Molaridade, concentração molar, concentração em mol/L ou concentração em quantidade de matéria é a razão da quantidade de matéria do soluto (mol) pelo volume de solução (em litros), expressa na unidade mol/L (molar).[1] A molaridade também pode ser expressa em mol/dm3.

A solução é formada pelo soluto e o solvente.

DefiniçãoEditar

A concentração molar é geralmente expressa em unidades de moles de soluto por litro de solução. Representa-se geralmente a concentração por c.

 .

O valor de n representa o número de moles do soluto, o volume da solução é dado por V. Este quociente é dado em mol/L, ou mol/dm3, de modo geral.

A quantidade em moles de um soluto é obtida pela razão da massa do soluto expressa em Kg ou equivalente, pela massa molar desse soluto:[2]

 ,
onde   é o número de moles;  , a massa do soluto e  , a massa molar do soluto.

Para calcular o número total de partículas ou entidades, usa-se a constante de Avogrado representada por NA; o número de partículas é dado por N, estas podem ser átomos, moléculas ou iões, a quantidade em moles é n. A fórmula é:

 .

Da anterior fórmula conclui-se:

 ,

assim, fazendo uso da concentração ou molaridade dada por c, temos:

 .


UnidadesEditar

No sistema SI, a molaridade é expressa em mol/m3. Por comodidade, é mais usual o uso de mol/dm3. Convertendo as unidades: 1 mol/m3 = 10−3 mol/L = 10-3 mol/dm3. A unidade mol/L pode ser expressa pela letra M, sendo que 1 mol/L é o mesmo que 1 M.

Algumas unidades usadas são mostradas na tabela:

Nome Abreviatura Concentração Concentração (unidade SI)
milimolar mM 10−3 mol/dm3 100 mol/m3
micromolar μM 10−6 mol/dm3 10−3 mol/m3
nanomolar nM 10−9 mol/dm3 10−6 mol/m3
picomolar pM 10−12 mol/dm3 10−9 mol/m3


Fração em mols ou fração molarEditar

Fração em moles ou fração molar do soluto, em uma solução, é o quociente de moles do soluto e a quantidade total de moles na solução (soluto + solvente):

 ,
onde n1 é o soluto e n2, o solvente, em moles.

Assim, por exemplo, se tivermos 2 moles de soluto e 6 moles de solvente, teremos 8 moles no total e diremos que:

  • A fração molar do soluto é 2:8 = 0,25.
  • A fração molar do solvente é 6:8 = 0,75.

A fração molar não tem unidade, é um valor adimensional e varia entre zero e um (0 < x < 1).

É fácil perceber que, se multiplicarmos n1 e n2 por 100, teremos as percentagens em moles do soluto e do solvente na solução. Segundo o exemplo dado, teremos: 25% do soluto, em moles, e 75% do solvente em moles.


Ver tambémEditar

Referências

  1. «Molaridade». TodaMatéria 
  2. «Molaridade». manualdaquimica