Abrir menu principal

Espumoso é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

Município de Espumoso
Bandeira de Espumoso
Brasão de Espumoso
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 28 de fevereiro de 1955 (64 anos)
Gentílico espumosense
CEP 99400-000
Prefeito(a) Douglas Fontana (PDT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Espumoso
Localização de Espumoso no Rio Grande do Sul
Espumoso está localizado em: Brasil
Espumoso
Localização de Espumoso no Brasil
28° 43' 30" S 52° 51' 00" O28° 43' 30" S 52° 51' 00" O
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Cruz Alta IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Tapera e Victor Graeff; Sul: Salto do Jacuí, Soledade e Tunas; leste: Mormaço e Soledade; Oeste: Alto Alegre, Campos Borges e Selbach
Distância até a capital 262 km
Características geográficas
Área 783,114 km² [2]
População 15 584 hab. est. IBGE/2018[3]
Densidade 19,9 hab./km²
Altitude 357 m
Clima Subtropical úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,765 alto IBGE/2010 [4]
PIB R$ 671 369,20 mil IBGE/2016[5]
PIB per capita R$ 42 421,91 IBGE/2016[5]

Índice

HistóriaEditar

O desenvolvimento histórico do atual município de Espumoso pode ser contado desde a criação de Rio Pardo em 1809. Em 1819 desmembrou-se de Rio Pardo o município de Cachoeira do Sul, deste último desmembrou-se em 1834 Cruz Alta e de Cruz Alta em 1857 Passo Fundo. Em 1875 desmembrou-se de Passo Fundo Soledade e de Soledade finalmente em 1954 Espumoso. O território do atual município pertenceu portanto por longo tempo a Soledade e a história de Espumoso está intimamente ligada a essa cidade. As terras que hoje constituem Espumoso permaneceram esparsamente povoadas até ca. 1925.

O município recebeu esse nome por causa dos cones de espuma, formados pelas quedas de água do Rio Jacuí.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 28º43'29" sul e a uma longitude 52º50'59" oeste, estando a uma altitude de 357 metros. Sua população estimada em 2004 era de 14.839 habitantes.

BairrosEditar

AltosEditar

Arroio, Brasil, Cooperativa Velha, Distrito Industrial, Franciosi, Jardim dos Coqueiros, Martini, Norte América, São Valentim e Tarumã(Aeroporto de Espumoso)

BaixosEditar

Centro, Paraíso, Santa Júlia, São Jorge, São Sebastião e Maravalha.

HidrografiaEditar

A cidade é banhada pelo Rio Jacuí, rio que já possuiu - nas décadas de 70 e 80 - águas bastante barrentas, mas que com o advento do plantio direto no planalto do RS, voltou a ter água mais limpa, com menos argila em suspensão do que antigamente; neste rio foram construídas as Usinas Hidrelétricas do Passo Real e de Itaúba que na época que entrou em operação pertencia a este município. Nesta época Espumoso era conhecida como Capital da Energia Elétrica.

EconomiaEditar

A economia da cidade depende, em sua grande parte, da agricultura local.

EsporteEditar

Fundado em 1 de julho de 1956, o Clube Atlético Guarany, é um tradicional clube de futsal do município de Espumoso. Suas cores são azul, branco e vermelho. O mascote é um índio, em alusão aos índios Guaranis. Por isso, seus torcedores o apelidaram de Índio Espumosense. Atualmente disputa competições estaduais e regionais de futsal, através das categorias de base (sub 9, sub 11, sub 13 e sub 15), o time adulto foi Campeão da Série Prata em 2016 e em 2017 jogou Série Ouro 2017, permanecendo em 2018.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Panorama do município de Espumoso, RS». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 26 de janeiro de 2019 
  4. «IBGE Cidades - IDH». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 26 de janeiro de 2019 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - Espumoso, RS (2016)». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 26 de janeiro de 2019 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar