Ego (álbum)

álbum de Oomph!

Ego é o sétimo álbum da banda alemã de Neue Deutsche Härte Oomph!. Foi lançado em 6 de julho de 2001, sendo o último pela Virgin Records.

Ego
Álbum de estúdio de Oomph!
Lançamento 6 de julho de 2001
(ver abaixo o histórico de lançamento)
Gravação 2000, no Nagelstudio em Calberlah, Alemanha
Gênero(s) Neue Deutsche Härte
Metal Industrial
Duração 59:20
Idioma(s) alemão, inglês
Formato(s) CD
LP
Download digital
Streaming
Gravadora(s) Virgin Records
Produção Oomph!
Cronologia de Oomph!
Plastik
(1999)
Wahrheit oder Pflicht
(2004)
Singles de Ego
  1. "Supernova"
    Lançamento: 14 de maio de 2001
  2. "Niemand"
    Lançamento: 10 de setembro de 2001

História editar

Após uma agenda cheia entre 1999 e 2000 com a turnê do aclamado "Plastik", a banda voltou ao estúdio para trabalhar no seu novo álbum.

O primeiro single a ser lançado foi "Supernova", que incluía a música "Viel zu Tief" como lado b. Ambas músicas foram sucesso nas rádios e nos shows ao vivo em festivais. O videoclipe de Supernova também foi um sucesso na MTV. Supernova foi o último single da banda de uma música em inglês a ser lançado pela a banda.

O álbum trata de temas sobre as condições psicológicas do ser humano, pois traz a tona questões sobre condições mentais em suas formas derivadas. Existem temas como egoísmo, mentira, transtorno de personalidade, depressão e entre outros. Existem duas faixas instrumentais com nomes dos neurotransmissores Dopamina e Serotonina.

A capa do álbum mostra o rosto dos três membros da banda na água, e na contra capa os mesmos rostos são vistos, porém abaixo d'água um rosto diferente pode ser visto. A idéia da capa é que na superfície visível, muitas vezes pode prevalecer em uma pessoa um personagem, um ego, diferente do que é mostrado do lado de fora.[1]

A partir deste álbum, a logomarca da banda foi retrabalhada, recebendo um visual mais moderno, sendo essa logo utilizada até hoje.

O último single deste álbum a ser lançado foi "Niemand", faixa que não fez parte do álbum, pois foi produzida após a gravação do álbum, porém nas edições futuras ela foi inclusa como parte do álbum. Este single, que foi o último trabalho da banda junto com a Virgin Records teve também uma versão acústica da música "Swallow"[2]. Um videoclipe de Niemand foi lançado, porém não agradou muito aos membros da banda, pois não houve muito incentivo financeiro por parte da gravadora para a produção do videoclipe. Um video de Swallow, incluindo filmagens de um show no festival Bochum Total 2001 em Bochum foi incluído no single, porém não foi lançado como vídeoclipe oficial.[3]

No início de 2002 o contrato com a Virgin Records foi encerrado e a banda não conseguiu muitos shows, nenhuma grande gravadora demonstrava interesse na banda, pois a Virgin investiu muito dinheiro e marketing pro Oomph! mas não teve o retorno que foi esperado pela gravadora. Segundo Flux, as gravadoras ficavam "céticas" com a banda e o pouco dinheiro que havia restado se esgotou. A banda escreveu diversas músicas e gravou várias demos nesse período. Foi somente no verão de 2003 que a banda conseguiu um contrato em definitivo com uma nova gravadora.[1]

Edições editar

O álbum foi relançado na Europa em 2010 pela Columbia Records, e em 2019 pela Napalm Records. Na versão de 2019 foram incluídas as faixas Niemand e a versão acústica de Swallow como bônus.[4][5]

Faixas editar

N.º Título Duração
1. "Ego"   4:19
2. "Supernova"   3:59
3. "Willst du Frei sein?"   3:54
4. "Drop the Lie"   3:45
5. "Bitter"   4:17
6. "Transformation"   4:02
7. "Atem"   3:58
8. "Serotonin" (Instrumental) 2:14
9. "Swallow"   3:49
10. "Viel zu Tief"   3:47
11. "My Darkest Cave"   3:38
12. "Rette Mich"   4:25
13. "Who You Are"   3:58
14. "Kontrollverlust"   4:46
15. "Dopamin" (Instrumental) 2:43
16. "Träum weiter"   1:41
Duração total:
59:20
  • Faixas bônus da edição de 2019.
N.º Título Duração
17. "Niemand"   4:19
18. "Swallow" (Unplugged In-Version) 2:48
Duração total:
1:06:21

Ego Tour 2001 editar

Durante o ano de 2001 a banda passou por alguns países da Europa para promover o álbum[6]. Em 2002 e 2003 a banda teve mais participações em festivais, chegando a abrir alguns shows para a banda finlandesa HIM.

Data Cidade País Local
2 de setembro de 2001 Berlim   Alemanha Columbia Fritz
3 de setembro de 2001 Hamburg Schlachthof
5 de setembro de 2001 Brunsvique Jolly Joker
6 de setembro de 2001 Herford Kick
7 de setembro de 2001 Rostock M.A.U. Club
9 de setembro de 2001 Bochum Zeche
10 de setembro de 2001 Colônia Live Music Hall
12 de setembro de 2001 Aschaffenburg Colos-Saal
13 de setembro de 2001 Halle Easy Schorre
14 de setembro de 2001 Glauchau Alte Spinnerei
16 de setembro de 2001 Karlsruhe Substage
18 de setembro de 2001 Munique Metropolis
19 de setembro de 2001 Nuremberg Hirsch
20 de setembro de 2001 Dresden Scheune
29 de outubro de 2001 Amsterdam   Países Baixos Paradiso Grote Zaal
30 de outubro de 2001 Saint-Josse-ten-Noode   Bélgica L'Orangerie du Botanique
31 de outubro de 2001 Luxemburgo   Luxemburgo Den Atelier
1 de novembro de 2001
2 de novembro de 2001 Paris   França Élysée Montmartre
4 de novembro de 2001 Vaduz   Liechtenstein Vaduzer Saal
5 de novembro de 2001 Estrasburgo   França La Laiterie
6 de novembro de 2001 Clermont-Ferrand La Coopérative de Mai
9 de novembro de 2001 Porto   Portugal Coliseu do Porto
10 de novembro de 2001 Lisboa Coliseu dos Recreios
12 de novembro de 2001 Valência   Espanha Ku Manises
13 de novembro de 2001 La Zubia Industrial Copera
14 de novembro de 2001 Madri La Riviera
16 de novembro de 2001 Bergara Sala Jam
17 de novembro de 2001 Barcelona Razzmatazz
20 de novembro de 2001 Milão   Itália Alcatraz
21 de novembro de 2001 Florença Tenax
22 de novembro de 2001 Roma Palacisalfa

Críticas profissionais editar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Rock Hard 7.5/10[7]
Metal.de           [8]
Power Metal 7.5/10[9]

Wolf-Rüdiger Mühlmann, da Rock Hard escreveu que a agressividade que restava após "Plastik", estava ausente em Ego, e ainda acrescentou que neste álbum a banda cometeu um deslize em tentar adaptar o seu estilo para todos os ouvintes. Em sua avaliação, ele uma nota de 7.5 pontos para o álbum[7].

Peter Kubaschk, do site Power Metal, opinou dizendo que o álbum perde seu brilho com músicas como os instrumentais "Serotonin" e "Dopamin" e com "Swallow", e fazem com que o álbum se pareça um pouco longo. Mesmo escrevendo que o álbum pode ser um pouco decepcionante, o redator deu uma nota de 7.5 pontos e definiu como as melhores músicas do álbum as músicas "Ego", "Supernova", ""Bitter" e "Atem".[9]

Desempenho nas paradas editar

Paradas (2001) Melhor posição
Alemanha (Offizielle Top 100)[10] 21
Áustria (Ö3 Austria Top 40)[11] 60

Histórico de lançamento editar

País Data Gravadora Formato Catálogo
  Alemanha 6 de julho de 2001 Virgin Schallplatten CD 7243 810637 2 9
  União Europeia 4 de junho de 2010 Columbia Records CD 88697 70023 2
  União Europeia
  Mundo
6 de setembro de 2019 Napalm Records CD, LP, Download digital, Streaming NPR 866 JC
NPR 866 VINYL

Créditos editar

  • Friedel Muders (FUEGO) - Design, diretor de arte;
  • Björn Gralla - gerência;
  • Contra Promotion - gerência;
  • Crap - guitarras, teclados;
  • Flux - mixagem, gravação, guitarra, samplers;
  • Dero Goi - vocais, bateria;
  • Oomph! - produção, música, letras, gravação, mixagem;
  • Ted Jensen - masterização;
  • Dirk Schelpmeier - fotografia;

Referências

  1. a b FLUX himself, postagem do Instagram de 18 de fevereiro de 2022, Instagram: @flux_himself
  2. OOMPH! official website (em inglês)
  3. "OOMPH! Очарование новой немецкой волны", em: Fuzz Magazine 12/2002, por: Olga Skorvina. Fuzz Magazine RU. [1], arquivado do original: [2] (em russo)
  4. OOMPH!-Ego/CD - Napalm Records (em inglês)
  5. OOMPH! official website (em inglês)
  6. Setlist.fm - Oomph! Concert map 2001 Tour
  7. a b Mühlmann, Wolf-Rüdiger (25 de julho de 2001). «Oomph! - Ego». Rock Hard. Consultado em 6 de novembro de 2022 
  8. «Oomph! - Ego review». "Metal.de". 13 de julho de 2001. Consultado em 6 de novembro de 2022 
  9. a b Kubaschk, Peter (26 de julho de 2001). «Review -Oomph! - Ego». Power Metal. Consultado em 6 de novembro de 2022 
  10. «Offiziellecharts.de – Oomph! – Ego» (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em 6 de novembro de 2022.
  11. «Oomph! - Ego» (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 6 de novembro de 2022.