Abrir menu principal
Divina Galica
Divina pilotando um Brabham BT37 que foi de Carlos Reutemann em evento da Fórmula 1 Histórica em 2009.
Informações pessoais
Nome completo Divina Mary Galica
Nacionalidade britânico(a)
Nascimento 13 de agosto de 1944 (74 anos)
Bushey Heath, Hertfordshire
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1976, 1978
Equipes Surtees,[1] Hesketh
GPs disputados 3 (0 largadas)
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 0
Pontos 0
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 0
Primeiro GP GP da Grã-Bretanha (1976)
Último GP GP do Brasil (1978)

Divina Mary Galica OBE (Bushey Heath, 13 de Agosto de 1944) é uma ex-piloto de Fórmula 1 da Inglaterra.

Divina também foi uma atleta olímpica, defendo a bandeira da Grã Bretanha nas provas de Esqui alpino, Slalom e/ou Esqui de velocidade nos Jogos Olímpicos de Inverno de Innsbruck-1964, Jogos Olímpicos de Inverno de Grenoble-1968,
Jogos Olímpicos de Inverno de Sapporo-1972 e nos Jogos Olímpicos de Inverno de Albertville -1992. Com isso, ela é uma dos 7 pessoas que foram pilotos de Formula 1 e também competiram em Jogos Olímpicos, sendo a única mulher desta lista[2].

Índice

CarreiraEditar

AutomobilismoEditar

Aceitando um convite para uma corrida de automóveis com celebridades, Galica surpreendeu a todos com seu talento dirigindo. Ela finalmente assumiu automobilismo como uma segunda carreira, no kart, caminhões e até carros de Fórmula 1 brevemente para a equipe Hesketh.[3] Ela participou de treinos para três grandes prêmios, mas nunca se classificou para nenhum. Entretanto, Galica é parte da história por causa do Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1976, o único na história em que duas mulheres estavam inscritas, Divina Galica e Lella Lombardi, porém ambas não se classificaram.[4]

Sua carreira inclui passagens pela Fórmula Renault, Fórmula Vauxhall Lotus e Fórmula 2.

Jogos Olímpicos de InvernoEditar

Aos 20 anos, Divina participou de seus primeiros Jogos Olímpicos de Inverno em Innsbruck 1964, competindo no Esqui alpino e no Slalom. Ela também participou nas duas edições seguintes: Jogos Olímpicos de Inverno de 1968, em Grenoble, e Jogos Olímpicos de Inverno de 1972, em Sapporo. Nas duas últimas, Galica foi a capitã do time feminino britânico de ski, também chegou ao recorde de velocidade em esqui alpino (125 mph).

Em 1992, ela voltou para as Olimpíadas de Inverno e representando a Grã-Bretanha no esqui de velocidade.[5]

Posição de chegada nas corridas de Fórmula 1Editar

(Legenda: Corridas em negrito indicam pole position; corridas em itálico indicam volta mais rápida.)

Ano Equipe Chassi Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Classificação Pontos
1976 Surtees-Ford Surtees TS16 Cosworth V8 BRA
NP
AFS
NP
OEU
NP
ESP
NP
BEL
NP
MON
NP
SUÉ
NP
FRA
NP
GBR
NQ
ALE
NP
AUT
NP
PSB
NP
ITA
NP
CAN
NP
EUA
NP
JPO
NP
0
1978 Hesketh-Ford Hesketh 308E Cosworth V8 ARG
NQ
BRA
NQ
AFS
NP
OEU
NP
MON
NP
BEL
NP
ESP
NP
SUÉ
NP
FRA
NP
GBR
NP
ALE
NP
AUT
NP
PSB
NP
ITA
NP
EUA
NP
CAN
NP
0

Ver tambémEditar

Referências

  1. chassis da Surtees utilizado em 1976, porém não disputava pela equipe.
  2. projetomotor.com.br/ Pilotos olímpicos - Conheça a história dos ases das pistas que se aventuraram nos Jogos Olímpicos
  3. Glossary.com[ligação inativa], Divina Galica Reference
  4. F1 na Web Arquivado em 17 de fevereiro de 2009, no Wayback Machine., As Mulheres na F-1 (Indisponível)
  5. ESPN F1 (16 de fevereiro de 2010). «F1's female Winter Olympian - Divina Galica». Consultado em 23 de abril de 2010 
  Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.