Florêncio Sisínio Vieira

Dom Florêncio Sisínio Vieira (Jiquiriçá, 11 de maio de 1901- Salvador, 2 de outubro de 1994) foi um bispo católico brasileiro, o primeiro bispo da Diocese de Amargosa.[1]

Florêncio Sisínio Vieira
Bispo da Igreja Católica
Bispo-emérito de Amargosa
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Amargosa
Nomeação 11 de abril de 1942
Predecessor criação diocese
Sucessor Dom Alair Vilar Fernandes de Melo
Mandato 1942 - 1969
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 30 de novembro de 1923
Nomeação episcopal 11 de abril de 1942
Ordenação episcopal 2 de agosto de 1942
Catedral Basílica Primacial São Salvador
por Dom Augusto Álvaro da Silva
Dados pessoais
Nascimento Jiquiriçá
14 de maio de 1901
Morte Salvador
2 de outubro de 1994 (93 anos)
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Marcelina Maria Vieira
Pai: José Feliciano Vieira
Títulos anteriores Bispo-titular de Macomades Rusticiana (1969-1971)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

HistóriaEditar

Ingressou no Seminário Santa Teresa, em Salvador, em 1912, onde fez os estudos eclesiásticos, sendo ordenado em 30 de novembro de 1923, com especial permissão da Santa Sé por causa de sua idade.

Como vigário atuou nas paróquias, de São Felipe (1923-1930), Amargosa (1930-1932) e Nossa Senhora da Penha no bairro Itapagipe em Salvador (1932-1942).

Em 15 de abril de 1942 foi nomeado pelo papa Pio XII como primeiro bispo de Amargosa. Sua ordenação episcopal ocorreu na Catedral Basílica Primacial São Salvador em Salvador no dia 2 de agosto de 1942 sendo ordenado pelo primaz do Brasil D. Augusto Álvaro da Silva. Tomou posse na sede da diocese no dia 15 de agosto de 1942, no mesmo dia aconteceu a solenidade de instalação da nova diocese.[2]

Em vinte e sete anos no governo da diocese desenvolveu várias ações entre elas a criação do Seminário Diocesano. Criou várias paróquias, ordenou muitos padres e trouxe para a diocese várias congregações religiosas.

Em 31 de janeiro de 1969 sua renúncia foi aceita pelo Papa Paulo VI. Após sua renúncia, mudou-se para o Carmelo da Bahia, onde viveu mais 22 anos quando faleceu em 1994. Seu corpo foi sepultado na Catedral de Amargosa.

Referências

  1. Jhunyor Santos. «Diocese de Amargosa celebra 70 anos de sua criação e instalação». Recôncavo News 
  2. David M. Cheney. «Bishop Floréncio Cicinho (Sisinio) Vieira, Bishop Emeritus of Amargosa, Baia» (em inglês). Catholic-Hierarchy. Consultado em 3 de junho de 2012 
  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.