Club Plaza Colonia de Deportes

O Club Plaza Colonia de Deportes é um clube de futebol uruguaio com sede na cidade de Colônia do Sacramento, capital do departamento homônimo. Tem sua fundação datada de 22 de abril de 1917 e uma história vitoriosa no cenário local. Apesar disso, a equipe somente se profissionalizou em 1999.

Plaza Colonia
Nuevo escudo Club Plaza Colonia de Deportes.png
Nome Club Plaza Colonia de Deportes
Alcunhas Patas Blancas, Albiverdes, El Leicester Uruguayo e El Leicester Sudamericano
Fundação 22 de abril de 1917 (103 anos)
Estádio Prof. Alberto Suppici
Capacidade 12 mil pessoas
Presidente Emilio Fernández
Treinador Eduardo Espinel
Material (d)esportivo MGR Sport
Competição Campeonato Uruguaio da Primeira Divisão
Copa Sul-Americana
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Em 2001, o Plaza Colonia obtém o primeiro acesso e estreou na primeira divisão uruguaia em 2002. Três anos depois, a equipe encerrou a temporada rebaixada e precisou se afastar das competições por problemas financeiros. Dez anos depois, retornou para o primeiro escalão conquistando o torneio "Clausura". Este feito repercutiu na mídia nacional e internacional, com vários jornais comparando o Plaza Colonia com o Leicester da Inglaterra.

HistóriaEditar

O Plaza Colonia foi fundado em 22 de abril de 1917 na cidade de Colônia do Sacramento pelo professor Alberto Suppici. De acordo com a ata de fundação, o clube era conhecido como "Club Plaza de Deporte". Desde seu início, a instituição desenvolve a prática de diversas atividades eportivas além do futebol, entre elas: atletismo, beisebol, boxe, dança, futsal, natação, rúgbi, skate e vôlei.[1]

No contexto regional, a equipe detém 24 títulos da Liga de Colonia e seis títulos do departamento. Apesar das décadas de existência, o Plaza Colonia profissionalizou somente em 1999 devido a uma proposta da Asociación Uruguaya de Fútbol. No ano seguinte, estreou na segunda divisão do Campeonato Uruguaio. Em dezembro de 2001, o Plaza Colonia venceu o Villa Española e conquistou o acesso para o primeiro escalão.[1]

O ano de 2002 marcou a primeira participação do clube na primeira divisão nacional. Sob o comando técnico de Diego Aguirre, a equipe disputou sem sucesso uma vaga na pré-libertadores. No mesmo ano, o Plaza Colonia derrotou o tradicional Peñarol em duas ocasiões.[1] Nas duas temporadas seguintes, a equipe apresentou um desempenho aquém, mas conseguiu se manter no primeiro escalão. No entanto, o rebaixamento foi confirmado na temporada de 2005.[1] Posteriormente, enfrentou problemas financeiros que retiraram a equipe de algumas temporadas. O retorno para a primeira divisão somente ocorreu uma década mais tarde.[2]

No Campeonato Uruguaio de 2015-16, o Plaza Colonia conquistou o torneio Clausura após uma campanha ruim no Apertura.[3][4] Apesar da equipe não ter superado o Peñarol na decisão do campeonato nacional, o feito repercutiu nas mídias nacionais e internacionais, incluindo o website oficial da Federação Internacional de Futebol.[5] Na América do Sul, diversos meios de comunicação usaram a alcunha de "Leicester uruguaio", incluindo os periódicos La Nación, da Argentina,[6] o brasileiro Folha de S.Paulo,[7] e o chileno La Tercera.[8] A comparação também configurou num artigo da agência internacional Reuters.[9] O bom desempenho no campeonato nacional classificou a equipe para a Copa Sul-Americana de 2016. Nesta competição, o Plaza estreou com uma derrota para o Blooming, da Bolívia. Uma semana depois, o clube conseguiu igualar o placar agregado; contudo, foi eliminado nas disputas de pênaltis.[10]

Apesar do título histórico, o Plaza Colonia apresentou um desempenho irregular durante o Campeonato Uruguaio de 2017 e amargou o rebaixamento para a segunda divisão.[11] A equipe, no entanto, recuperou-se rapidamente e retornou ao primeiro escalão na temporada seguinte.[12] No retorno à primeira divisão, a equipe obteve novamente uma vaga para a Copa Sul-Americana de 2020, competição pela qual eliminou o Zamora.[13] O progresso do clube foi interrompido logo na segunda fase, sendo eliminado pelo Atlético Junior.[14][15]

Referências

  1. a b c d «Una ciudad, una historia» (em espanhol). Website oficial do Plaza Colonia. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  2. «Plaza Colonia ascendió a Primera» (em espanhol). Futbol.com.uy. 20 de maio de 2015. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  3. «Plaza Colonia bate Peñarol e conquista Clausura; Zamora é campeão na Venezuela». Espn.com.br. 29 de maio de 2016. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  4. Felipe Lobo (29 de maio de 2016). «Movido a mate, Plaza Colonia saiu de candidato a rebaixado a campeão do Clausura uruguaio». Trivela.com.br. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  5. «Plaza Colonia, histórico campeón del Torneo Clausura» (em espanhol). Website oficial da Federação Internacional de Futebol. 30 de maio de 2016. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  6. Fernando Vergara (29 de abril de 2016). «Plaza Colonia, el "Leicester uruguayo": conocé al equipo sensación que tiene un DT carpintero». La Nación (em espanhol). Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  7. Clóvis Rossi (31 de maio de 2016). «Campeão após vencer o Peñarol, Plaza Colônia é o Leicester uruguaio». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  8. «Conoce la "cábala" que compartieron Plaza Colonia y Leicester City». La Tercera (em espanhol). 30 de maio de 2016. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  9. «Plaza Colonia hailed as Uruguay's Leicester City» (em inglês). Reuters. 1 de maio de 2016. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  10. «Blooming elimina por penales al uruguayo Plaza Colonia en Copa Sudamericana» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. 17 de agosto de 2016. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  11. «El adiós a un pasaje histórico por Primera» (em espanhol). Ovación. 19 de novembro de 2017. Consultado em 27 de outubro de 2020. Arquivado do original em 22 de maio de 2019 
  12. «Plaza Colonia ascendió a la Primera División Profesional tras militar durante una temporada en el ascenso aufista» (em espanhol). Coloniaya.com. 14 de outubro de 2018. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  13. «Plaza Colonia le pasó por arriba a Zamora y selló el pleno uruguayo» (em espanhol). Elobservador.com.uy. 27 de fevereiro de 2020. Consultado em 27 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2020 
  14. «Empate por 0 a 0 com Plaza Colonia leva Junior Barranquilla às oitavas da Sul-Americana». Gauchazh.clicrbs.com.br. 6 de novembro de 2020. Consultado em 7 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2021 
  15. Danilo Di Grado (5 de novembro de 2020). «Junior Barranquilla elimina o Plaza Colonia e garante sua vaga nas oitavas». Lance!. Consultado em 7 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 6 de novembro de 2020 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Club Plaza Colonia de Deportes