de 2015 
  71. Goldman, Eric (6 de setembro de 2011). «WWE Network coming in 2012». IGN. Consultado em 15 de agosto de 2015 
  72. «WWE Network available outside of the U.S. starting Aug. 12». WWE.com. WWE. 31 de julho de 2014. Consultado em 15 de agosto de 2015 
  73. «Find out how to watch WWE». WWE.com. Consultado em 21 de julho de 2015 
  74. «WWE Algeria Scheduling». WWE. Consultado em 10 de setembro de 2009. Arquivado do original em 16 de junho de 2009 
  75. «WWE Raw on MBC's official site» (em Arabic). MBC. Consultado em 9 de outubro de 2009 
  76. «Iran». WWE. Consultado em 16 de maio de 2010 
  77. a b c d «Sony TEN TV Schedule». Sony TEN. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  78. «WWE Israel Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 16 de junho de 2009 
  79. «Sport 1 Schedule» (em Hebrew). Sky Sport 1. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  80. «Show Listings – Turkey». WWE. Consultado em 20 de maio de 2015. Arquivado do original em 21 de maio de 2015 
  81. «WWE Belgium Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 12 de junho de 2009 
  82. «WWE Raw on AB3» (em Dutch, French, e German). AB3. Consultado em 9 de outubro de 2009. Arquivado do original em 22 de setembro de 2009 
  83. «WWE Czech republic Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 26 de junho de 2009 
  84. «WWE France Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 9 de junho de 2009 
  85. «WWE Raw Official NT1 Website» (em French). NT1. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  86. «WWE and Prosiebensat.1 Announce Multi-Platform Partnership». WWE. Consultado em 4 de abril de 2014. Arquivado do original em 7 de abril de 2014 
  87. «WWE Greece Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2010 
  88. «WWE Italy Scheduling» (em Italian). WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 3 de março de 2010 
  89. «WWE Domestic Raw» (em Italian). SKY Italia. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  90. «WWE Poland Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 8 de junho de 2009 
  91. «Extreme Sports Channel Television schedule». Extreme Sports Channel. 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de dezembro de 2009 
  92. «WWE Raw de volta à SIC Radical». Wrestling.pt. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  93. «WWE Romania Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 13 de junho de 2009 
  94. «WWE Serbia Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de outubro de 2010 
  95. «WWE Spain Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 1 de julho de 2009 
  96. «Pressing catch Raw» (em Spanish). Cuatro. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 3 de abril de 2009 
  97. «WWE airs on Diema Sport» (em Bulgarian). nova.bg. Consultado em 17 de janeiro de 2017 
  98. «WWE Monday Night Raw». Televizija OBN. Cópia arquivada em 6 de julho de 2011 
  99. «Amerikietiskos-imtynes». Consultado em 20 de maio de 2015. Arquivado do original em 19 de fevereiro de 2013 
  100. «WWE Bangladesh Scheduling». WWE. Consultado em 9 de outubro de 2009. Arquivado do original em 4 de julho de 2009 
  101. «WWE Bhutan Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 4 de julho de 2009 
  102. «Indonesia». WWE. Consultado em 16 de maio de 2012 
  103. «WWE Pakistan Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  104. «WWE Sri Lanka Scheduling». WWE. Consultado em 9 de março de 2010. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2010 
  105. «WWE Philippines Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  106. «WWE Singapore Scheduling». WWE. Consultado em 29 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 31 de maio de 2014 
  107. «WWE Corporate – WWE Comes to Russia». Corporate.wwe.com. 30 de novembro de 2010. Consultado em 14 de abril de 2012. Arquivado do original em 20 de março de 2012 
  108. «WWE Raw on Fox8's official Website». Fox8. Consultado em 16 de maio de 2012. Arquivado do original em 25 de maio de 2012 
  109. «WWE Australia Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 28 de junho de 2009 
  110. «エラー – J SPORTS». jsports.co.jp. Consultado em 20 de maio de 2015 
  111. «WWE New Zealand Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  112. «WWE on the BOX Website». The Box. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  113. «WWE China Scheduling». WWE. Consultado em 29 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 10 de janeiro de 2012 
  114. «WWE program schedules in TrueVisions» (em English e Thai). TrueVisions. Consultado em 6 de junho de 2010. Arquivado do original em 17 de julho de 2011 
  115. «Canal 5 Website». Canal 5. Consultado em 21 de agosto de 2009 
  116. «WWE Mexico Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  117. «SBT define horário e estreia do retorno da WWE após 12 anos de hiato». www.uol.com.br. Consultado em 9 de janeiro de 2021 
  118. a b «WWE's Chile Schedule». WWE. Consultado em 18 de março de 2013. Arquivado do original em 2 de janeiro de 2014 
  119. «La Red Schedule». La Red. Consultado em 18 de março de 2013 
  120. «Programacion» (em Spanish). redpat.tv. Consultado em 16 de maio de 2012. Arquivado do original em 11 de maio de 2012 
  121. «WWE® and Canal 1 Announce Agreement to Televise Raw® and SmackDown® in Colombia». Business Wireaccessdate=August 8, 2017. Consultado em 8 de agosto de 2017 
  122. «WWE Ecuador Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 12 de janeiro de 2012 
  123. «WWE Peru Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 21 de junho de 2009 
  124. «ATV Teleivision guide». ATV. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 22 de agosto de 2009 
  125. «WWE El Savador Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 24 de julho de 2009 
  126. «WWE Honduras Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 28 de julho de 2009 
  127. «WWE Panama Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 10 de agosto de 2009 
  128. «RPC Canal 4 Television guide» (em Spanish). WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de julho de 2009 
  129. «WWE South Africa Scheduling». WWE. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  130. «About WWE Raw». E.tv. Consultado em 21 de agosto de 2009. Arquivado do original em 13 de abril de 2010 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre WWE Raw