Abrir menu principal

Wikipédia β

Fantasia (Disney)

Fantasia
Fantasia (PT/BR)
Fantasia a l.jpg
 Estados Unidos
1940 •  cor •  124 min 
Direção Samuel Armstrong
James Algar
Bill Roberts
Paul Satterfield
Hamilton Luske
Jim Handley
Ford Beebe
T. Hee
Norm Ferguson
Wilfred Jackson
Produção Walt Disney
Roteiro Lee Blair
Elmer Plummer
Phil Dike
Elenco Deems Taylor
Walt Disney
Leopold Stokowski
Género Família
Música Johann Sebastian Bach
Piotr Ilitch Tchaikovsky
Paul Dukas
Ígor Stravinski
Ludwig van Beethoven
Modest Mussorgsky
Franz Schubert
Amilcare Ponchielli
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Pictures
Distribuição Walt Disney Pictures
RKO Pictures
Lançamento Estados Unidos 13 de Novembro de 1940
Brasil 25 de Dezembro de 1940
Portugal 16 de Março de 1942
Idioma Inglês
Cronologia
Fantasia 2000
1999
Página no IMDb (em inglês)

Fantasia é um filme norte-americano do gênero animação produzido pela Walt Disney Pictures em 1940. É o terceiro filme de animação dos estúdios Disney e consiste de oito segmentos animados acompanhados cada um de músicas clássicas conduzidas por Leopold Stokowski, sete deles foram apresentados pela Orquestra de Filadélfia. O compositor musical e crítico americano Deems Taylor introduz cada segmento.

Após uma série de tentativas não finalizadas de realizar uma continuação para obra, dentre as quais se destaca Musicana, o sobrinho de Disney, Roy E. Disney, co-produziu a única sequência lançada oficialmente de Fantasia, Fantasia 2000.

Índice

Segmentos do filmeEditar

Tocata e Fuga em Ré Menor, BWV 565Editar

De Johann Sebastian Bach; pela primeira vez, Disney e seus artistas se arriscaram no mundo da abstração e a equipe de efeitos especiais teve a chance de colocar todo o seu talento na tela.[1]

Suíte Quebra-NozesEditar

De Tchaikovsky; é o segmento onde os artistas tomaram um caminho diferente da tradicional história envolvendo brinquedos, fazendo sua própria interpretação da música e mostrando um número que simboliza as estações do ano, através de fadas aladas e outros elementos da natureza, como flores e peixes bailarinos, cogumelos chineses e cravos russos.[2]

O Aprendiz de FeiticeiroEditar

De Paul Dukas; apresenta Mickey Mouse no papel do feiticeiro afobado que quer aprender seu ofício antes da hora. Para isso, ele rouba o chapéu mágico de seu mestre Yen-Sid e dá vida a várias vassouras para encher o caldeirão de água e cria algo que nem ele mesmo sabe controlar.[2]

  • Esse segmento apresenta o papel mais famoso do Mickey Mouse: o Mickey feiticeiro.
  • Inspirado na obra de Johann Wolfgang von Goethe.

Sagração da PrimaveraEditar

De Igor Stravinsky; é como uma explicação científica da evolução da vida na Terra, desde os primeiros seres microscópicos aos gigantescos dinossauros.

Sinfonia PastoralEditar

De Beethoven; tem como cenário o Monte Olimpo e o elenco de personagens é composto de figuras fantasiosas como cavalos alados que cortam o céu, sátiros que saltam pelos campos, cupidos, centauros e suas namoradas. Este segmento do filme causou muita polêmica ao mostrar centauros e cupidos nus e mostrou uma centaura negra.[2]

Dança das HorasEditar

De Amilcare Ponchielli, apresenta uma sátira ao balé clássico e representa as horas do dia por um grupo de animais, como avestruzes, hipopótamos, elefantes e jacarés;

Uma Noite no Monte CalvoEditar

De Modest Mussorgsky; é ilustrado pelo demônio Chernabog que vive no alto de uma montanha, e que na noite de Halloween vem atormentar as almas de um vilarejo.

Ave MariaEditar

De Franz Schubert; o segmento apresenta uma procissão religiosa que segue até uma capela gótica, é a continuação do segmento anterior.

Trilha sonoraEditar

Walt Disney's Fantasia
Trilha sonora de Vários Artistas
Gênero(s) Trilha sonora
Gravadora(s) Walt Disney Records
Cronologia de Walt Disney Animation Studios
 
Pinóquio
(1940)
Dumbo
(1941)
 

A trilha sonora de Fantasia foi gravada utilizando múltiplos canais de áudio e reproduzidos no sistema Fantasound, uma maneira pioneira de reprodução de som que fez do longa o primeiro filme comercial lançado com som estéreo.

Todas as canções foram interpretadas por Leopold Stokowski & The Philadelphia Orchestra.[3]

EdiçõesEditar

  • A trilha sonora foi disponibilizada para download digital na iTunes Store. A versão digital contém a faixa "Rite of Spring", faixa que não está presente na edição física.[3]
  • Em 2009, a trilha sonora foi lançada em CD duplo no Brasil.[4]

Lista de faixasEditar

Disco 1
N.º Título Duração
1. "Toccata and Fugue In D Minor, BWV 565"    
2. "The Nutcracker Suite, Op. 71A, Dance of the Sugar Plum Fairy"    
3. "The Nutcracker Suite, Op. 71A, Chinese Dance"    
4. "The Nutcracker Suite, Op. 71A, Dance of the Reed Flutes"    
5. "The Nutcracker Suite, Op. 71A, Arabian Dance"    
6. "The Nutcracker Suite, Op. 71A, Russian Dance"    
7. "The Nutcracker Suite, Op. 71A, Waltz of the Flowers"    
8. "The Sorcerer's Apprentice"    
9. "Rite of Spring"    
Disco 2
N.º Título Duração
1. "Symphony No. 6 ("Pastoral"), Op. 68, I Allegro Ma Non Troppo"    
2. "Symphony No. 6 ("Pastoral"), Op. 68, II Andante Molto Mosso"    
3. "Symphony No. 6 ("Pastoral"), Op. 68, III Allegro/IV Allegro/V Allegretto"    
4. "Dance of the Hours from the Opera "La Gioconda""    
5. "A Night On Bald Mountain"    
6. "Ave Maria, Op. 52 No. 6"    

Prêmios e indicaçõesEditar

Oscar 1942 (EUA)

  • Ganhador de dois Oscars honorários, em virtude do trabalho inovador feito no filme.[5]

New York Film Critics Circle Awards 1940 (EUA)

  • Prêmio Especial do festival entregue a Walt Disney.[6]

LançamentoEditar

BilheteriaEditar

Segundo o site Box Office Mojo, Fantasia arrecadou $76.4 milhões nos Estados Unidos e é a vigésima-segunda maior bilheteria de um filme nesse país quando ajustada a inflação.[7]

Referências

  1. Culhane, pg. 35.
  2. a b c «Fantasia da Disney revisitado na Casa da Música». Canal UP. 16 de Dezembro de 2010. Consultado em 19 de Dezembro de 2010. 
  3. a b «iTunes - Music - Fantasia by Leopold Stokowski & The Philadelphia Orchestra». iTunes Store. Consultado em 14 de setembro de 2014. 
  4. «FANTASIA (DUPLO)». Livraria Cultura. Consultado em 14 de setembro de 2014. 
  5. «Screen Awards Are Presented By the Critics at a Reception». The New York Times. 6 de janeiro de 1941 
  6. Holden, pg. 584.
  7. «All Time Box Office». Box Office Mojo. Consultado em 11 de Maio de 2010. 

Ligações externasEditar