Abrir menu principal

Caio Túlio Capitão Pomponiano Plócio Firmo

Caio Túlio Capitão Pomponiano Plócio Firmo
Cônsul do Império Romano
Consulado 84 d.C.

Caio Túlio Capitão Pomponiano Plócio Firmo (em latim: Gaius Tullius Capito Pomponianus Plotius Firmus), conhecido apenas como Plócio Firmo, foi um senador romano da gente Cornélia nomeado cônsul sufecto para o nundínio de setembro a outubro de 84 com Caio Cornélio Galicano[1]. Era filho de Plócio Firmo e Vestília e foi adotado mais tarde por um certo Túlio Capitão.

CarreiraEditar

Firmo serviu na Guarda Pretoriana e depois assumiu o comando dos vigiles como prefeito. Ainda durante o breve reinado de Galba, bandeou-se para o lado de Otão. Em 15 de janeiro de 69, quando Galba foi assassanido, Otão nomeou-o prefeito pretoriano[2]. Depois do suicídio de Otão, Firmo foi dispensado por ordem de Vitélio[3]. Em algum momento antes de 81, foi legado da III Augusta. Depois de seu consulado, em 84, foi nomeado procônsul da África em uma data não determinada, no final do reinado de Domiciano ou já no de Nerva.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Paul Gallivan, "The Fasti for A. D. 70–96", Classical Quarterly, 31 (1981), pp. 190, 197, 216
  2. Tácito, Histórias I. 46
  3. Tácito, Histórias II. 92

BibliografiaEditar

  • Albino Garzetti. From Tiberius to the Antonines (Routledge Revivals): A History of the Roman Empire AD 14-192. Routledge, 2014. р. 689.
  • American Philosophical Society. Memoirs of the American Philosophical Society, Объемы 132-133. American Philosophical Society, 1979. р. 118.