Ctesifonte

Antiga cidade no atual Iraque que serviu como capital dos impérios parta e sassânida

Ctesifonte (em siríaco: ܩܛܝܣܦܘܢ; romaniz.:Qṭēspōn;[1] em parta e pálavi: Tyspwn ou Ṭīsfūn;[2] em persa: تيسفون‎; Tisfun;[2] em árabe: المدائن; al-Madāʾin ["as cidades"]; em grego: Κτησιφῶν; Ktēsiphō̃n) foi uma das grandes cidades da Mesopotâmia e a capital do Império Arsácida e de seu sucessor, o Império Sassânida, por mais de 800 anos. Acredita-se que tenha sido a maior cidade de seu tempo, entre 570 a 630. Sua primeira menção é no Livro de Esdras (século VI ou V a.C.), no Antigo Testamento, com o nome de Casfia.[carece de fontes?] Situa-se cerca 30 quilômetros em linha reta ao sudeste do centro da moderna Bagdá, Iraque.[3]

Ctesifonte
ܩܛܝܣܦܘܢQṭēspōn
تیسفون‎Ṭīsfūn
المدائن • • al-MadāʾinΚτησιφῶνKtēsiphō̃n
Ctesifonte
Ruínas do Arco de Ctesifonte em 1932

Mapa de Ctesifonte na era sassânida
Localização atual
Ctesifonte está localizado em: Iraque
Ctesifonte
Localização de Ctesifonte no Iraque
Coordenadas 33° 5' 37" N 44° 34' 50" E
País Iraque
Província Bagdá

Por causa de sua importância, Ctesifonte era um grande objetivo militar para os líderes do Império Romano em suas guerras no oriente. A cidade foi capturada por Roma e pelo Império Bizantino cinco vezes na história, três vezes apenas durante o século II d.C. Finalmente foi tomada pelos muçulmanos do Califado Ortodoxo em 637. A cidade entrou rapidamente em declínio, especialmente quando Bagdá se tornou a capital dos Abássidas no século VIII. O local foi cenário de uma das maiores batalhas da Primeira Guerra Mundial.

O Arco de Ctesifonte é agora tudo o que resta da cidade. O que se veem são as ruínas do pórtico do palácio. O arco está localizado no que é hoje a cidade iraquiana de Salmã Paque, ao sul da capital, Bagdá. O monumento estava em processo de reconstrução por Saddam Hussein nos anos 1980, quando a asa norte foi parcialmente reconstruída. Hoje,[quando?] o governo iraquiano colabora com a Universidade de Chicago para restaurar o local. O arco foi fotografado por Roald Dahl e a foto publicada em suas memórias.

Ver também editar

Referências

  1. «Ctesiphon». The Syriac Gazetteer. syriaca.org. Consultado em 18 de novembro de 2022 
  2. a b Kröger, Jens (2012), «Ctesiphon», Londres, Encyclopædia Iranica, edição online iranicaonline.org (em inglês), VI Fasc. 4: 446-448, consultado em 12 de outubro de 2023 
  3. «Ctesiphon, Baghdad, Iraq». www.traveljournals.net (em inglês). Arquivado do original em 5 de maio de 2005 


  Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre o Iraque é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ctesifonte