Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades contendo este nome, veja Cachoeira (desambiguação).

Cachoeira de Goiás é um município brasileiro do interior do estado de Goiás. Faz parte da microrregião de Iporá, juntamente com os municípios Amorinópolis, Córrego do Ouro, Fazenda Nova, Iporá, Israelândia, Ivolândia, Jaupaci, Moiporá e Novo Brasil.

Município de Cachoeira de Goiás
"Moitú"
"Cachoeira da Fumaça"
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 1953
Gentílico cachoeirense
Prefeito(a) Geraldo Neto (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Cachoeira de Goiás
Localização de Cachoeira de Goiás em Goiás
Cachoeira de Goiás está localizado em: Brasil
Cachoeira de Goiás
Localização de Cachoeira de Goiás no Brasil
16° 40' 04" S 50° 38' 49" O16° 40' 04" S 50° 38' 49" O
Unidade federativa Goiás
Mesorregião Centro Goiano IBGE/2008

[1]

Microrregião Iporá IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Aurilândia
Distância até a capital 188 km
Características geográficas
Área 415,730 km² [2]
População 1 425 hab. IBGE/2015[3]
Densidade 3,43 hab./km²
Altitude 764 m
Clima Tropical de Altitude (Cwa)
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,727 alto PNUD/2010 [4]
PIB R$ 13 040,033 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 049,29 IBGE/2008[5]

Sua população estimada em 2015 era de 1 425 habitantes. O município possui o clima tropical de altitude. O local também é conhecido como a "cidade da Água Santa".

Índice

HistóriaEditar

O povoado de Cachoeira de Goiás teve origem em 1892, com a vinda de Manoel Fernandes Pereira e outras famílias que ali construíram uma capela sob a invocação do Divino Padre Eterno e fizeram a doação de parte de suas terras à Igreja para a formação do patrimônio. 

Com a chegada de outras famílias, o povoado desenvolveu-se vagarosamente, até que, pelos esforços do Coronel Francisco Seabra Guimarães, passou à categoria de distrito, pela Lei Municipal nº 87, de 9 de abril de 1901, com o nome de Cachoeira da Fumaça, pertencente ao Município de Goiás. 

Em 31 de outubro de 1938, pelo Decreto-Lei 1.233, passou a pertencer ao Município de Paraúna. Sendo que a partir de 31 de dezembro de 1943, pelo Decreto-Lei nº 8.305, passou a denominar-se Moitú (de origem desconhecida). 

Em 1948, passou a pertencer a Aurilândia e em 10 de novembro de 1953, pela Lei nº 878, foi elevado à categoria de município, com o topônimo Cachoeira de Goiás, tendo sido instalado oficialmente em 01/01/1954. 

Formação AdministrativaEditar

Distrito criado com a denominação de Cachoeira, ex-povoado, pela lei municipal nº 87, de 09/04/1901, subordinado ao município de Goiás. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito figura no município de Goiás.

Assim permanecendo em divisões territoriais datada de 31/12/1936 e 31/12/1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 557, de 30/03/1938, o distrito de Cachoeira deixa de pertencer ao município de Goiás para ser anexado ao de Paraúna. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito figura no município de Paraúna.

Pelo decreto-lei estadual nº 8.305, de 31/12/1943, o distrito de Cachoeira passou a denominar-se Moitu.

No quadro para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de Moitu figura no município de Paraúna.

Pela lei estadual nº 173, de 07/10/1948, o distrito de Moitu deixa de pertencer ao município Paraúna para ser anexado ao novo município de Aurilândia. Em divisão territorial datada de 01/07/1950, o distrito de Moitu, figura no município de Aurilândia.

Elevado à categoria de município com a denominação de Cachoeira de Goiás, pela lei estadual nº 878, de 10/11/1953, desmembrado de Aurilândia. Sede no atual distrito de Cachoeira de Goiás, ex-Moitú. Constituído do distrito sede. Instalado em 01/01/1954.

Em divisão territorial datada de 01/07/1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital : Cachoeira para Moitú alterado, pela lei municipal nº 8.305, de 31/12/1943. Moitú para cachoeira de Goiás alterado, pela lei estadual nº 878, de 10/11/1953.

Transferência DistritalEditar

Pelo decreto-lei estadual nº 557, de 30/03/1938, transfere o distrito de Cachoeira do município de Goiás para o de Paraúna. Pela lei estadual nº 173, de 07/10/1948, o distrito de Moitu foi transferido do município de Paraúna para o de Aurilândia

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «IBGE divulga as estimativas populacionais dos municípios em 2015». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2015. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.