Ernst Kummer

professor académico alemão

Ernst Eduard Kummer (Żary, 29 de janeiro de 1810Berlim, 14 de maio de 1893) foi um físico e matemático alemão.[1]

Ernst Kummer
Nascimento 29 de janeiro de 1810
Żary
Morte 14 de maio de 1893 (83 anos)
Berlim
Cidadania Reino da Prússia, Império Alemão
Filho(s) Marie Elisabeth Kummer
Alma mater
Ocupação matemático, professor(a) universitário(a)
Prêmios
Empregador Universidade de Breslávia, Universidade Técnica de Berlim, Universidade de Frederico-Guilherme, Universidade Humboldt de Berlim
Orientador(es) Heinrich Scherk
Orientado(s) Paul Bachmann
Nikolai Bugaev
Paul du Bois-Reymond
Heinrich Bruns
Georg Cantor
Elwin Bruno Christoffel
Gotthold Eisenstein
Ferdinand Georg Frobenius
Lazarus Fuchs
Wilhelm Killing
Adolf Kneser
Leo Königsberger
Franz Mertens
Eugen Netto
Hermann Amandus Schwarz
Hans Carl Friedrich von Mangoldt
Adolf Piltz
Friedrich Prym
Arthur Moritz Schoenflies
Friedrich Schur
Reinhold von Lilienthal
Obras destacadas Kummer–Vandiver conjecture
Religião luteranismo

Obteve um doutorado em 1831 na Universidade de Halle-Wittemberg, com a tese De cosinuum et sinuum potestatibus secundum cosinus et sinus arcuum multiplicium evolvendis, orientado por Heinrich Scherk.[2]

Kummer fez contribuições fundamentais em diversas áreas da matemática.

MatemáticaEditar

Kummer fez várias contribuições para a matemática em diferentes áreas; codificou algumas das relações entre diferentes séries hipergeométricas, conhecidas como relações de contiguidade. A superfície de Kummer resulta da tomada do quociente de uma variedade abeliana bidimensional pelo grupo cíclico {1, −1} (uma Orbivariedade antiga: tem 16 pontos singulares, e sua geometria foi intensamente estudada no século XIX).

Kummer também provou o Último Teorema de Fermat para uma classe considerável de expoentes primos. Seus métodos estavam mais próximos, talvez, dos p-ádicos do que da teoria ideal como entendida mais tarde, embora o termo "ideal" tenha sido inventado por Kummer. Ele estudou o que mais tarde foi chamado de extensões de campos de Kummer: isto é, extensões geradas pela junção de uma n-ésima raiz a um campo que já contém uma primitiva n-ésima raiz de unidade. Esta é uma extensão significativa da teoria das extensões quadráticas, e a teoria do gênero das formas quadráticas (vinculado à 2-torção do grupo de classe). Como tal, ainda é fundamental para a teoria de campo de classe .

Kummer realizou pesquisas em balística e, juntamente com William Rowan Hamilton, investigou sistemas de raios.[3]

PublicaçõesEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. John J. O’Connor, Edmund F. RobertsonErnst Kummer. In: MacTutor History of Mathematics archive.
  2. Ernst Kummer (em inglês) no Mathematics Genealogy Project
  3. E. E. Kummer: Über die Wirkung des Luftwiderstandes auf Körper von verschiedener Gestalt, ins besondere auch auf die Geschosse, In: Mathematische Abhandlungen der Königlichen Akademie der Wissenschaften zu Berlin, 1875
  4. a b Mazur, Barry (1977). «Review: Kummer, Collected Papers». Bull. Amer. Math. Soc. 83 (5): 976–988. doi:10.1090/s0002-9904-1977-14343-7  

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.