Fire Emblem: Shadow Dragon

vídeojogo de 2008
Fire Emblem: Shadow Dragon
Capa norte-americana
Desenvolvedora(s) Intelligent Systems
Publicadora(s) Nintendo
Diretor(es) Masayuki Horikawa
Masaki Tawara
Produtor(es) Toru Narihiro
Hitoshi Yamagami
Escritor(es) Kouhei Maeda
Koji Kawasaki
Toshiyuki Kusakihara
Programador(es) Yuji Ohashi
Takafumi Kaneko
Artista(s) Daisuke Izuka
Masamune Shirow
Masahiro Higuchi
Compositor(es) Yuka Tsujiyoko
Saki Kasuga
Plataforma(s) Nintendo DS
Série Fire Emblem
Lançamento
  • JP 7 de agosto de 2008
  • EU 5 de dezembro de 2008
  • AN 16 de fevereiro de 2009
Gênero(s) RPG de estratégia
Modos de jogo Um jogador
Multijogador
Fire Emblem:
Radiant Dawn
Fire Emblem: New Mystery of the Emblem

Fire Emblem: Shadow Dragon, chamado no Japão de Fire Emblem: Shin Ankoku Ryu to Hikari no Ken (ファイアーエムブレム 新・暗黒竜と光の剣?), é um jogo eletrônico de RPG de estratégia desenvolvido pela Intelligent Systems e publicado pela Nintendo. É o décimo primeiro título da série Fire Emblem e uma recriação de Fire Emblem: Shadow Dragon and the Blade of Light de 1990 para o Family Computer, o primeiro jogo da franquia. Ele foi lançado exclusivamente para Nintendo DS em agosto de 2008 no Japão, em dezembro do mesmo ano na Europa e em fevereiro do ano seguinte na América do Norte.

A história segue o príncipe Marth, que é exilado do Reino de Altea quando o maligno feiticeiro Gharnef e o ressuscitado dragão negro Medeus iniciam uma conquista do continente. Marth precisa forjar alianças com reinos vizinhos e construir um exército a fim de recuperar a mítica espada Falchion e o escudo Emblema de Fogo para derrotar Gharnef e Medeus. A jogabilidade segue o padrão de batalhas por turnos em mapas baseados em redes, possuindo também um sistema de classes de personagens que evolui baseado no uso do personagem e morte permanente para unidades derrotadas em combate.

O desenvolvimento começou em 2007, em paralelo com o fim da produção de Fire Emblem: Radiant Dawn. Muitos membros da equipe de jogos anteriores retornaram, como o diretor Tohru Narihiro e a compositora Yuka Tsujiyoko, que criou uma trilha sonora expandida e remixada junto com Saki Kasuga. As artes dos personagens foram feitas por Daisuke Izuka com contribuições especiais de Masamune Shirow. O título foi anunciado no final de 2007 e lançado um ano depois. Ele foi um sucesso crítico e comercial mundialmente, com a crítica especializada considerando-o uma recriação de alta qualidade.

JogabilidadeEditar

Fire Emblem é um RPG Tático. A originalidade do jogo reside no fato de que cada unidade é perdida permanentemente. O sistema de jogo é bastante clássico, os personagens se movem em turn-by-turn em um mapa de grade.

SinopseEditar

Marth, jovem príncipe de Altea tem de fugir de seu reino por causa de uma aliança inimiga liderada por Medeus, o Dragão da Sombra. Esse último havia sido derrotado séculos atrás por Anri, de quem Marth é um descendente. Marth se envolve em uma busca para encontrar Falchion, a lendária espada de seu antepassado, para derrotar definitivamente Medeus e tomar de volta o seu reino e derrotar o feiticeiro Gharnef com a magia Imullu que o torna praticamente invencível. A derrota não é obrigatória na história, mas o sucesso desta missão lhe permite obter mais rapidamente Falchion.

Ligações externasEditar