Eleição presidencial na Venezuela em 2006

12º pleito presidencial venezuelano

As eleições presidenciais da Venezuela de 2006 desenrolam-se a 3 de Dezembro, tendo como objetivo a eleição do presidente do país, que é simultaneamente, nos termos da constituição, chefe de Estado e de governo. O novo presidente da Venezuela iniciará o seu mandato de seis anos a 10 de Janeiro de 2007.

Eleição presidencial na Venezuela em 2006
  2000 ←  → 2012
3 de dezembro de 2006
Candidato Hugo Chávez Manuel Rosales
Partido MRV UNT
Natural de Barinas Zúlia
Vencedor em 23 + DC 0
Votos 7 309 080 4 292 466
Porcentagem 62,8% 36,9%
Resultados eleitorais por estado

Titular
Hugo Chávez

Eleito
Hugo Chávez

Candidatos editar

O Conselho Nacional Eleitoral (CNE), responsável pelos processos eleitorais na Venezuela, admitiu 23 candidatos para as eleições presidenciais. Destes 9 apresentaram a sua desistência antes da realização das eleições. Permaneceram 14 candidatos, que são os seguintes:

  • Hugo Chávez - presidente da Venezuela desde 1999, é candidato em representação do Movimento V República (MVR), tendo recebido o apoio por 14 partidos políticos.
  • Manuel Rosales - governador do estado de Zulia, é principal candidato da oposição, sendo apoiado por 44 organizações políticas.
  • Eudes Vera - candidato independente
  • José Tineo - partido Venezuela Tercer Milenio (VTM)
  • Carmelo Romano Pérez - Movimiento Liberal Pueblo Unido (MLPU).
  • Ángel Irigoyen - partido Rompamos Cadenas (RC).
  • Venezuela Da Silva - Nuevo Orden Social (NOS).
  • Homer Rodríguez - movimento Por Querer a Venezuela (PQV).
  • Isbelia León - movimento Institución Fuerza y Paz (IFP).
  • Pedro Francisco Aranguren - Movimiento Conciencia de País (MCP).
  • Luis Alfonso Reyes Castillo - Organización Juventud Organizada de Venezuela (Joven).
  • Judith Salazar - Hijos de la Patria (HP).
  • Alejandro José Suárez Luzardo - Movimiento Sentir Nacional (MSN).
  • Carolina Contreras - candidato independente.

Candidatos retirados editar

  • Benjamín Rausseo - comediante e empresário, por el Partido Independiente Electoral de Respuesta Avanzada (PIEDRA)
  • Jesús Caldera Infante - pelo Partido Nueva Alianza Progresista (NAPO), é o ex-presidente do Fondo de Garantía de Depósitos.
  • Ángel Blanco Soteldo
  • Lourdes Santander - pelo movimento Ambientalista de Ordenación Sustentable (Amaos).
  • Brigida García - pelo partido Juan Bimba.
  • José Gregorio Hernández Chávez, pelo partido PASR.
  • Abade Vásquez - pelo partido Unión Nacional de Independientes de Organizaciones Sociales (Unidos).
  • José Gregorio Martínez Bermudez - pelo partido Renovación en Democracia Nacimiento Alternativo.
  • Lucrecia Contreras de León - candidato independente.

Observadores internacionais editar

Antecedentes editar

De acordo a Constituição da Venezuela as eleições devem ter lugar depois de cumpridos seis anos sobre a eleição do actual presidente, Hugo Chávez. Este foi eleito em 1998 quando ainda vigorava a Constituição de 1961. No ano 2000, e devido à instauração de uma nova ordem constitucional, tiveram lugar na Venezuela eleições gerais, nas quais Hugo Chávez foi reeleito presidente.

A 14 de Agosto de 2004 foi referendada a permanência ou não de Hugo Chávez como presidente da Venezuela, tendo 59,10% dos eleitores votado a favor da permanência do presidente. Este resultado foi contestado pela oposição, que denunciou a existência de uma alegada fraude e exigiu uma contagem manual dos votos. O Centro Carter e a Organização dos Estados Americanos, organismos que participaram nas eleições como observadores, ratificaram o resultado destas. Em finais de 2004 realizaram-se eleições para o cargo de governador de estado, tendo a maioria dos eleitos sido partidários de Chávez.

Sondagens editar

Responsável Fonte Data de publicação Hugo Chávez (%) Manuel Rosales (%)
Evans/McDonough [1] 29 de Novembro de 2006 57 38
Fundación CEPS / Veneopsa [2] 24 de Novembro de 2006 59.7 39.6
Zogby International [3] 24 de Novembro de 2006 60 31
Associated Press-Ipsos [4][ligação inativa] 23 de Novembro de 2006 59 27
Instituto Venezolano de Análisis de Datos [5] 23 de Novembro de 2006 54.6 27.5
Observatorio Hannah Arendt* [6] 18 de Novembro de 2006 51 49
Penn, Shoen and Berland [7] 15 de Novembro de 2006 48 42
Datanálisis [8] 15 de Novembro de 2006 52 26
Centro de Estudios Políticos y Sociales [9] 15 de Novembro de 2006 58 40
Consultores XXI [10] 15 de Novembro de 2006 58.8 40
Hinterlaces [11] 9 de Novembro de 2006 45 27
Evans/McDonough [12][ligação inativa] 7 de Novembro de 2006 57 35
Instituto Venezolano de Análisis de Datos [13] 3 de Novembro de 2006 53.2 28.1
Keller y Asociados [14] 2 de Novembro de 2006 52 48
Escenarios [15] 1 de Novembro de 2006 63.3 26
Ceca [16] 23 de Outubro de 2006 39.5 41.3
Zogby International [17] 23 de Outubro de 2006 59 24
Instituto Venezolano de Análisis de Datos [18] 12 de Outubro de 2006 51.5 22.7
Penn, Schoen & Berland [19] 16 de Setembro de 2006 50 37
Datanálisis [20] 13 de Setembro de 2006 58.2 17.4
People's Daily [21] 25 de Agosto de 2005 58.9 19.3
Miami Herald [22][ligação inativa] 20 de Agosto de 2006 35 25

(*) Empate técnico

Resultados editar

Fonte: Comissão Nacional Eleitoral da Venezuela

Candidato Votos Percentagem
Hugo Chávez 7.309.080 62,84%
Manuel Rosales 4.292.466 36,90%
Luis Reyes 4.807 0,04%
Venezuela da Silva 3.980 0,03%
Candidatos restantes 18.057 0,12%

Referências

  Este artigo sobre eleições ou plebiscitos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.