Abrir menu principal

Deuteropentecostalismo

Movimento do cristianismo
Pentecostalismo
Pentecostalismo
Congresso Nacional Juvenil das Assembleias de Deus em Cancún, QR, México, em 2010

Deuteropentecostalismo ou Segunda Onda do Pentecostalismo são os termos que designam a segunda onda do movimento Pentecostal que surgiu na década de 1950 no Brasil, quando chegaram a São Paulo dois missionários o estadunidense Harold Williams, da International Church of The Foursquare Gospel (grupo que nos Estados Unidos é considerado como Pentecostal de primeira onda), e o pastor peruano Jesús Hermirio Vásquez Ramos, sendo alguns anos depois auxiliados em grandes cruzadas evangelísticas pelo pastor estadunidense Raymond Boatright.

Na capital paulista eles criaram a Cruzada Nacional de Evangelização e, centrados na cura divina, iniciaram a evangelização das massas, principalmente pelo rádio, contribuindo bastante para a expansão do pentecostalismo no Brasil. Fundaram depois a Igreja do Evangelho Quadrangular.

No seguimento, surgem grupos semelhantes, tais como O Brasil para Cristo, Igreja Pentecostal Deus é Amor, Igreja Unida, Casa da Bênção, entre outras.

O Deuteropentecostalismo enfatiza a cura divina e as profecias. Embora valorize o falar em línguas, distingue-se do Pentecostalismo Clássico pelo seu menor foco nesse carisma. Quanto à ética e costumes, há uma polarização, e tornou-se mais rígido (caso da Igreja Pentecostal Deus é Amor) ou mais liberal (como na Igreja do Evangelho Quadrangular).

BibliografiaEditar

  • Mariano, Ricardo. Neopentecostalismo: Sociologia do Novo pentecostalismo no Brasil – São Paulo: Loyola, 1999.
  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.