A III Divisão foi o quarto escalão do Futebol Português até à época 2012/13, no final da qual foi extinta. Na última época esteve dividida em sete Séries (A, B, C, D, E, F e Açores, sendo que a série Madeira não se realizou em 2012/13). As Séries de A a F eram compostas por 12 equipas enquanto que a Série Açores era composta por 10 equipas.

III Divisão
LogoCN3Divisao.png
Dados gerais
Organização Federação Portuguesa de Futebol
Edições 60
Local de disputa Portugal
Sistema Temporada, Pontos corridos
editar

As Séries "Madeira" e "Açores" continham apenas equipas das respectivas Regiões Autónomas, enquanto que as restantes séries só admitiam equipas de Portugal Continental.

O campeonato era disputado em 2 duas fases. Uma primeira fase regular em que as equipas da mesma série jogavam todas umas contra as outras a duas voltas e uma segunda série onde as equipas eram divididas em dois grupos: um grupo para determinar o campeão e as equipas que subiriam e um outro grupo para determinar quem desceria aos campeonatos regionais.

Subidas e DescidasEditar

Nas séries continentais (A, B, C, D, E, F) os 12 clubes de cada série disputavam a primeira fase (22 jornadas) e depois os 6 primeiros disputavam uma Fase de Subida e os 6 últimos disputavam uma Fase de Descida aos Campeonatos Distritais, com metade dos pontos alcançados na fase regular. Subiam de divisão os dois primeiros de cada série da Fase de subida e desciam os 3 últimos de cada série da Fase de Descida.

A série Madeira disputava-se da mesma forma que as séries continentais porém, só o 1º classificado da "Fase de Subida" subia de divisão. Contudo, a subida de divisão do campeão da Série Madeira só ocorria automaticamente se houvesse menos que 6 equipas madeirenses a disputar o campeonato da 2ª Divisão ou no caso de haver 6 equipas madeirense na 2ª Divisão se pelo menos uma dessas equipas fosse despromovida. Caso a 2ª divisão tivesse 6 equipas madeirenses e nenhuma dessas equipas ficasse nas posições de descida o vencedor da Série Madeira disputaria com a equipa madeirense pior classificava da 2ª divisão um play-off a duas mãos de acesso à 2ª divisão onde o vencedor disputaria na época seguinte o campeonato da 2ª divisão e o derrotado disputaria o campeonato da 3ª divisão. Devido à limitação de só poderem disputar esta série equipas da Região Autónoma da Madeira o número de equipas que desceriam da terceira divisão - Série Madeira fase de manutenção para o Campeonato Regional da Madeira dependeria do números de equipas madeirense que desceriam da 2ª divisão para a 3ª divisão. O número de equipas que desceriam da 3ª divisão - Série Madeira para o Regional era igual ao número de equipas madeirenses que desceriam da 2ª divisão para a 3ª divisão mais 2, ou seja, se descessem 0 equipas madeirense da 2ª para a 3ª divisão desceriam 2 equipas da 3ª divisão para os regionais, se descesse 1 equipa madeirense (da 2ª para a 3ª) desceriam 3 (da 3ª para o Regional), se descessem 2 equipas madeirense (da 2ª para a 3ª) desceriam 4 (da 3ª para o Regional) e assim sucessivamente.

A Série Açores disputava-se com uma primeira fase com 10 equipas. Após a 1ª fase as 4 primeiras classificadas passariam para a "Fase de Subida" com a totalidade dos pontos conquistados na 1ª fase, enquanto que as últimas 6 disputariam a fase de manuntenção também com a totalidade dos pontos conquistados na 1ª fase. Subiria de divisão o 1º classificado, contudo a subida do campeão desta série procedia-se de forma semelhante à da Série Madeira, ou seja, só subiria automaticamente se houvesse menos que 6 equipas açorianas a disputar a 2ª Divisão ou no caso de haver 6 equipas açorianas e se pelo menos uma delas ficasse em posição de descida na 2ª divisão. Caso houvesse 6 equipas açorianas na 2ª divisão e se nenhuma delas ficasse em posição de descida o vencedor da 3ª divisão Série Açores disputaria um play-off a duas mãos com a equipa açoriana pior classificada da 2ª divisão. O vencedor desse play-off disputaria na época seguinte o campeonato da 2ª divisão e o derrotado disputaria o campeonato da 3ª divisão. À semelhança da Série Madeira o número de equipas que desceriam da terceira divisão - Série Açores fase de manutenção para o Campeonatos Regionais dos Açores dependeria do números de equipas açorianas que desceriam da 2ª divisão para a 3ª divisão. O número de equipas que desceriam da 3ª divisão - Série Açores para os Regionais era igual ao número de equipas açorianas que desceriam da 2ª divisão para a 3ª divisão mais 2, ou seja se descessem 0 equipas açorianas da 2ª para a 3ª divisão desceriam 2 equipas da 3ª divisão para os regionais, se descesse 1 equipa açoriana (da 2ª para a 3ª) desceriam 3 (da 3ª para os Regionais), se descessem 2 equipas açorianas (da 2ª para a 3ª) desceriam 4 (da 3ª para os Regionais) e assim sucessivamente.

Na eventualidade de descerem 13 ou 14 equipas de Portugal Continental da 2ª divisão para a 3ª divisão desceriam de divisão, juntamente com os três últimos de cada Série Continental (Serie A à F), o pior ou os dois piores 3ª classificados das Fases de Manunteção das Séries Continentais.

CampeõesEditar


A partir da Época 2000/01, com excepção da Época 2001/02, os vencedores de todas as Séries são declarados Campeões.

Época Série A Série B Série C Série D Série E Série F Série Açores Série Madeira
2000/01 Caçadores das Taipas Vila Real Ol. Hospital Benf. C. Branco Ol. Moscavide Amora Lusitânia  
2002/03 Bragança Lixa Estarreja Alcains Sintrense Pinhalnovense Santo António  
2003/04 Valenciano Ribeirão Penalva do Castelo Benf. C. Branco Casa Pia Atlético Operário  
2004/05 Os Sandinenses Aliados de Lordelo Nelas Portomosense Benfica B Silves Madalena  
2005/06 Maria da Fonte Vila Meã U. Lamas Eléctrico Atlético E. Vendas Novas Lusitânia  
2006/07 Valdevez Leça Anadia Caldas Caniçal Lagoa Angrense  
2007/08 Mirandela Amarante Arouca Rec. Monsanto Oriental de Lisboa Mineiro Alj. Praiense  
2008/09 Vieira Paredes Tondela Sertanense Camacha Louletano Vitória do Pico  
2009/10 Macedo de Cavaleiros Oliveirense Coimbrões Anadia Casa Pia Juventude de Évora Madalena Andorinha
2010/11 Mirandela Amarante Cinfães Monsanto Caldas E. Vendas Novas Angrense Ribeira Brava
2011/12 GD Joane FC Cesarense Ac.Viseu Benfica CB CF Benfica Farense SC Lusitânia AD Pontassolense
2012/13 GD Bragança FC Felgueiras 1932 AD Grijó GD Sourense SC Lourinhanense União Montemor SC Praiense Não se realizou

Melhores palmarésEditar

Clube Títulos
Bragança
4
Benfica e Castelo Branco
4
Almada
2
Caldas
3
Cova da Piedade
2
Seixal
2
União de Lamas
3
União de Santarém
2
Vizela
2
Portalegrense
2
Montijo
2
Sandinenses
2
Vasco da Gama
2
Vila Real
2
Mirandela
2
E. Vendas Novas
2
Paredes
2
64 Clubes
1