Abrir menu principal

Wikipédia β

Kuito

(Redirecionado de Cuíto)
Kuito
Flag-map of Angola.svg
Província Bié
Características geográficas
Área 4 814 km²
População 477 000 hab.
Densidade 99 hab./km²

Kuito está localizado em: Angola
Kuito
Localização de Kuito em Angola
12° 23' " S 16° 56' " E{{{latG}}}° {{{latM}}}' {{{latS}}}" {{{latP}}} {{{lonG}}}° {{{lonM}}}' {{{lonS}}}
Projecto Angola  • Portal de Angola

Kuito[nota 1] é uma cidade e município de Angola e capital da província do Bié.

Tem 4 814 km² e cerca de 477 mil habitantes. É limitado a Norte pelos municípios de Cunhinga e Catabola, a Este pelo município de Camacupa, a Sul pelo município de Chitembo, e a Oeste pelo município de Chinguar.

Localiza-se a mais de 1000 metros de altitude, no Planalto Central[1].

Até 1975 designou-se Silva Porto, em homenagem ao explorador português Silva Porto.

Índice

HistóriaEditar

A cidade do Kuito foi construída no coração histórico do reino Ovimbundo. O governante dos Ovimbundo foi nomeado Viye e ele se casou com uma mulher Songo chamada Cahanda. Juntos eles construíram a cidade e mais tarde os portugueses nomeariam a Província do Bié depois do governante.[2] Os Ovimbundos eram conhecidos por venderem cativos das tribos vizinhas para os comerciantes de escravos europeus, o que tornou a área um local ideal para o negócio de escravos e trouxe os colonos para a região. Os portugueses "fundaram" a cidade em 1750.[3] Mais tarde, chamavam-no Silva Porto depois de António Francisco da Silva Porto, que construiu a sua casa em embala Belmonte na área.[4] O clima agradável na Província do Bié foi atraente para os colonos portugueses e muitos fizeram a sua casa em Silva Porto no início dos anos 1900, quando a Caminho de Ferro de Benguela ligou a cidade à costa.

Kuito tinha uma longa história de violência, começando com o comércio de escravos africanos e a guerra tribal. Mais tarde, na década de 1960, os portugueses usaram a cidade de Silva Porto como um centro de treinamento para o treinamento de soldados negros do Exército Português para enviar o Norte de Angola para lutar contra os guerrilheiros nacionalistas durante a Guerra Colonial Portuguesa.

Após a independência de Portugal em 1975, o Kuito teve os seus piores momentos em 6 de Janeiro de 1993 quando a UNITA (União Nacional para a Independência Total de Angola), durante a Guerra Civil Angolana, sitiou a cidade durante mais de 9 meses e mais de 30.000 pessoas foram mortas, tanto de efeitos de guerra como de fome. Ninguém foi autorizado a entrar ou sair da cidade por 9 meses e a cidade sofreu grandes danos. A UNITA acabou por ser expulsa do Kuito e uma segunda tentativa foi tomada para capturar a cidade em 1998 usando enormes artilharias e carros de combate.[5]

GeografiaEditar

ClimaEditar

A cidade fica no flanco leste do Planalto do Bié. O clima é excepcionalmente fresco por sua localização tropical. A temperatura média anual é de 18 °C, em grande parte devido à sua alta altitude que é de 1695 m acima do nível médio do mar. O período mais frio é de Maio a Agosto, quando quase não chove. Setembro e Outubro são os meses mais quentes com um pouco de chuva. Chuvas fortes caem na estação chuvosa principal de Novembro a Abril.

Dados climatológicos para Kuito
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 29 28 28 29 28 27 27 30 31 31 29 28 31
Temperatura máxima média (°C) 25 24 24 24 24 23 24 26 28 26 24 23 25
Temperatura média (°C) 19 19 19 18 17 14 15 17 20 19 19 18 18
Temperatura mínima média (°C) 14 14 15 13 10 6 7 9 12 13 14 14 12
Temperatura mínima recorde (°C) 3 7 5 0 -1 -5 0 0 3 6 6 5 -5
Precipitação (mm) 193 196 203 76 10 0 0 3 23 109 193 201 1 227
Fonte: weatherbase.com [6]

Equipamentos sociaisEditar

  • Cine Sporting
  • Centro Turístico Chicava
  • Estação de caminhos de ferro de Benguela

PatrimónioEditar

 
Estátua de Silva Porto, no Kuito, cravejada de tiros e sem a mão esquerda.
  • Jardim da Vergonha, com estátuas femininas com os seios à mostra;
  • Estátua de Silva Porto

DesportoEditar

No futebol, o clube da cidade é o Sporting Clube Petróleos do Bié, que disputou o Girabola, o maior nível de clubes de futebol de Angola, em 2005.[7]

Referências

  1. «Kuito coração do país | BUALA». www.buala.org. Consultado em 30 de maio de 2018. 
  2. T. Ernest Wilson, Angola Amada p. 32.
  3. John Marcum, A Revolução Angolana vol I (1950-1962): A Anatomia de Uma Explosão. p. 102n.
  4. Henry W. Nevison. A Modern Slavery p. 84.
  5. Martin James, Dicionário Histórico de Angola
  6. «Weatherbase: Historical weather for Silva Porto, Angola». Consultado em 13 de fevereiro de 2010. 
  7. Angola 2005, RSSSF

Ver tambémEditar

Notas

  Este artigo sobre Geografia de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.