Abrir menu principal

Cross Creek

filme de 1983 dirigido por Martin Ritt
Cross Creek
No Brasil Retratos de uma Realidade[1]
 Estados Unidos
1983 •  cor •  107 min 
Direção Martin Ritt
Produção Robert B. Radnitz
Martin Ritt
Terence Nelson
Roteiro Dalene Young
Elenco Mary Steenburgen
Rip Torn
Peter Coyote
Gênero filme de drama
filme biográfico
Música Leonard Rosenman
Direção de fotografia John A. Alonzo
Figurino Joe I. Tompkins
Edição Sidney Levin
Companhia(s) produtora(s) Universal Pictures
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 21 de setembro de 1983
Portugal 19 de julho de 1985
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Cross Creek (Brasil: Retratos de uma Realidade) é um filme norte-americano de 1983, do gênero drama biográfico, dirigido por Martin Ritt com roteiro de Dalene Young baseado no romance autobiográfico de Marjorie Kinnan Rawlings.

Notas de produçãoEditar

O filme é sobre a vida de Marjorie Kinnan Rawlings, que escreveu o best-seller The Yearling (1938), romance que venceu o Prêmio Pulitzer e deu origem à produção do mesmo nome, lançada em 1940. Segundo Leonard Maltin, o roteiro toma diversas liberdades com a realidade dos fatos.[2]

O filme significou para o diretor Martin Ritt uma volta aos bucólicos ambientes rurais de Norma Rae, Conrack e Sounder.[3] Ele realizou apenas três outros projetos, até sua morte em 1990.

Rip Torn e Alfre Woodard foram indicados ao Oscar[carece de fontes?]. Ao todo, Cross Creek foi indicado em quatro categorias[carece de fontes?], além de ter concorrido à Palma de Ouro[carece de fontes?]do Festival de Cannes.

SinopseEditar

Em 1928, Marjorie Kinnan Rawlings, autora de The Yearling, abandona o marido subitamente e se muda para uma região isolada da Flórida para se dedicar a seus escritos. Ela adquire uma casa em ruínas e a restaura, enquanto fica atenta aos ruídos do pântano. Sua solidão chega ao fim quando outras pessoas aparecem: Geechee, sua criada; Marsh Turner, admirador de uma boa bebida; Floyd Turner, belo garoto tocador de gaita; e Ellie Turner, cujo cervo serviu de base para seu famoso livro. Ela acaba por se envolver com Norton Baskin, dono do hotel do lugar, e todos esses fatos a inspiram a começar a escrever.[3]

Principais premiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Ator Coadjuvante (Rip Torn)
Melhor Atriz Coadjuvante (Alfre Woodard )
Melhor Figurino
Melhor Trilha Sonora Original
Indicado[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]
National Board of Review NBR Dez Melhores Filmes de 1983 Escolhido[carece de fontes?]
Festival de Cannes Palma de Ouro Melhor Filme Selecionado[carece de fontes?]

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Mary Steenburgen Marjorie Kinnan Rawlings
Rip Torn Marsh Turner
Peter Coyote Norton Baskin
Dana Hill Ellie Turner
Alfre Woodard Geechee
Joanna Miles Senhora Turner
Ike Eisenmann Paul
Cary Guffey Floyd Turner
John Hammond Tim
Toni Hudson Esposa de Tim
Bo Rucker Leroy
Jay O. Sanders Charles Rawlings
  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «Retratos de uma Realidade». Brasil: CinePlayers. Consultado em 24 de dezembro de 2018 
  2. MALTIN, Leonard, Leonard Maltin's Movie Guide - 2011 Edition, Nova Iorque: New American Library, 2010 (em inglês)
  3. a b BRENNER, Paul. «Cross Creek». AllMovie. Consultado em 20 de abril de 2015 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.