Itabaianinha

município brasileiro do estado de Sergipe

Itabaianinha é um município brasileiro do estado de Sergipe. Encontra-se na região do Vale do Rio Real do Estado. É o segundo maior município da região. Além de Itabaininha, estão na região Tomar do Geru, Cristinápolis, Tobias Barreto e Poço Verde.

Itabaianinha
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Itabaianinha
Bandeira
Brasão de armas de Itabaianinha
Brasão de armas
Hino
Lema O Trabalho Não Pode Parar
Apelido(s) "INN"

"Princesa das Montanhas", "Cidade dos Anões"

Gentílico itabaianinhense
Localização
Localização Itabaianinha em Sergipe
Localização Itabaianinha em Sergipe
Mapa Itabaianinha
Coordenadas 11° 16' 26" S 37° 47' 24" O
País Brasil
Unidade federativa Sergipe
Municípios limítrofes Tobias Barreto, Cristinápolis, Umbaúba, Riachão do Dantas, Tomar do Geru, Pedrinhas e Arauá
Distância até a capital 118 km
História
Fundação 19 de outubro de 1915 (106 anos)
Aniversário 19 de outubro
Administração
Prefeito(a) Danilo Alves de Carvalho (DEM, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 493,310 km²
População total (IBGE/2013[2]) 42 821 hab.
Densidade 86,8 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 223 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,814 muito alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 162 920,109 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 3 992

EconomiaEditar

Esta cidade destaca-se na economia do estado, em virtude do grande número de indústrias têxteis, de médio porte. Há um grande numero de cerâmicas de médio e grande porte (destaque para a produção de telhas e blocos), oferecendo diversos empregos diretos ou indireto. O solo do seu município é riquíssimo em argila e há destaque também na plantação de laranjas e criação de carneiro

PopulaçãoEditar

Esta cidade ficou famosa por ter um grande número de anões nos seus povoados (com destaque para o povoado Carretéis), e na Zona Urbana. São cerca de 128 anões. Este número é grande devido a formação de famílias entre eles, o que contribuiu para o crescimento da população de anões.

Sua população também tem crescido muito pela chegada de moradores novos vindos de outros estados, atraídos pela indústria têxtil na cidade. Segundo o IBGE, sua população estimada em 2013 era de 40.821 habitantes.[2]

ClimaEditar

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1963 a 1970, 1977 a 1980, 1986 a 1989 e a partir de 1992, a temperatura mínima absoluta registrada em Itabaianinha foi de 13,2 °C em 24 de agosto de 1963,[5] e a máxima absoluta de 38,7 °C em 1° de abril de 2009.[6] O maior acumulado de precipitação em 24 horas atingiu 118,9 milímetros (mm) em 15 de março de 1969. Outros acumulados iguais ou superiores aos 100 mm foram: 118,7 mm em 3 de maio de 1997, 109,4 mm em 23 de maio de 2015, 106,4 mm em 9 de abril de 2014 e 102,6 mm em 21 de março de 1988.[7] Maio de 2009, com 478 mm, foi o mês de maior precipitação.[8]

Dados climatológicos para Itabaianinha
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 38,6 37,5 37,2 38,7 34 31,9 30,5 31 33,4 35,8 38,1 37,2 38,7
Temperatura máxima média (°C) 31,8 31,7 31,6 30,2 28,6 27 26,4 26,5 27,9 29,7 30,9 31,7 29,5
Temperatura média compensada (°C) 26 26,1 26,1 25,5 24,3 23 22,2 22,2 23,2 24,4 25,4 25,9 24,5
Temperatura mínima média (°C) 22,3 22,5 22,6 22,3 21,3 20,1 19,2 19 19,9 20,9 21,7 22,2 21,2
Temperatura mínima recorde (°C) 18,2 18 17,3 18,4 17,6 15 14 13,2 15,2 15,9 15,4 16,7 13,2
Precipitação (mm) 62,7 63,7 87,5 111,4 156,4 173,6 137,3 102,8 75,5 52,8 46,3 35,5 1 105,5
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 6 6 10 11 15 17 17 17 10 6 5 4 124
Umidade relativa compensada (%) 77,1 77,7 79,3 82,5 85,4 87,3 86 85,2 82,2 79,1 77,7 76,7 81,4
Horas de sol 219,7 194,3 195 179,7 171,2 142,8 158,6 159,2 176,3 208,3 213,8 226,4 2 245,3
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[9] recordes de temperatura: 01/06/1963 a 31/12/1970, 01/01/1977 a 31/12/1980, 01/01/1986 a 31/03/1989 e 01/01/1992-presente)[5][6]

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (4 de outubro de 2013). «Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data em 1 de julho de 2013» (PDF). Consultado em 24 de março de 2014 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Itabaianinha». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 8 de junho de 2018 
  6. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Itabaianinha». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 8 de junho de 2018 
  7. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Itabaianinha». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 8 de junho de 2018 
  8. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Itabaianinha». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 8 de junho de 2018 
  9. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 8 de junho de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geografia de Sergipe é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.