Francesco Montenegro

Francesco Montenegro
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo de Agrigento
Francesco Montenegro (dir.) sendo recebido pelo presidente da Itália, Giorgio Napolitano, em 2008.
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Agrigento
Nomeação 23 de fevereiro de 2008
Entrada solene 17 de maio de 2008
Predecessor Dom Carmelo Ferraro
Mandato 2008 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 8 de agosto de 1969
Messina
por Dom Francesco Fasola
Nomeação episcopal 18 de março de 2000
Ordenação episcopal 29 de abril de 2000
por Dom Giovanni Marra
Nomeado arcebispo 23 de fevereiro de 2008
Cardinalato
Criação 14 de fevereiro de 2015
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santos André e Gregório no Monte Celio
Brasão
Coat of arms of Francesco Montenegro.svg
Lema CARITAS SINE MODO
Dados pessoais
Nascimento Messina
22 de maio de 1946 (73 anos)
Nacionalidade Italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Francesco Montenegro (22 de maio de 1946[1]) é um cardeal italiano, atual Arcebispo de Agrigento.

BiografiaEditar

Ele cursou o ensino médio e a licenciatura em filosofia e teologia no Seminário Arquidiocesano "San Pio X" em Messina.[1][2]

Foi ordenado sacerdote em 8 de agosto de 1969, sendo incardinado na Arquidiocese de Messina. Ele exerceu seu ministério sacerdotal em uma área periférica da cidade entre 1971 e 1988 e, mais tarde, ele foi secretário particular dos Arcebispos Francesco Fasola e Inácio Cannavò. Entre 1988 e 1998, ele era pároco da paróquia de São Clemente em Messina e a partir de 1988, foi diretor de Cáritas diocesana, delegado regional da Cáritas e representante regional da Cáritas Nacional.[1][2]

Ele também ocupou os seguintes cargos: professor de Religião, assistente diocesano para o Centro de italianos Sports, diretor diocesano do Apostolado da Oração, Mansionario do Capítulo do Arquimandritato, reitor do Santuário da Igreja de Santa Rita e diretor espiritual do Seminário Menor. Ele também foi membro do Conselho Presbiteral. De 1997 a 2000, ele era pró-vigário-geral da Arquidiocese de Messina-Lipari-Santa Lucia del Mela e, desde 1998, cônego do capítulo da catedral protometropolitana de Messina.[1][2]

Eleito bispo-titular de Aurusuliana e nomeado bispo-auxiliar de Messina-Lipari-Santa Lucia del Mela em 18 de março de 2000, foi consagrado em 29 de abril, por Giovanni Marra, arcebispo de Messina-Lipari-Santa Lucia del Mela, assistido por Ignazio Cannavò, arcebispo-emérito de Messina-Lipari-Santa Lucia del Mela e por Francesco Sgalambro, bispo de Cefalù.[1][2] De maio de 2003 a maio de 2008, ele foi presidente da Caritas Italiana.

Promovido para a sé metropolitana de Agrigento, em 23 de fevereiro de 2008, recebeu o pálio do Papa Bento XVI em 29 de junho de 2008, na Basílica de São Pedro. Na Conferência Episcopal Italiana, desde 2013, ele é o presidente da Comissão Episcopal para as Migrações e presidente da Fundação "Migrantes". Ele tem estado envolvido em esforços para ajudar as dezenas de milhares de imigrantes que atravessaram o Mediterrâneo e desembarcaram nas ilhas italianas de Lampedusa e Sicília como uma etapa de suas perigosas viagens para a Europa. O arcebispo Montenegro acompanhou o Papa Francisco quando ele visitou Lampedusa em julho de 2013, sua primeira viagem oficial fora de Roma.[1][3]

Em 4 de janeiro de 2015, o Papa Francisco anunciou a sua criação como cardeal, no Consistório Ordinário Público de 2015.[1][4] Foi criado cardeal-presbítero de Santos André e Gregório no Monte Celio, recebendo o barrete e o anel cardinalício em 14 de fevereiro.

Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Francesco Montenegro


Precedido por
Luciano Bux
 
Bispo-titular de Aurusuliana

20002008
Sucedido por
Adam Bałabuch
Precedido por
Carmelo Ferraro
 
Arcebispo de Agrigento

2008
Sucedido por
Precedido por
Edmund Casimir Szoka
 
Cardeal-presbítero de Santos André e Gregório no Monte Celio

2015
Sucedido por