Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos Pinhão
Nascimento 4 de maio de 1924
Lisboa, Portugal
Morte 15 de janeiro de 1993 (68 anos)
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Escritor e jornalista
Magnum opus Uma Gaivota com Óculos

Carlos Pinhão ComM (Lisboa, 4 de Maio de 192415 de Janeiro de 1993) foi um jornalista e escritor português[1].

Índice

BiografiaEditar

Frequentou, até ao terceiro ano do curso, a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, enveredando depois pela carreira de jornalista. Estreou-se em 1944, no jornal Sports, que viria a dar origem ao Mundo Desportivo. Onze anos depois tornou-se redactor de A Bola[1], onde permaneceu até morrer. Foi ainda correspondente no nosso país de vários jornais desportivos de Espanha (A Marca), França (France Soir) e ainda o Les Sprorts, da Bélgica. Foi ainda colunista noutros títulos da imprensa regional e nacional, salientando as crónicas no jornal Público. É pai da também jornalista Leonor Pinhão.

O escritor tem duas grandes paixões, são elas o desporto e a cidade de Lisboa. O autor escreveu obras bastante diversas uma vez que publicou livros de humor, poesia, literatura infantil e crónicas, destacando-se sobretudo nas suas crónicas e na Literatura Infantil.

O seu primeiro livro para crianças Bichos de Abril, foi publicado em 1975 e teve um sucesso imediato. Posteriormente publicou Gaivotas Com Óculos em 1979, O Professor do Pijama Azul em 1981, O Coelho Atleta e a sua Escola de Desporto em 1983, Abril Futebol Clube que foi o último livro publicado com o autor vivo, em 1991, ainda foi publicada uma edição póstuma do livro intitulado João Campeão em 1994. O autor publicou mais de uma dezena de livros para crianças, dando sempre às suas histórias ritmo e fantasia. O desporto também esteve presente nos seus livros infantis como por exemplo em O Coelho Atleta e a sua Escola de Desporto e em Abril Futebol Clube, projectando ainda uma colecção para o desporto Agora Que Sou Crescido, embora a sua morte não o deixasse executá-la.

PrémiosEditar

  • Prémio Júlio César Machado (crónicas do jornal «Publico» sobre Lisboa);
  • Medalha de Ouro do Concelho de Oeiras;
  • Medalha de Mérito Desportivo do Ministério da Educação;
  • Grau de Comendador da Ordem do Mérito a título póstumo (9 de Junho de 1993)[2].

Tem uma Avenida com o seu nome em Marvila, Lisboa.

Obras publicadas para um público infantil / juvenilEditar

  • Ano de Publicação Título da Obra Colecção da Obra Editora
  • Março de 1968 Entrevista sem entrevistado, Edição de "A Bola"
  •  ? O Meu Barbeiro, Editorial Polis
  • 1969 Londres Sem Tamisa Ou 'O Homem Que Dormia No Chão', Série Humor nº 3, Editorial Polis
  • 1976 Futebol de A a Z Direcção Geral dos Desportos
  • 1977 Bichos de Abril Editorial Caminho
  • 1979 Uma Gaivota com Óculos Edições Alfaómega
  • 1981 O Professor de Pijama Azul Edições Ró
  • 1981 A Onda Grande e Boa Colecção Pássaro Livre Livros Horizonte
  • 1981 Era uma vez um Coelho Francês Colecção Pássaro Livre Livros Horizonte
  • 1983 O Coelho Atleta e a sua Escola de Desporto Colecção Pássaro Livre Livros Horizonte
  • 1984 O Senhor que não Sabia Contar Histórias Colecção Pássaro Livre Livros Horizonte
  • 1984 Vovô Bicho Livros Horizonte
  • 1984 Sete Recados Colecção Sete Estrelas Livros Horizonte
  • 1986 Lua Não, Muito Obrigado Colecção Sete Estrelas Livros Horizonte
  • 1987 Sete Setas - Colecção Sete Estrelas Livros Horizonte
  • ? Balada de Embalar Livros Horizonte
  • 1988 Certo Dia no Deserto Livros Horizonte
  • 1989 O Senhor ABC Editorial Caminho
  • 1991 Abril Futebol Clube Vega
  • 1992 Carlos Lopes; desenhos de João Fazenda
  • 1993 Humberto Coelho: narrativa; il. João Fazenda
  • 1994 (Edição póstuma) João Campeão Vega

Referências

  1. a b «Almanaque Lusa - 15 de janeiro». Sapo Notícias. Consultado em 1 de fevereiro de 2013 
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Carlos Pinhão". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 24 de outubro de 2015