Abrir menu principal

Caio Terêncio Túlio Gêmino

Caio Terêncio Túlio Gêmino
Cônsul do Império Romano
Consulado 46 d.C.

Caio Terêncio Túlio Gêmino (em latim: Gaius Terentius Tullius Geminus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de setembro a dezembro de 47 com Marco Júnio Silano. No último ano de seu reinado (54), Cláudio o enviou como legado imperial da Mésia. Depois da morte do imperador, aliou-se a Nero e, em 62, acusou a pedido dele Aulo Dídio Galo Fabrício Vejento, que acabou banido[1]. Seu destino é desconhecido.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Tácito, Anais XIV 50,1