Estrela da Liberdade Alves Faria

pintora portuguesa
(Redirecionado de Estrela Faria)

Estrela da Liberdade Alves Faria (Évora, 9 de Outubro de 1910Lisboa, 1976), foi uma pintora portuguesa; pertence à segunda geração de pintores modernistas portugueses. [1]

Estrela Faria
Nome completo Estrela da Liberdade Alves Faria
Nascimento 1910
Évora
Morte 1976 (66 anos)
Lisboa
Nacionalidade Portugal portuguesa
Área Pintura

Biografia / ObraEditar

 
Cabeça de rapariga (Prémio Columbano, 1945)

Frequentou a Escola de Belas-Artes de Lisboa, onde foi aluna de Veloso Salgado, e a Escola de Belas Artes, Paris (1938). Bolseira do Instituto de Alta Cultura para se aperfeiçoar nas técnicas da pintura a fresco e de cerâmica em França, Itália e Holanda (1948). Residiu em S. Paulo, Brasil, entre 1953 e 1958. Foi professora na Escola de Artes Decorativas António Arroio. [2]

Expôs em diversos Salões da Sociedade Nacional de Belas Artes. Colaborou na decoração do Pavilhão Regional da Exposição do Mundo Português em 1940. Participou em multiplas exposições coletivas em Portugal e no estrangeiro, de onde podem destacar-se: XXV Bienal de Veneza (1950); II Bienal de S. Paulo, Brasil (1953); III Bienal de S. Paulo (1955), em que vence o Prémio de Pintura da Secção Portuguesa; quatro edições das Exposições de Arte Moderna do S.P.N./S.N.I. (vence o prémio Columbano em 1945); II Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian, 1961; etc. [3] [4] [5]

Expôs para a inauguração da Galeria Malhoa em Junho 1961 obras de época de Paris 1948-1956; Paisagem do sena,Cabeça de Rapariga, Nu e Jardim des plantes.

Entre as obras de pintura mural que realizou podem destacar-se: Museu de Arte Popular, Lisboa; Banco Nacional Ultramarino, Rio de Janeiro; Museu de Arte Popular, Lisboa; Cinema Alvalade, Lisboa [6]; Escola Secundária Rainha Santa Isabel, Estremoz (antiga Escola Industrial e Comercial de Estremoz).

Está representada em coleções públicas e privadas, nomeadamente: Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa; Museu do Chiado, Lisboa; Museu da Cidade, Lisboa. [7]

PrémiosEditar

  • 1937 - Medalha de ouro na Exposição Internacional de Paris
  • 1945 - Prémio Columbano

Ligações externasEditar

Referências

  1. FRANÇA, José Augusto – A arte em Portugal no século XX. Lisboa: Livraria Bertrand, 1974, p. 310
  2. A.A.V.V. – Arte Portuguesa Contemporânea: pintura, desenho e gravura da coleção C. Gulbenkian (Exposição itinerante; Açores - Madeira, Outubro/Dezembro de 1962). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1962
  3. II Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1961
  4. FRANÇA, José Augusto – A arte em Portugal no século XX. Lisboa: Livraria Bertrand, 1974, p. 224, 310
  5. Exposição dos Artistas Premiados pelo SNI, Palácio Foz, Lisboa, 1949
  6. A.A.V.V. – Arte Portuguesa Contemporânea: pintura, desenho e gravura da coleção C. Gulbenkian (Exposição itinerante; Açores - Madeira, Outubro/Dezembro de 1962). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1962
  7. A.A.V.V. – Arte Portuguesa Contemporânea: pintura, desenho e gravura da coleção C. Gulbenkian (Exposição itinerante; Açores - Madeira, Outubro/Dezembro de 1962). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1962
  A Wikipédia possui o(s) portal(is):
Portal da Arte