Dirty Dancing 2 - Noites de Havana

Dirty Dancing: Havana Nights
Dirty Dancing 2 - Noites de Havana (PRT/BRA)
 Estados Unidos
2004 •  cor •  86[1] min 
Direção Guy Ferland
Produção Lawrence Bender
Sarah Green
Roteiro Victoria Arch
Boaz Yakin
História Kate Gunzinger
Peter Sagal
Elenco Romola Garai
Diego Luna
Sela Ward
John Slattery
Mika Boorem
Jonathan Jackson
Gênero drama
musical
romance
Música Heitor Pereira
Cinematografia Anthony B. Richmond
Edição Luis Colina
Scott Richter
Companhia(s) produtora(s) Artisan Entertainment
A Band Apart
Havana Nights LLC
Lawrence Bender Productions
Miramax
Distribuição Lions Gate Films
Lançamento Estados Unidos 27 de fevereiro de 2004
Idioma inglês
espanhol
Orçamento US$ 25 milhões[2]
Receita US$ 27,685,016[2]

Dirty Dancing: Havana Nights, também conhecido como Dirty Dancing 2 ou Dirty Dancing 2: Havana Nights (br/pt: Dirty Dancing 2 - Noites de Havana[3][4]) é um filme estadunidense de 2004, do gênero drama romântico, dirigido por Guy Ferland. O filme estreou a 8 de Julho de 2004 em Portugal. O filme é um prequela/re-imaginação do Blockbuster de 1987 Dirty Dancing, reutilizando a mesma trama básica, mas transferindo a história do norte de Nova York para Cuba no ápice da Revolução Cubana. O filme foi filmado principalmente em Old San Juan, Porto Rico.

Havana Nights é baseado em um roteiro original do dramaturgo e apresentador da NPR Peter Sagal, baseado na experiência da vida real da produtora JoAnn Jansen, que viveu em Cuba aos 15 anos de idade em 1958-59. Sagal escreveu o roteiro, intitulado Cuba Mine, sobre uma jovem americana que testemunhou a revolução cubana e teve um romance com um jovem revolucionário cubano. O roteiro seria uma história de romantismo político sério, documentando, entre outras histórias, como a revolução cubana se transformou de idealismo em terror. Foi comissionado em 1992 por Lawrence Bender, que estava ganhando fama com sua produção nos filmes de Quentin Tarantino, Reservoir Dogs e Pulp Fiction. O roteiro foi comprado por um estúdio de cinema, que solicitou várias reescritas antes de decidir não produzir o filme. Uma década depois, Bender decidiu fazer uma sequência de Dirty Dancing, e o filme foi muito vagamente adaptado do roteiro de Sagal. Nem uma única linha do roteiro original de Sagal aparece no filme final e Sagal diz que os únicos remanescentes do tema político que existiam em seu roteiro é uma cena em que algumas pessoas são executadas.[5]

O filme foi o primeiro filme de Hollywood da atriz Romola Garai e ela repetidamente cita a filmagem do filme como sendo uma experiência extremamente negativa que a levou a reavaliar o trabalho em Hollywood.[6] Em uma entrevista em 2004 ao The Daily Telegraph, ela explicou que os cineastas "estavam obcecados em ter alguém magra. Eu apenas pensei, por que eles não pegaram alguém como Kate Bosworth, se é isso que eles queriam?".[7]

Em outubro de 2017, no meio das Acusações de abuso sexual contra Harvey Weinstein em Hollywood, Garai revelou mais tarde que Harvey Weinstein, cuja companhia Miramax co-produziu o filme, havia exigido dela para encontrá-lo sozinho em um quarto de hotel dele no Savoy, enquanto ele estava vestindo apenas um roupão de banho, ela disse que:tinha apenas 18 anos e que se sentiu violentada.[8]

SinopseEditar

Em 1958, Katey Miller, uma garota de 18 anos, se muda para Cuba com seus pais e sua irmã. Chegando lá, não consegue se encaixar com os filhos dos colegas de trabalho de seu pai. No hotel em que mora acaba por conhecer Javier, um garoto cubano que é apaixonado pela dança. Na tentativa de ajudar Javier, os dois entram em um concurso local de dança, e acabam se apaixonando no processo.

ElencoEditar

Trilha sonoraEditar

  1. "Dance Like This" – Wyclef Jean com Claudette Ortiz
  2. "Dirty Dancing" – The Black Eyed Peas
  3. "Guajira (I Love U 2 Much)" – Yerba Buena
  4. "Can I Walk By" – Jazze Pha com Monica
  5. "Satellite (From "Havana Nights")" – Santana com Jorge Moreno
  6. "El Beso Del Final" – Christina Aguilera
  7. "Represent, Cuba" – Orishas com Heather Headley
  8. "Do You Only Wanna Dance" – Mýa
  9. "You Send Me" – Shawn Kane
  10. "El Estuche" – Aterciopelados
  11. "Do You Only Wanna Dance" – Julio Daivel Big Band (conduzido por Cucco Peña)
  12. "Satellite (versão espanhola) Nave Espacial (de "Havana Nights")" – Santana com Jorge Moreno

Referências

Ligações externasEditar