Eva Andersson-Dubin

Eva Andersson-Dubin (née Eva Birgitta Andersson; Uddevalla, 1961) é uma médica sueca. Ela também é a fundadora do Dubin Breast Center no Tisch Cancer Institute no Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque.[1] Ela é casada com o bilionário do fundo de cobertura Glenn Dubin e namorou Jeffrey Epstein. Ela trabalhou como modelo e venceu o concurso de Miss Suécia em 1980.

Eva Andersson-Dubin
Nascimento 1961
Uddevalla
Cidadania Suécia
Cônjuge Glenn Dubin
Alma mater
Ocupação modelo, médica, competidora de concurso de beleza
Página oficial
https://dubinandco.com/eva-andersson-dubin/, https://dubinfamilyfoundation.org/eva-andersson-dubin/

Educação e carreira médicaEditar

Nascida na Suécia, ela se formou em Ostraboskolan (Ostraboschool), onde se formou em primeiro lugar na classe, com especialização em matemática e física. Após a faculdade, a Dra. Andersson-Dubin seguiu a carreira de modelo e em 1980 foi nomeada Miss Suécia e colocada em quarto lugar no concurso de Miss Universo. Ela frequentou o Karolinska Institutet em Estocolmo por três anos e meio e, em seguida, foi transferida para a Escola de Medicina da UCLA, onde obteve seu MD em 1989.[2] Ela então completou sua residência em medicina interna no Hospital Lenox Hill em Nova Iorque em 1990.[2]

Os Dubins doaram aproximadamente dezenove milhões de dólares e estiveram envolvidos na arrecadação de 24 milhões de dólares adicionais para que o centro pudesse ser inaugurado em 2011 e ter financiamento para operar.[1] Andersson-Dubin trabalha no Dubin Breast Center, parte do Tisch Cancer Institute, no Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque.[1] Desde a inauguração em 2011 a 2018, o centro processou 180 mil visitas de pacientes.[2]

Carreira de modelagem FordEditar

Gerard W. Ford, que fundou e dirigiu a Ford Models com sua esposa Eileen Ford, descobriu Eva Andersson enquanto ela caminhava pela rua. Jerry Ford levou Eva Andersson para conhecer Eileen Ford e Andersson tornou-se um modelo da Ford.[2] Na década de 1970, Eileen Ford, a executiva da agência de modelos americana e cofundadora da Ford Models, descreveu as pernas de Eva Andersson-Dubin em seu cartão de modelo como: "excelentes".[2] Mais tarde, Eva Andersson ganhou o Miss Suécia 1980.

Vida pessoalEditar

Eva Andersson namorou Jeffrey Epstein.[3][4][5] Eva Andersson continuou a "socializar-se com Epstein depois de seu tempo na prisão"[6] por se declarar culpado em 2008 de uma acusação estadual (uma de duas) de obter para prostituição uma garota com menos de dezoito anos.[7][5]

No início dos anos 1990, Eva Andersson foi vista por seu futuro marido Glenn Dubin pela primeira vez por meio de uma foto de modelo na seção Page Six do New York Post.[2]

Referências

  1. a b c Tuckwood, Jan (17 de outubro de 2018). "Eva Dubin's 3 Tips for Great Health" (Lifestyle). Estados Unidos: Palm Beach Post. GateHouse Media, LLC. Consultado em 2 de setembro de 2019
  2. a b c d e f Tuckwood, Jan (11 de junho de 2018). «Dubin Breast Center: Doctor Turns Her Experience Into a Healing Center» (em inglês). United States: Palm Beach Post. GateHouse Media, LLC. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  3. Kantor, Jodi; McIntire, Mike (13 de julho de 2019). «Jeffrey Epstein Was a Sex Offender. The Powerful Welcomed Him Anyway» (em inglês). New York, N.Y., United States: New York Times. The New York Times Company. p. A1. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  4. Briquelet, Kate; Daly, Michael (19 de agosto de 2019). "NYC Power Couple's Butler Says Swedish Teen Told Him of Epstein Island Horrors". Estados Unidos: The Daily Beast. The Daily Beast Company LLC. Consultado em 29 de agosto de 2019.
  5. a b Morris, Meghan; Sullivan, Casey (10 de agosto de 2019). «Hedge-fund giant Glenn Dubin and his wife, Eva, told Jeffrey Epstein's probation officer they were '100% comfortable' with the sex offender around their kids. New documents show the extent of the billionaire couple's relationship with Epstein.» (em inglês). United States: Business Insider. Business Insider Inc. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  6. Spezzati, Stefania; Wilson, Harry (25 de julho de 2019). «Jes Staley's Ties to Jeffrey Epstein Are Latest Headache at Barclays» (em inglês). United States: Bloomberg News. Bloomberg L.P. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  7. Swaine, Jon (13 de janeiro de 2015). «Jeffrey Epstein's donations to young pupils prompts US Virgin Islands review». The Guardian. London, England. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2016 

Ligações externasEditar