Abrir menu principal
Eugene Wigner Medalha Nobel
Amigo de Wigner, símbolo 6-j, símbolo 9-j
Nascimento 17 de novembro de 1902
Budapeste
Morte 1 de janeiro de 1995 (92 anos)
Princeton
Sepultamento Nova Jérsei
Nacionalidade húngaro (pré 1937), estadunidense (pós 1937)
Cidadania Áustria-Hungria, Estados Unidos
Etnia Judeu, magiares
Irmão(s) Margit Dirac
Alma mater Universidade Técnica de Berlim
Ocupação matemático, físico, professor universitário, físico teórico, físico nuclear
Prêmios Medalha Franklin (1950), Prêmio Enrico Fermi (1958), Prêmio Átomos pela Paz (1959), Medalha Max Planck (1961), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1963), John von Neumann Lecture (1966), Medalha Nacional de Ciências (1968), Gibbs Lecture (1968), Racah Lectures in Physics (1973), Medalha Wigner (1978)
Empregador Universidade de Princeton, Universidade Técnica de Berlim, Universidade do Wisconsin-Madison, Universidade de Leiden, Universidade de Göttingen, Universidade de Leiden
Religião apostasia ao catolicismo
Causa da morte pneumonia
Assinatura
Eugene wigner sig.jpg
Orientador(es) Michael Polanyi[1]
Orientado(s) John Bardeen, Victor Weisskopf, Marcos Moshinsky, Abner Shimony, Edwin Thompson Jaynes, Frederick Seitz, Conyers Herring, Jack H. Irving, Fred Tappert
Instituições Universidade de Göttingen, Universidade do Wisconsin-Madison, Universidade de Princeton, Projeto Manhattan
Campo(s) Física

Eugene Paul Wigner (Budapeste, 17 de novembro de 1902Princeton, 1 de janeiro de 1995) foi um físico húngaro.

Foi laureado com o Nobel de Física de 1963, por contribuições para a teoria do núcleo atômico e partículas elementares, particularmente pela descoberta e aplicações dos princípios fundamentais de simetria.

Publicações selecionadasEditar

Referências

Ligações externasEditar