Esporte Clube Avenida

O Esporte Clube Avenida é um clube de futebol brasileiro sediado na cidade de Santa Cruz do Sul no estado do Rio Grande do Sul. Suas cores são o branco e o verde. Atualmente disputa o Campeonato Gaúcho, o Campeonato Brasileiro Série D e a Copa FGF.

Avenida
Nome Esporte Clube Avenida
Alcunhas Nida[1]
Periquito[2]
Alviverde[3]
Clube do Povo[4]
Torcedor(a)/Adepto(a) Avenidense
Mascote Periquito
Principal rival Santa Cruz[5]
Fundação 6 de janeiro de 1944 (80 anos)[6]
Estádio Eucaliptos
Capacidade 3.600 pessoas
Localização Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil
Presidente Jair Eich[7]
Treinador(a) Márcio Nunes[8]
Patrocinador(a) Ulfer
Gasima
Supermercado Miller
Material (d)esportivo SBE Sports
Competição Campeonato Gaúcho
Copa FGF
Campeonato Brasileiro Série D[9]
Website ecavenida.com.br
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

História editar

 
Esporte Clube Avenida versus Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul, no Estádio dos Eucaliptos, em 2023

O Avenida foi fundado no dia 6 de janeiro de 1944, por um grupo de atletas excedentes do Futebol Clube Santa Cruz, que decidiram fundar outro clube. O primeiro presidente do Avenida foi Arno Evaldo Koppe.[10][11]

Nos primeiros anos, o Avenida não tinha campo, treinando na Várzea. Em 1946, o clube filia-se à Federação Gaúcha de Futebol. No ano seguinte, participa do primeiro campeonato oficial de Santa Cruz do Sul, patrocinado pela Federação.[11][12]

No dia 8 de junho de 1950, o Avenida inaugurou o Estádio dos Eucaliptos em partida com o Grêmio.[12] Vitória dos visitantes pelo placar de 13 a 2.[11][13]

No anos 1960, um fato, no mínimo, curioso: o Avenida teve um padre como jogador, Orlando Francisco Pretto, que atendia a Várzea. No início dos anos 1970, o Avenida fundiu-se ao seu maior rival, Santa Cruz, devido a uma crise financeira existente em ambos os clubes. Formou-se a Associação Santa Cruz do Futebol, que vestia as cores amarelo e azul. Diante da resistência do Avenida, o uniforme foi modificado para verde e preto, porém a fusão não prosperou. O Avenida ficou com seu Departamento de Futebol parado entre 1990 e 1997, com atividades apenas sociais.[11][10]

Em 1998, o Avenida retomou aos gramados, disputando a Série C do Campeonato Gaúcho. Acabou com o Vice-Campeonato, garantindo assim acesso à Série B do Gauchão. No ano seguinte, o clube fez uma boa campanha e foi promovido a Série A do Campeonato Gaúcho. Como naquele ano, as equipes classificadas da Série B entravam direto na 2ª fase do Gauchão Série A, o Avenida entrou direto nas oitavas-de-final, para enfrentar o Grêmio. No primeiro jogo, o Avenida ganhou o por 1 a 0, gol do meia Marquinhos e bela atuação de um jovem promissor Rodrigo Leite. No jogo de volta, porém, o Grêmio venceu por 3 a 0, levando a partida para a prorrogação. Aí, nova vitória do Grêmio, por 2 a 0.[11]

Em 2000, o Avenida finalmente estava na Série A do Campeonato Gaúcho. Entretanto, a equipe teve problemas durante a competição, e acabou rebaixada novamente a Série B. Ainda em 2000, a equipe disputou a Série B, garantindo nova vaga na Série A, através da repescagem. Mas, em 2001, o clube foi mais uma vez rebaixado para a Série B. Sofreu 6 a 1 do Novo Hamburgo, o que garantiu sua ida à chamada Segunda Divisão, entrando em séria crise financeira. Sete anos depois, porém, conseguiu o acesso à série A, ao vencer o São Paulo por 3 a 0.[11]

O Avenida não conseguiu estabelecer-se na elite estadual. Em 2009, fez uma campanha razoável no Gauchão, terminando na 10ª colocação. Entretanto, no ano seguinte, ficou na última colocação do torneio regional, caindo novamente à Segunda Divisão. Lá ficou por pouco tempo, já que, logo em 2011, obteve o acesso ao vencer o Brasil de Farroupilha por 3 a 1, fora de casa, ganhando inclusive a Série B de forma inédita.[11]

Em 2012 novamente foi rebaixado, entrando na zona de rebaixamento apenas na última rodada, após um empate contra o Veranópolis.[11]

Em 2015 a equipe termina em 16º lugar no Campeonato Gaúcho e é rebaixada.[14]

Em 2018, o Avenida está fazendo a melhor campanha de sua história no Campeonato Gaúcho. Garantiu a vaga inédita para as Quartas-de-final do Gauchão em 11 de março, ao empatar em casa contra o Novo Hamburgo, pelo placar de 1 a 1.[15] Em 20 de março, mais um feito inédito: vaga nas semifinais do Gauchão após eliminar o Caxias pelo placar agregado de 3 a 3 (garantiu vaga pelos gols marcados fora de casa), sendo uma das quatro melhores equipes do campeonato.[16] Nas semifinais o clube caiu diante do Grêmio, derrota em casa por 3 a 0 e empate fora por 1 a 1. Pela boa campanha no estadual, conseguiu chegar ao cenário nacional pela primeira vez, conquistando uma vaga no Campeonato Brasileiro Série D de 2019. Também conseguiu uma vaga na Copa do Brasil de 2019, já que Grêmio e Internacional conseguiram uma vaga na Libertadores de 2019 pela Série A de 2018, assim sobrando uma vaga na Copa do Brasil de 2019 para o Avenida.[11]

Em 2019, o Avenida foi derrotado pelo São José por 3 a 1 e com o resultado o time foi rebaixado com uma rodada de antecedência, pois o Brasil venceu o Bra-Pel por 2 a 1.[17][18] Na Copa do Brasil de 2019 o clube surpreendeu e venceu o Guarani por 1 a 0 passando para a segunda fase,[19] na segunda fase o clube enfrentou o Corinthians e novamente surpreendeu chegando a abrir 2 a 0, mas o clube paulista virou a partida para 4 a 2.[20][21] Na Campeonato Brasileiro Série D de 2019, o clube se classificou para a segunda fase mas foi eliminado pelo Caxias nas penalidades por 6 a 5.[22]

Em 2022, o Avenida foi o vice-campeão da Série A2, perdendo o segundo jogo da final por 1 a 0 para o Esportivo após um empate em Santa Cruz do Sul por 1 a 1.[23][24]

Títulos editar

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Copa FGF 1 2018
  Campeonato Gaúcho - Segunda Divisão 1 2011
OUTRAS CONQUISTAS
Competição Títulos Temporadas
  Copa Integração Vale do Rio Pardo e Vale do Taquari 1 1985
  Copa RBS - 150 Anos de Imigração Alemã 1 1999
  Copa AVE-CRUZ 1 1999
CAMPANHAS DE DESTAQUE
Competição Títulos Temporadas
  Vice-Campeonato Gaúcho - Divisão de Acesso 6 1964, 1969, 1998, 2008, 2014, 2017 e 2022

Artilheiros editar

Artilharia
Atleta Torneio Ano Gols
Quinho   Campeonato Gaúcho - Série B 1985 11  
Aurélio   Campeonato Gaúcho - Série B 1998 12  
Hyantony   Campeonato Gaúcho - Série B 2017 14  

Rivalidade editar

O principal adversário do Avenida é o Santa Cruz, da mesma cidade, com quem faz o clássico "Ave-Cruz".

Ver também editar

Referências

  1. «Avenida volta a ter departamento de futebol feminino e projeta participação no Gauchão 2022». gauchazh.clicrbs.com.br. 21 de outubro de 2021. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  2. «Avenida x Caxias: vitória garante o periquito na elite em 2019». radiosantacruz.com.br. 2 de março de 2018. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  3. «Salve, salve Avenida! Alviverde está na série A pela 6ª vez». radiosantacruz.com.br. 10 de julho de 2022. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  4. «Novidades no Clube do Povo». twitter.com. 10 de outubro de 2021. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  5. «Clássico Ave-Cruz retorna depois de cinco anos neste domingo». gaz.com.br. 8 de maio de 2022. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  6. «Periquito comemora 79 anos de história». riovalejornal.com.br. 6 de janeiro de 2023. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  7. «Presidente da FGF entrega ao Avenida a taça de vice-campeão do Gauchão Série A2». fgf.com.br. 15 de agosto de 2023. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  8. «Márcio Nunes fala sobre projeto do Avenida para jogar no segundo semestre». gaz.com.br. 7 de fevereiro de 2023. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  9. JF VIGHI (4 de setembro de 2023). «Nida na Série D». Gazeta do Sul 
  10. a b «Causos do Gauchão: a origem do nome do Avenida, o clube de bairro que deu trabalho ao Timão». ge.globo.com. 22 de fevereiro de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  11. a b c d e f g h i «Esporte Clube Avenida». reporterriograndense.com.br. 12 de maio de 2018. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  12. a b «Esporte Clube Avenida comemora 78 anos». radiosantacruz.com.br. 6 de janeiro de 2022. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  13. «Conheça os 12 estádios do Campeonato Gaúcho 2019». gauchazh.clicrbs.com.br. 28 de dezembro de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  14. «Último campeão gaúcho do interior, Caxias é rebaixado para 2ª divisão». Globo Esporte. 6 de abril de 2015. Consultado em 6 de abril de 2015 
  15. «Avenida empata, garante vaga pela primeira vez e Novo Hamburgo se salva». Globo Esporte. 11 de março de 2018. Consultado em 21 de março de 2018 
  16. «Avenida faz história, empata na reta final e vai à semifinal do Gauchão.». Globo Esporte. 20 de março de 2018. Consultado em 21 de março de 2018 
  17. «Avenida perde em casa e é rebaixado no gauchão». radiosantacruz.com.br. 17 de março de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  18. «Avenida está rebaixado no Gauchão». radiosantacruz.com.br. 17 de março de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  19. «Avenida-RS faz história, vence o Guarani e pega o Corinthians na segunda fase da Copa do Brasil». ge.globo.com. 13 de fevereiro de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  20. «Corinthians sofre até o fim, vira sobre o Avenida-RS e se classifica». uol.com.br. 20 de fevereiro de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  21. «Avenida tortuosa! Timão leva susto, mas passa de fase na Copa do Brasil». lance.com.br. 20 de fevereiro de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  22. «Nos pênaltis, Caxias elimina o Avenida e vai às oitavas da Série D». correiodopovo.com.br. 23 de junho de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  23. «Esportivo retorna à elite do futebol gaúcho como Campeão da Série A2». clubeesportivo.com.br. 26 de julho de 2022. Consultado em 30 de agosto de 2023 
  24. integracaodaserra.com.br. 11 de agosto de 2022 https://www.integracaodaserra.com.br/esportivo-campeao-da-serie-a2/. Consultado em 25 de julho de 2023  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ligações externas editar

   Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.