Abrir menu principal

The Yearling

filme de 1946 dirigido por Clarence Brown
The Yearling
O Despertar (PRT)
Virtude Selvagem (BRA)
 Estados Unidos
1946 •  Technicolor •  128 min 
Direção Clarence Brown
Produção Sidney Franklin
Roteiro Paul Osborn
Marjorie Kinnan Rawlings (romance)
Elenco Gregory Peck
Jane Wyman
Claude Jarman Jr.
Gênero Drama
Música Herbert Stothart
Direção de arte Cedric Gibbons
Paul Groesse
Direção de fotografia Arthur E. Arling
Charles Rosher
Leonard Smith
Efeitos especiais Warren Newcombe
Figurino Valles
Edição Harold F. Kress
Companhia(s) produtora(s) MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos 18 de dezembro de 1946
Portugal 24 de fevereiro de 1948
Idioma inglês
Orçamento US$4,000,000
Receita US$5,200,000
Página no IMDb (em inglês)

The Yearling (Virtude Selvagem BRA ou O Despertar PRT) é um filme norte-americano de 1946, do gênero drama, dirigido por Clarence Brown e estrelado por Gregory Peck e Jane Wyman.

Índice

ProduçãoEditar

 
Jane Wyman ao ser apresentada no trailer do filme.

The Yearling, um dos mais memoráveis de todos os filmes da MGM,[1] é parte do ciclo sobre animais de estimação produzidos em Hollywood na década de 1940. Outros títulos incluem Lassie Come Home (1943), National Velvet (1944) (também dirigido por Clarence Brown) e The Red Pony (1949).[2]

O roteiro é adaptado do romance homônimo de Marjorie Kinnan Rawlings, publicado em 1938 e ganhador do Prêmio Pulitzer de ficção. A obra se enquadra nos chamados romances de formação, ao apresentar um jovem que, através de um doloroso sacrifício, faz a transição entre a infância e a maturidade.

As filmagens haviam sido iniciadas na Flórida em 1941, com Spencer Tracy, Anne Revere e Gene Eckman nos papéis principais.[3] Todavia, uma série de incidentes -- enxames de insetos, brigas entre Tracy e o diretor Victor Fleming (substituído por King Vidor) e o crescimento muito rápido de Eckman e do cervo a que o título original se refere -- fez com que Louis B. Mayer arquivasse o projeto na época.[1]

Clarence Brown foi indicado pela quinta e última vez ao Oscar de Melhor Diretor, que ele nunca levou para casa. Rodado em primoroso Technicolor,[4] The Yearling foi apenas o seu segundo filme em cores -- o primeiro tendo sido National Velvet -- e ficou com o Oscar de Melhor Fotografia. Os cenários também foram premiados, com a Melhor Direção de Arte.

Gene Eckman, nascido em Atlanta e com um sotaque carregado que se chocava com os registros vocais de Spencer Tracy, nunca apareceu nas telas. Seu substituto cinco anos mais tarde, Claude Jarman Jr., recebeu um Oscar especial da Academia, pela sua atuação.

Segundo Ken Wlaschin, o filme é um dos doze melhores de Gregory Peck e um dos dez de Jane Wyman.[5]

Em 1994, a história foi refilmada para a televisão, com Peter Strauss, Jean Smart e Wil Horneff.

SinopseEditar

 
The Yearling marcou a estreia de Claude Jarman Jr. no cinema, aos doze anos de idade. Quatro anos depois, participou de outro filme importante, Rio Grande, de John Ford. Ao tornar-se adulto, sua carreira acabou.

Após a Guerra Civil, o soldado confederado Penny Baxter leva a esposa Orry e o filho Jody para a Flórida, onde pretendem fixar-se como colonos. Jody acaba por adotar um filhote de cervo, cuja mãe foi morta por Penny. Os dois tornam-se inseparáveis, mas o cervo destrói todas as plantações da família, de forma que Penny decide que o animal tem de morrer. Com pena, Jody solta-o na floresta, mas ele teima sempre em voltar. Um dia, a mãe Orry atinge-o com um tiro e Jody precisa decidir entre salvar seu mascote ou o rancho.

PremiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Filme
Melhor Diretor
Melhor Ator (Gregory Peck)
Melhor Atriz (Jane Wyman)
Melhor Fotografia (cores)
Melhor Edição
Melhor Direção de Arte
Indicado
Indicado
Indicado
Indicado
Vencedor
Indicado
Vencedor
Golden Globes, USA Golden Globe Melhor Ator Filme Dramático (Gregory Peck) Vencedor
Hollywood Foreign Press Association Melhor Ator (Gregory Peck) Vencedor
The New York Times Ten Best Films of 1946 Vencedor
Film Daily Ten Best Films of 1946 Vencedor
  • Oscar Especial: Claude Jarman Jr. "por seu desempenho como ator infantil em 1946"[6]

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Gregory Peck Penny Baxter
Jane Wyman Orry Baxter
Claude Jarman Jr. Jody
Chill Wills Buck Forrester
Clem Bevans Papai Forrester
Margaret Wycherly Mamãe Forrester
Henry Travers Boyles
Forrest Tucker Lem Forrester
Donn Gift Fodderwing

BibliografiaEditar

Referências

  1. a b EAMES, John Douglas, The MGM Story, Londres: Octopus Books, 1982 (em inglês)
  2. FINLER, Joel W., The Movie Directors Story, página 69, Nova Iorque: Crescent Books, 1985 (em inglês)
  3. ERICKSON, Hal. «The Yearling». AllMovie. Consultado em 3 de fevereiro de 2014 
  4. MALTIN, Leonard, Classic Movie Guide, segunda edição, Nova Iorque: Plume, 2010 (em inglês)
  5. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)
  6. ALBAGLI, Fernando, Tudo Sobre o Oscar, Rio de Janeiro: EBAL - Editora Brasil-América, 1988

Ligações externasEditar