Abrir menu principal

Selbach é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

Município de Selbach
Bandeira de Selbach
Brasão de Selbach
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 22 de setembro de 1965 (54 anos)
Gentílico selbachense
CEP 99450-000
Prefeito(a) Sérgio Ademir Kuhn (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Selbach
Localização de Selbach no Rio Grande do Sul
Selbach está localizado em: Brasil
Selbach
Localização de Selbach no Brasil
28° 37' 44" S 52° 57' 10" O28° 37' 44" S 52° 57' 10" O
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Não-Me-Toque IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Colorado, Tapera, Lagoa dos Três Cantos, Ibirubá, Quinze de Novembro e Alto Alegre
Distância até a capital 228 km
Características geográficas
Área 176,728 km² [2]
População 4 929 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 27,89 hab./km²
Altitude 404 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,777 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 99 057,696 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 20 170,58 IBGE/2008[5]

HistóriaEditar

Selbach é uma cidade colonizada por imigrantes de origem alemã, porém a maioria já estava no Rio Grande do Sul, instalados na região do Vale do Rio dos Sinos. Em 1897, o coronel Jacob Selbach Júnior adquiriu do governo federal as terras onde hoje se localiza o município, que pertenciam ao município de Carazinho. O pedaço de terra adquirido foi dividido em lotes que eram vendidos a colonos que precisavam atender a três requisitos: ser agricultor, ser católico e ser de origem alemã. O coronel Selbach acreditava que sendo todos da mesma religião e raça viveriam melhor em comunidade e facilitaria a implantação de núcleos educacionais (escolas), já que estas eram de responsabilidade de congregações missionárias. Foi assim que, a partir de 1905, começaram a se instalar as primeiras famílias. Em seus pequenos lotes, no meio da floresta nativa. produziam milho, feijão, trigo, fumo, mandioca e batatas.

Logo que se estabeleceu o núcleo habitacional, o local passou a se chamar Selbach, em homenagem ao seu precursor e, desde então, sendo vila, leva este nome. Já pensaram em colocar outros nomes, mas estes nunca foram acolhidos pela população.

Pertencente a Carazinho no início, já foi também 9º distrito de Passo Fundo, distrito de Carazinho pertencente ao distrito de Boa Esperança (hoje Colorado) e, por último, foi distrito de Tapera. Em 22 de setembro de 1965 veio a se tornar município, e foi oficialmente instalado em 13 de maio de 1966.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 28º37'43" sul e a uma longitude 52º57'09" oeste, estando a uma altitude de 404 metros.

Possui uma área de 177,66 km² e sua população estimada em 2004 era de 5 006 habitantes.

  • É formada por 8 comunidades no Interior e mais uma na cidade!

Sendo; Sentido Norte Sul!

  • Comunidade da Matriz, Seu Patrono é São Tiago
  1. Passo do Padre - Padroeira, Santa Joana Francisca Chantal
  2. Santa Terezinha - Padroeira, Santa Terezinha
  3. Arroio Grande - Padroeira, Nossa Senhora de Fátima - * - * -
  4. Santa Isabel - Padroeira, Santa Isabel
  5. São Pascoal (Pachalles) - Patrono, São Pascoal e a Gruta Nossa Senhora de Lurdes
  6. Bela Vista - Padroeiro, São Luiz
  7. Barra do Colorado - Padroeira, Nossa Senhora dos Navegantes
  8. Linha Floresta, Padroeira, Santa Inês

Língua minoritáriaEditar

Cidadãos ilustresEditar

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar