Cristina Cunha

Cristina Cunha (Guimarães, 02 de Outubro de 1971) é uma atriz portuguesa.

Em televisão participou em "A Lenda da Garça", "O Último Beijo", "Anjo Selvagem", "Saber Amar", "Morangos com Açúcar, série V", "Deixa que te Leve", "Lua Vermelha", "Laços de Sangue", "Anjo meu", "Louco Amor", "Dancin`Days", "Mundo ao Contrário" e "Água de Mar", etc.

Integrou o elenco principal de séries como: "Um lugar para Viver", "Voo directo", "Pai à força", "Casos da Vida", "Maternidade" e "Sinais de Vida".

Participou nos telefilmes: "Falsas Esperanças", "Há sempre um amanhã".

Em cinema fez a longa-metragem Um Tiro no Escuro de Leonel Vieira.[1] e "Rainha Jinga".

Esteve na formação do Teatro Oficina em Guimarães onde trabalhou como actriz e como figurinista até ao ano de 1998. Esteve na formação do Centro Experimental de Formação e Pesquisa Teatral em Natal (Brasil), onde trabalhou como actriz e figurinista e foi responsável pelo núcleo de Cenografia e Figurinos

Até 2001 desenvolveu o seu trabalho no Brasil, onde se apresentou em teatros de norte a sul do país e deu formação de Construção de Máscaras, Marionetas e Figurinos.

De regresso a Portugal, participou em projectos de cenografia e figurinos em variados espectáculos teatrais.

Desenvolve paralelamente um trabalho de pesquisa junto do público infantil, que tem como base a criatividade.

Desde 1997 que tem participado como actriz em vários trabalhos de televisão, cinema e publicidade.

É responsável pelo projecto Oficina Excêntrica, projecto descentralizado que trabalha a construção plástica do teatro, concebido , implementado e desenvolvido por si, apoiado pela Câmara Municipal de Guimarães, que promoveu entre Abril de 2017 e Dezembro de 2018 um programa de formação e experimentação voltado para a população das freguesias de Guimarães.

TelevisãoEditar

  • Elenco adicional em "Teorias da Conspiração", Mulher do Primeiro Ministro, RTP 2019
  • Elenco adicional em "Rainha das Flores", Gémeas Luísa e Áurea, SP/SIC 2017
  • Elenco adicional em "Aqui Tão Longe", Mónica, SP/RTP 2016
  • Elenco adicional em "Poderosas", Fátima, SP/SIC 2016
  • Elenco adicional em "Coração D'Ouro", Cila, SP/SIC 2015
  • Elenco adicional em "Santa Bárbara", Jornalista, Plural/TVI 2015
  • Elenco adicional em "Água de Mar", Ivone, CORAL Europa/RTP 2014/1415
  • Elenco adicional em “Mundo ao Contrário” , Madalena, Plural / TVI 2013
  • Elenco principal em episódio “Sinais de Vida” (Serie) , SP/RTP 2013
  • Elenco adicional em “Dancin Days"” , Juíza -  SP/ SIC 2012
  • Elenco adicional em “Louco Amor” - Plural/TVI 2012
  • Elenco adicional em "Laços de Sangue", Sara, SP/SIC 2011[2]
  • Participação especial em "Anjo Meu", Maria Luísa Rebelo da Cunha, PLURAL/TVI 2011
  • Elenco principal de episódio em "Pai à Força", SP/RTP, 2011
  • Elenco principal de episódio em “Voo directo"” - SP/RTP 2010
  • Elenco principal de episódio em "Um lugar para Viver, Plano 6/TVI, 2010
  • Elenco principal de episódio “Maternidade” - SP/RTP 2010
  • Elenco principal em "Lua Vermelha", Magda Sousa, SP/SIC 2010
  • Elenco adicional em "Deixa Que Te Leve", PLURAL/TVI 2009
  • Elenco principal em “Falsas esperanças” - PLURAL/ TVI 2009
  • Protagonista em "Casos da Vida", Mónica, TVI 2008
  • Elenco principal em "Morangos Com Açúcar", Olga Dias PLURAL/TVI 2007-2008
  • Participação especial em "Saber Amar", NBP, TVI 2003
  • Elenco principal em "O Último Beijo", Célia NBP/TVI 2002-2003
  • Elenco adicional em "Anjo Selvagem", Lígia, NBP/TVI 2001
  • Elenco principal em "A Lenda da Garça", Fátima Antunes NBP/ RTP 1999

CinemaEditar

Teatro - AtrizEditar

2018 - "AUTO DO MENINO DEUS" - Texto e encenação: Moncho Rodriguez

2008 - “BULULÚ ESTÓRIAS DA INVENÇÃO DO MUNDO” - Texto e Encenação: Moncho Rodriguez

2006 - “CASTELO DAS PAIXÕES” - Texto e Encenação: Moncho Rodriguez

2001 - “DESENCANTOS DO DIABO”, Brasil - Texto: Ronaldo de Brito (BR) / Encenação: Moncho Rodriguez

2000 - “TROVADOR ENCANTADO”, Brasil - Texto: Lourdes Ramalho (BR) / Encenação: Moncho Rodriguez

1999 - “LAUDAMUCO, SENHOR DE NENHURES” - Texto: Roberto Vidal Bolaño / Encenação: Moncho Rodriguez

1998 - “AUTO DO AMOR E DO INFERNO” - Texto: Gil Vicente / Encenação: Moncho Rodriguez

1998 - “CONSTANÇA” - Texto e Direcção: Moncho Rodriguez

1997 - “O BOBO” - Adapt. Norberto Ávila de “O Bobo” de Alexandre Herculano / Encenação: Moncho Rodriguez

1996 - “A PAIXÃO SEGUNDO JOÃO MATEUS” - Texto: Norberto Ávila / Encenação: Moncho Rodriguez

1996 - “ÓPERA DO CIÚME” - Adaptação de "Woyzek" / Encenação: Moncho Rodriguez

1995-96 - “A BELA E O MONSTRO” - Texto e Direcção: Moncho Rodriguez

1994 - “O REINO DE PRESTE JOÃO” - Texto: Lourdes Ramalho / Encenação: Moncho Rodriguez

Teatro - FigurinistaEditar

2008 - "BULULÚ-ESTÓRIAS DA INVENÇÃO DO MUNDO" Encenação: Moncho Rodriguez, Teatro Invisível. Lisboa

2007 - "O BEIJO DA MULHER ARANHA" Texto: Manuel Puig / Encenação: Almeno Gonçalves, Teatro Mundial

2006 - "O PÁSSARO DE PAPEL", Texto e Encenação: Moncho Rodriguez, Co-prod: Teatro Cine de Torres Vedras e Sebrae, Brasil

2006 - "STELLA E SIMÃO". Encenação: Susana Arrais, Teatro Mundial

2005 - "MOSQUETE", Texto: Ângelo Beolco, Comédia Mosqueta / Encenação: Pedro Giestas, Comédias do Minho

2004 - "O ESPELHO ÚNICO", Texto: António Torrado / Encenação: José Martins, Comédias do Minho

2003 - "D’ALMA, OS ÚLTIMOS DIAS DE FLORBELA ESPANCA", Encenação: William Gavião, Cair-te, Porto

2002 - "O AUTO DO PRIMEIRO VOO" (Marionetas), Texto e Encenação: Nuno Bernardo. Lisboa

2001 - "DITIRAMBOS, O ROMANCE DA DONZELA TEODORA", Brasil, Centro Experimental de Formação e Pesquisa Teatral. Natal, Brasil

2001 - "DESENCANTOS DO DIABO", Brasil, Texto: Ronaldo de Brito (BR) / Encenação: Moncho Rodriguez. Natal, Brasil

2000 - "ENSAIO", Duncan – Companhia de Dança / Coreografa: Diana Fontes. Natal, Brasil

2000 - "O TROVADOR ENCANTADO", Texto: Lourdes Ramalho / Encenação: Moncho Rodriguez, Campina Grande, Brasil

1999 - "LAUDAMUCO, SENHOR DE NENHURES" Texto: Roberto Vidal Bolaño / Encenação: Moncho Rodriguez, Teatro Oficina, Guimarães

1998 - "AUTO DO AMOR E DO INFERNO" Texto: Gil Vicente / Encenação: Moncho Rodriguez. Teatro Oficina, Guimarães

1998 - "CONSTANÇA", Texto e Direcção: Moncho Rodriguez, Teatro Oficina, Guimarães

1997 - "O BOBO", Adapt. Norberto Ávila de “ O Bobo” de Alexandre Herculano / Encenação: Moncho Rodriguez – Teatro Oficina, Guimarães

1996 - "A PAIXÃO SEGUNDO JOÃO MATEUS", Texto: Norberto Ávila / Encenação: Moncho Rodriguez. Teatro Oficina, Guimarães

1996 - "REINO DESEJADO", Texto de Ronaldo de Brito / Encenação: Luis Carlos Vasconcelos, Agustin Iglésias (Teatro Guirigai, Madrid), João Pessoa, Brasil

1996 - "ÓPERA DO MILHO" Texto: Literatura Popular / Encenação: Moncho Rodriguez, Antónia Bueno, Agustin Iglésias, Aracaju, Sergipe, Brasil

Referências