Abrir menu principal

Campeonato Sergipano de Futebol de 2015 - Série A2

Campeonato Sergipano 2015 - Série A2
Sergipano A2 2015
Sergipe
Dados
Participantes 12
Organização FSF
Anfitrião  Sergipe
Período 12 de setembro28 de novembro
Gol(o)s 119
Partidas 50
Média 2,38 gol(o)s por partida
Campeão Bandeira nossa senhora dores.svg Dorense (1º título)
Vice-campeão Bandeira-portodafolha-se.jpg Guarany-SE
Melhor marcador Jean (Canindé) 6 gols
Melhor ataque (fase inicial) Olímpico 20 gols feitos
Melhor defesa (fase inicial) Dorense
Sete de Junho 4 gols sofridos
Maiores goleadas
(diferença)
Dorense Bandeira nossa senhora dores.svg 4 – 0 Bandeira de Aracaju.svg Aracaju
Ariston AzevedoNossa Senhora das Dores
12 de setembro
 
Canindé Brasao caninde sao francisco.svg 0 – 4 Bandeira-portodafolha-se.jpg Guarany-SE
André AvelinoCanindé de São Francisco
12 de setembro
 
Olímpico Brasao itabaianinha.jpg 6 – 2 Bandeira de Simão Dias.png Independente
SouzãoItabaianinha
27 de setembro
 
Dorense Bandeira nossa senhora dores.svg 6 – 2 Bandeira aquidaba.svg Aquidabã
Ariston AzevedoNossa Senhora das Dores
10 de outubro
Público 9 046
Média 205,6 pessoas por partida
◄◄ SergipeSergipano A2 2014 Soccerball.svg Sergipano A2 2016Sergipe ►►

O Campeonato Sergipano da Série A2 de 2015 será a 26ª edição do torneio e corresponde à segunda divisão do futebol do estado de Sergipe em 2015.

Segundo a mídia desportiva local, em continuidade desde 2011, o evento tende a ser um dos mais competitivos dos últimos tempos. Como resposta ao planejamento compactuado com o projeto de angariamento do futebol local, sua organização e reconhecimento estão em ascensão não só no cenário regional, como também ganhando visibilidade nacional.

Participaram do campeonato este ano onze clubes o maior número desde 2013, são eles: os dois times tradicionais da cidade de Propriá, o América e o Propriá; o Aracaju da capital Aracaju; Canindé, Guarany-SE ambos do Alto Sertão; Dorense e Aquidabã do Médio Sertão; Maruinense da cidade de Maruim e do Centro-Sul do estado irão participar Sete de Junho de Tobias Barreto, Olímpico da cidade de Itabaianinha e Independente da cidade de Simão Dias.

O acesso só foi definido no dia 14 de novembro. Em Itabaianinha, o Guarany confirmou o retorno à Série A1, após ganhar o primeiro jogo por 1–0 em casa e empatar por 1–1 com o Olímpico. Na mesma fase, o Dorense conquistou seu acesso para a Série A1 após 10 anos, com dois empates na semifinal primeiro em Tobias Barreto por 0–0 e 1–1 jogando em Nossa Senhora das Dores a vaga foi disputada nos pênalti e o Colorado do Sertão venceu por 8–7 diante o Sete de Junho.

A edição de 2015 foi decidido nos pênaltis, no primeiro jogo o Guarany-SE venceu o Dorense por 1–0 e no segundo jogo o Colorado venceu também por 1–0, assim com os placares agregados empatados em 1–1 o título foi decidido nos pênaltis onde o Dorense venceu por 4–2 sagrando-se campeão, o Guarany foi a equipe vice-campeã.

Previsões do CampeonatoEditar

Depois de a competição tomar as maiores proporções da sua história nos anos de 2011 e 2012, de ter uma baixa no ano de 2013 e de ter mostrado uma grande competitividade em 2014 a segunda divisão estadual de 2015 pretender ter bem acirrada. Isso porque a edição de 2014 contou com a participação 4 clubes brigando pelo acesso até a ultima rodada. Por meio de planejamento antecipado Dorense, Guarany e Olímpico entram como favorito ao acesso do Sergipano A1 de 2016, correm por fora Sete de Junho e Maruinense.

Com as novas medidas tomada pela Federação Sergipana de Futebol de profissionalizar cada vez mais o futebol de Sergipe, muitos clubes tradicionais do estado desistiram de participar do último certame devido à falta de refletores e condições dos seus estádios de futebol, rebaixado da elite em 2014 só o Canindé demonstrou interesse na vaga da edição deste ano. Enquanto isso, América, Aracaju, Aquidabã, Cotinguiba, Dorense, Guarany-SE, Independente, Maruinense, Neópolis, Pirambu, Propriá e Sete de Junho sinalizaram interesse no certame de 2015, mas, como muitos clubes da Série A2, estão esbarrando nas exigências dos refletores o número de participantes poderá diminuir; outros clubes também estavam com o mesmo problema: como por exemplo o Laranjeiras, o Rio Branco foi sondado e poderá voltar ao futebol profissional em 2015.

Participantes da Série A2 de 2015

Onze clubes fizeram a inscrição na Série A2 do Campeonato Sergipano desse ano. Foram América, Aquidabã, Aracaju ,Canindé, Cotinguiba que logo desistiu da competição, Dorense, Guarany, Independente, Maruinense, Olímpico, Propriá e Sete de Junho confirmaram o pedido. Entretanto, a FSF liberou jogos as 15:00 para que todos os clubes pudessem participar da competição em estádio que não possuem refletores.

O presidente da Federação Sergipana de Futebol, Carivaldo de Souza, confirmou a liberação das praças esportivas sem iluminação. Hoje, os estádios que não atendem a exigência são: Durval Feitosa em Propriá; Souzão, em Itabaianinha; e Manoel Porto, em Aquidabã. Já o Estádio Caio Feitosa, em Porto da Folha, apesar de não contar com refletores, não impediria o Guarany de entrar na disputa. Isso porque o Alviverde tem que cumprir a perda de alguns no seu estádio e jogaria no Estádio Andrezão, em Canindé.

Homenagem a Alceu MonteiroEditar

Troféu Alceu MonteiroEditar

Depois do passamento do cronista esportivo Alceu Monteiro, que atuou em todas as rádios AM da capital sergipana, atuando além-fronteiras no estado pernambucano, a Federação Sergipana de Futebol, em espécie de homenagem póstuma garantiu que o troféu da competição vai levar o nome do ‘professor de bola’, como era conhecido o radialista, professor e bancário.[1]

FormatoEditar

RegulamentoEditar

Primeira Fase

As doze equipes foram distribuídas em três grupos regionalizados com quatro times cada. As equipes de cada grupo disputarão jogos de ida e volta entre si e se classificam para a segunda fase (quartas de final) os dois melhores times de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados, totalizando oito times na segunda fase.

Fase Final

A fase final ira ser dividade em quartas de finais, semifinais e final respectivamente. Campeão e vice garantem o acesso à Série A1 de 2016.[2]

A Associação vencedora do confronto Final da Fase Final será declarada Campeã do Campeonato Sergipano de Futebol Profissional da Série A21 de 2015 e será a primeira representante Série A1 de 2016.

A Associação que ficar na segunda posição do confronto Final da Fase Final será declarada Vice-Campeã do Campeonato Sergipano de Futebol Profissional da Série A-2 de 2015 e será a segunda representante Série A1 de 2016.

Critério de desempateEditar

Os critérios de desempate serão aplicados na seguinte ordem:

  1. Maior número de vitórias
  2. Maior saldo de gols
  3. Maior número de gols pró (marcados)
  4. Maior número de gols contra (sofridos)
  5. Confronto direto
  6. Sorteio

Equipes participantesEditar

Equipe Cidade Em 2014 Estádios (capacidade) Títulos
América Futebol Clube   Propriá Não Participou Durval Feitosa (3.000) 2 (2006 e 2012)
Associação Esportiva Força Jovem Aquidabã   Aquidabã Não Participou Manecão (2.500) 0 (não possui)
Aracaju Futebol Clube   Aracaju 5º (Série A2) Wellington Elias (3.500) 0 (não possui)
Clube Desportivo de Canindé do São Francisco   Canindé de São Francisco Não Participou André Avelino (3.000) 0 (não possui)
Cotinguiba Esporte Clube[cot]   Aracaju Não Participou Arena Batistão (15.575) 1 (em 1993)
Dorense Futebol Clube   Nossa Senhora das Dores 3º (Série A2) Ariston Azevedo (3.000) 0 (não possui)
Associação Atlética Guarany   Porto da Folha Não Participou Caio Feitosa (3.000) 2 (1988 e 2001)
Associação Desportiva Independente Futebol Clube   Simão Dias 4º (Série A2) Albano Franco (5.000) 0 (não possui)
Centro Sportivo Maruinense   Maruim 6º (Série A2) Vavazão (10.235) 1 (em 2003)
Olímpico Esporte Clube   Itabaianinha Não Participou Souzão (4.000) 1 (em 1994)
Esporte Clube Propriá   Propriá Não Participou Durval Feitosa (3.000) 1 (em 1964)
Sete de Junho Esporte Clube   Tobias Barreto Não Participou Brejeirão (4.000) 2 (2008 e 2011)
[cot] ^ : O Cotinguiba desistiu da competição, pedindo afastamento por tempo indeterminado.

Primeira FaseEditar

Equipes classificadas às quartas de final
Equipes classificadas como melhores terceiros classificados
Equipes eliminadas

Grupo AEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Zona de classificação
1   Olímpico 14 6 4 2 0 17 4 13 Classificados para as Quartas de Finais
2   Sete de Junho 14 6 4 2 0 12 3 9
3   Independente 6 6 2 0 4 11 13 -2 Eliminados
4   Cotinguiba 0 6 0 0 6 0 18 -18

JogosEditar

Primeira RodadaEditar

12 de setembro Cotinguiba   0 – 3   Independente
15:00

12 de setembro Sete de Junho   1 – 1   Olímpico Brejeirão, Tobias Barreto
17:00
Cleriston   56' Borderô
Súmula
  54' Glauberson Público: 191 pagantes
Árbitro:  SE Marcos Santos

|}

Segunda RodadaEditar

20 de setembro Independente   0 – 2   Sete de Junho Albano Franco, Simão Dias
15:00
Borderô
Súmula
  27' Marison
  61' Matheus
Público: 40 pagantes
Árbitro:  SE Wilson da Silva Nunes

20 de setembro Olímpico   3 – 0   Cotinguiba
15:00

|}

Terceira RodadaEditar

26 de setembro Cotinguiba   0 – 3   Sete de Junho
15:00

27 de setembro Olímpico   6 – 2   Independente Souzão, Itabaianinha
15:00
Glauberson   25'
Francisco   58'
Renato   66'  74'
Robério   67'  77'
Borderô
Súmula
  55'  68' Devid Público: 163 pagantes
Árbitro:  SE Alexsandro Braga dos Santos

|}

Quarta RodadaEditar

3 de outubro Sete de Junho   3 – 0   Cotinguiba
17:00

4 de outubro Independente   0 – 3   Olímpico Albano Franco, Simão Dias
15:00
Borderô
Súmula
  10' Glauberson
  43' Roberto
  71' Eduardo
Público: 20 pagantes
Árbitro:  SE Marcelo Soares da Silva

|}

Quinta RodadaEditar

10 de outubro Cotinguiba   0 – 3   Olímpico
15:00

10 de outubro Sete de Junho   2 – 1   Independente Brejeirão, Tobias Barreto
17:00
Luiz Paulo   60'
Maryson   72'
Borderô
Súmula
  55' Tiago Público: 42 pagantes
Árbitro:  SE José Umberto de Farias Júnior

|}

Sexta RodadaEditar

18 de outubro Independente   3 – 0   Cotinguiba Albano Franco, Simão Dias
15:00

18 de outubro Olímpico   1 – 1   Sete de Junho Souzão, Itabaianinha
15:00
Alyson   54' Borderô
Súmula
  23' Adilson Público: 188 pagantes
Árbitro:  SE Carlos André Lino Souza

|}

Grupo BEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Zona de classificação
1   Dorense 16 6 5 1 0 14 2 12 Classificados para as Quartas de Finais
2   Maruinense 7 6 2 1 3 8 7 1
3   Aracaju 7 6 2 1 3 8 15 -7 2º melhor terceiro colocado
4   Aquidabã 4 6 1 1 4 6 12 -6 Eliminados

JogosEditar

Primeira RodadaEditar

23 de setembro Maruinense   1 – 0   Aquidabã Vavazão, Maruim
15:00
Glauber   72' Borderô
Súmula
Público: 53 pagantes
Árbitro:  SE Jideone Mendonça Lima

12 de setembro Dorense   4 – 0   Aracaju Ariston Azevedo, Nossa Senhora das Dores
16:00
Valdson   4'  38'
Fábio Jr.   88'
Danilo   89'
Borderô
Súmula
Público: 256 pagantes
Árbitro:  SE Marcelo Soares da Silva

|}

Segunda RodadaEditar

19 de setembro Aquidabã   0 – 2   Dorense Manecão, Aquidabã
15:00
Borderô
Súmula
  61' Paulo César
  81' Danilo
Público: 180 pagantes
Árbitro:  SE Claudio de Jesus Rocha

20 de setembro Aracaju   4 – 3   Maruinense Wellington Elias, Nossa Senhora do Socorro
15:00
Bruno   5'
Givaldo   29'
Sergio   36'
Leilson   79'
Borderô
Súmula
  16'  20' Cassio
  68' Jandyr
Público: 27 pagantes
Árbitro:  SE Carlos André Lino Souza

|}

Terceira RodadaEditar

26 de setembro Aquidabã   3 – 1   Aracaju Manecão, Aquidabã
15:00
Jailton   38'  60'  78' Borderô
Súmula
  57' Givaldo Público: 53 pagantes
Árbitro:  SE Rodrigo Matos Santos Pereira

26 de setembro Dorense   1 – 0   Maruinense Ariston Azevedo, Nossa Senhora das Dores
15:30
Danilo   35' Borderô
Súmula
Público: 302 pagantes
Árbitro:  SE Wendell Oliveira

|}

Quarta RodadaEditar

3 de outubro Maruinense   0 – 1   Dorense Vavazão, Maruim
15:00
Borderô
Súmula
  31' Gegê Público: 149 pagantes
Árbitro:  SE Demostekles Vasco Silva Pereira

4 de outubro Aracaju   2 – 1   Aquidabã Wellington Elias, Nossa Senhora do Socorro
15:00
Fernando   15'
Rodrigo   23'
Borderô
Súmula
  32' Jailton Público: 6 pagantes
Árbitro:  SE George Oliveira dos Santos

|}

Quinta RodadaEditar

10 de outubro Maruinense   4 – 1   Aracaju Vavazão, Maruim
15:30
Robson Saci   17'
Jandyr   33'
Marcel   67'  75'
Borderô
Súmula
  2' Fernando Público: 13 pagantes
Árbitro:  SE Wendell Oliveira

10 de outubro Dorense   6 – 2   Aquidabã Ariston Azevedo, Nossa Senhora das Dores
16:00
Adagilton   3'  38'
Danilo   8'  24'
Valdson   58'
Jorge   86'
Borderô
Súmula
  74'Hudson
  78' Jeveson
Público: 246 pagantes
Árbitro:  SE Claudionor dos Santos Junior

|}

Sexta RodadaEditar

18 de outubro Aracaju   0 – 0   Dorense Wellington Elias, Nossa Senhora do Socorro
15:00
Borderô
Súmula
Público: 20 pagantes
Árbitro:  SE George Oliveira dos Santos

18 de outubro Aquidabã   0 – 0   Maruinense Manecão, Aquidabã
15:00
Borderô
Súmula
Público: 28 pagantes
Árbitro:  SE Wilson da Silva Nunes

|}

Grupo CEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Zona de classificação
1   Guarany-SE 15 6 5 0 1 11 2 9 Classificados para as Quartas de Finais
2   América-SE 11 6 3 2 1 9 5 4
3   Canindé 8 6 2 2 2 6 9 -3 1º melhor terceiro colocado
4   Propriá 0 6 0 0 6 2 11 -9 Eliminados

JogosEditar

Primeira RodadaEditar

12 de setembro América-SE   3 – 2   Propriá Durval Feitosa, Propriá
15:00
Danilo   2'
Mateus   27'
Judicael   35'
Borderô
Súmula
  52' Isaias
  63' Jonathan
Público: 372 pagantes
Árbitro:  SE Wendell de Oliveira

12 de setembro Canindé   0 – 4   Guarany-SE André Avelino, Canindé de São Francisco
15:00
Borderô
Súmula
  4'  64' Edimar
  29' Eliomar
  90+4' Gerinaldo
Público: 279 pagantes
Árbitro:  SE Wicleanche Vieira de Souza

|}

Segunda RodadaEditar

19 de setembro Propriá   0 – 2   Canindé Durval Feitosa, Propriá
15:00
Borderô
Súmula
  81' Cristian
  90' Jean
Público: 119 pagantes
Árbitro:  SE José Umberto de Farias Júnior

19 de setembro Guarany-SE   0 – 1   América-SE Caio Feitosa, Porto da Folha
15:00
Borderô
Súmula
  17' Kemerson Público: 574 pagantes
Árbitro:  SE Fabio Roberto Matos Souza dos Santos

|}

Terceira RodadaEditar

24 de setembro Propriá   0 – 1   Guarany-SE Durval Feitosa, Propriá
15:00
Borderô
Súmula
  76' Eliomar Público: 70 pagantes
Árbitro:  SE Izail Torres de Santana

27 de setembro Canindé   0 – 0   América-SE André Avelino, Canindé de São Francisco
15:00
Borderô
Súmula
Público: 77 pagantes
Árbitro:  SE Mauricio Tavares de Moura

|}

Quarta RodadaEditar

1 de outubro Guarany-SE   1 – 0   Propriá Caio Feitosa, Porto da Folha
15:00
André   21' Borderô
Súmula
Público: 307 pagantes
Árbitro:  SE Marcos Santos

3 de outubro América-SE   1 – 1   Canindé Durval Feitosa, Propriá
15:00
Albert   79' Borderô
Súmula
  90+3' Jean Público: 81 pagantes
Árbitro:  SE Wilcleanche Vieira de Souza

|}

Quinta RodadaEditar

10 de outubro América-SE   0 – 1   Guarany-SE Durval Feitosa, Propriá
15:00
Borderô
Súmula
  66' André Público: 38 pagantes
Árbitro:  SE Eduardo de Santana Nunes

10 de outubro Canindé   2 – 0   Propriá André Avelino, Canindé de São Francisco
15:00
Jean Cássio   41'  86' Borderô
Súmula
Público: 103 pagantes
Árbitro:  SE Michel Freitas

|}

Sexta RodadaEditar

18 de outubro Guarany-SE   4 – 1   Canindé Caio Feitosa, Porto da Folha
15:00
André   8'  29'
Ricardo   25'  72'
Borderô
Súmula
  2' Jean Público: 237 pagantes
Árbitro:  SE Maurício Tavares de Moura

18 de outubro Propriá   0 – 2   América-SE Durval Feitosa, Propriá
15:00
Borderô
Súmula
  39' Osvaldo
  55' Raudinei
Público: 108 pagantes
Árbitro:  SE Isail Torres de Santana

|}

Desempenho por rodadaEditar

Índice técnicoEditar

Clube Pts J V E D GP GC SG Grupo
  Canindé 8 6 2 2 2 6 9 -3 Grupo C
  Aracaju 7 6 2 1 3 8 15 -7 Grupo B
  Independente 6 6 2 0 4 11 13 -2 Grupo A

Classificação para a fase finalEditar

Na fase final, os confrontos foram definidos através das campanhas dos times. Para os confrontos das quartas de final, os 8 clubes classificados seram divididos em dois blocos: no Bloco I ficaram as equipes classificadas em primeiro lugar e no Bloco II, as equipes classificadas em segundo lugar. Dessa forma, o time de melhor campanha entre os primeiros colocados enfrenta o time de pior campanha entre os segundos ou terceiros colocados; o de segunda melhor campanha enfrenta o de segunda pior campanha, e assim sucessivamente. Na sequência do torneio, a soma das campanhas nas fases anteriores define os confrontos, repetindo o formato e colocando frente a frente o time classificado de melhor pontuação geral contra a equipe classificada de pior campanha geral, e assim sucessivamente.[3]

Tabela de classificação após a primeira fase
Bloco I
Pos. Primeiros dos grupos Pts J V E D GP GC SG
1   Dorense 16 6 5 1 0 14 2 12
2   Guarany-SE 15 6 5 0 1 11 2 9
3   Olímpico 14 6 4 2 0 17 4 13
4   Sete de Junho 14 6 4 2 0 12 3 9
Bloco II
Pos. Segundos dos grupos Pts J V E D GP GC SG
1   América-SE 11 6 3 2 1 9 5 4
2   Maruinense 7 6 2 1 3 8 7 1
3   Canindé 8 6 2 2 2 6 9 -3
4   Aracaju 7 6 2 1 3 8 15 -7
Tabela de classificação após as quartas de final bloco (III) e após as semifinais bloco (IV)
Bloco III
Pos. Equipes Pts J V E D GP GC SG
1   Dorense 22 8 7 1 0 16 2 14
2   Olímpico 20 8 6 2 0 19 4 15
3   Guarany-SE 19 8 6 1 1 13 3 10
4   Sete de Junho 16 8 4 4 0 13 4 9
Bloco IV
Pos. Equipes Pts J V E D GP GC SG
1   Dorense 24 10 7 3 0 17 3 14
2   Guarany-SE 23 10 7 2 1 15 4 11

Fases finaisEditar

Em Itálico os clubes que mandaram o primeiro jogo em casa. Em Negrito os clubes classificados para a próxima fase.

Quartas de final Semifinais Final
    7 de novembro e 14 de novembro  21 de novembro e 28 de novembro
                                     
   Aracaju 0 0 0  
   Dorense 1 1 2  
     Sete de Junho 0 1 1 (7)  
     Dorense 0 1 1 (8)  
   Canindé 1 0 1
   Guarany-SE 1 1 2  
     Dorense 0 1 1 (4)
     Guarany-SE 1 0 1 (2)
   Maruinense 0 0 0  
   Olímpico 1 1 2  
     Guarany-SE 1 1 2
     Olímpico 0 1 1
   América-SE 0 1 1 (2)
   Sete de Junho 0 1 1 (3)

JogosEditar

Quartas de FinaisEditar

Jogos de IdaEditar

24 de outubro Canindé   1 – 1   Guarany-SE André Avelino, Canindé de São Francisco
15:00
Jean   67' Borderô
Súmula
  87' André Público: 159 pagantes
Árbitro:  SE Jose Umberto de Farias Junior

24 de outubro Maruinense   0 – 1   Olímpico Vavazão, Maruim
15:30
Borderô
Súmula
  75' Eduardo Público: 91 pagantes
Árbitro:  SE Marcelo Soares da Silva

24 de outubro América-SE   0 – 0   Sete de Junho Durval Feitosa, Propriá
15:00
Borderô
Súmula
Público: 50 pagantes
Árbitro:  SE Fabio Roberto Matos S. dos Santos

25 de outubro Aracaju   0 – 1   Dorense Wellington Elias, Nossa Senhora do Socorro
15:00
Borderô
Súmula
  59' Adagilton Público: 59 pagantes
Árbitro:  SE Jideone Mendonça Lima

|}

Jogos de VoltaEditar

31 de outubro Guarany-SE   1 – 0   Canindé Caio Feitosa, Porto da Folha
15:00
André   83' Borderô
Súmula
Público: 387 pagantes
Árbitro:  SE Isail Torres de Santana

31 de outubro Olímpico   1 – 0   Maruinense Souzão, Itabaianinha
15:00
Wesley   81' Borderô
Súmula
Público: 271 pagantes
Árbitro:  SE Fábio Roberto Matos Silva dos Santos

31 de outubro Dorense   1 – 0   Aracaju Ariston Azevedo, Nossa Senhora das Dores
15:30
Rafael Vila   70' Borderô
Súmula
Público: 436 pagantes
Árbitro:  SE Mauricio Tavares de Moura

31 de outubro Sete de Junho   1 – 1   América-SE Brejeirão, Tobias Barreto
16:00
Igor   17' Borderô
Súmula
  68' Roberto Público: 58 pagantes
Árbitro:  SE Wendell Oliveira
    Penalidades  
3 – 2  

|}

SemifinaisEditar

Jogos de IdaEditar

7 de novembro Sete de Junho   0 – 0   Dorense Brejeirão, Tobias Barreto
16:00
Borderô
Súmula
Público: 60 pagantes
Árbitro:  SE Isael Torres de Santana

7 de novembro Guarany-SE   1 – 0   Olímpico Caio Feitosa, Porto da Folha
15:00
Leonardo   59' Borderô
Súmula
Público: 400 pagantes
Árbitro:  SE Marcelo Soares da Silva

|}

Jogos de VoltaEditar

14 de novembro Olímpico   1 – 1   Guarany-SE Souzão, Itabaianinha
15:00
Roberio   49' Borderô
Súmula
  34' André Público: 451 pagantes
Árbitro:  SE Claudio Francisco Lima e Silva

14 de novembro Dorense   1 – 1   Sete de Junho Ariston Azevedo, Nossa Senhora das Dores
15:30
Rafael   53' Borderô
Súmula
  77' Maryson Público: 650 pagantes
Árbitro:  SE Eduardo de Santana Nunes
    Penalidades  
8 – 7  

|}

Final da Série A2 2015Editar

Jogos de IdaEditar

21 de novembro Guarany-SE   1 – 0   Dorense Caio Feitosa, Porto da Folha
15:00
Gegê   6' Borderô
Súmula
Público: 632 pagantes
Árbitro:  SE Wendell Oliveira

|}

Jogos de VoltaEditar

28 de novembro Dorense   1 – 0   Guarany-SE Ariston Azevedo, Nossa Senhora das Dores
15:00
Danilo   32' Borderô
Súmula
Público: 1 000 pagantes
Árbitro:  SE Eduardo de Santana Nunes
    Penalidades  
4 – 2  

|}

PremiaçãoEditar

Campeonato Sergipano Série A2 de 2015
 
Dorense
Campeão
(1º título)

ArtilhariaEditar

Gols Jogador Time
6   Jean Cassio Canindé
5   André Guarany
  Danilo Dorense
4   Jailton Aquidabã
3   Dagil Dorense
  Glauberson Olímpico
  Renato Olímpico

Maiores públicosEditar

Esses são os cinco maiores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 1 000 Dorense   1(4) – 0(2)   Guarany-SE Ariston Azevedo 28 de novembro Final (Volta)
2 650 Dorense   1(8) – 1(7)   Sete de Junho Ariston Azevedo 14 de novembro Semifinais (Volta)
3 632 Guarany-SE   1 – 0   Dorense Caio Feitosa 21 de novembro Final (Ida)
4 574 Guarany-SE   0 – 1   América-SE Caio Feitosa 19 de setembro 2ª Rodada
5 451 Olímpico   1 – 1   Guarany-SE Souzão 14 de novembro Semifinais (Volta)

Média de públicoEditar

A média de público considera apenas os jogos da equipe como mandante.

  • i. ^ Considera-se apenas o público pagante

Classificação GeralEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Zona de classificação
1   Dorense 27 12 8 3 1 18 4 14 Promovidos a Série A1 de 2016
2   Guarany-SE 26 12 8 2 2 16 5 11
3   Olímpico 21 10 6 3 1 20 6 14 Eliminados nas semifinais
4   Sete de Junho 17 10 4 6 0 13 4 9
5   América-SE 13 8 3 4 1 10 6 4 Eliminados nas quartas de final
6   Canindé 9 8 2 3 3 7 11 -4
7   Maruinense 7 8 2 1 5 8 9 -1
8   Aracaju 7 8 2 1 5 8 17 -9
9   Independente 6 6 2 0 4 11 13 -2 Eliminados na fases de grupos
10   Aquidabã 4 6 1 1 4 6 12 -6
11   Propriá 0 6 0 0 6 2 11 -9
12   Cotinguiba 0 6 0 0 6 0 18 -18

Mudança de TécnicosEditar

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
  Aquidabã   Rony Araújo Demitido 28 de setembro Aquidabã 3-1 Aracaju 3º (Gr. B)   Wellington Sukita [4]
  Guarany   Souza Alagoano Demitido 3 de novembro Guarany 1-0 Canindé Quartas 3º (Geral)   Vitor Feitosa [5]

PremiaçãoEditar

Série A2 de 2015
 
Dorense
Campeão
(1º título)
Vice Campeão: Terceiro colocado: Quarto colocado: Artilheiro:
  Guarany-SE   Olímpico   Sete de Junho  
Público total: Renda total: Média de público: Média de renda:
9 046 R$ 67.600,00 205 R$ 1.648,78

Promoções e rebaixamentosEditar

Divisão Clubes rebaixados Clubes promovidos
Série A1
'Série A2'
  Boquinhense
  Coritiba
  Dorense
  Guarany-SE

Referências

  1. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome https://oguiadoesporte.wordpress.com/
  2. GloBoesporte.com (3 de julho de 2015). «Série A-2 do Sergipão começa no dia 12 de setembro com 12 clubes». Globo Esporte Sergipe. Consultado em 3 de julho de 2015 
  3. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome regulamento
  4. «Aquidabã demite comissão técnica». O Guia do Esporte. 28 de setembro de 2015. Consultado em 29 de setembro de 2015 
  5. «Guarany demite Souza Alagoano e preparador físico assume o comando». Globo Esporte Sergipe. 3 de novembro de 2015. Consultado em 3 de novembro de 2015 

Ver tambémEditar